Caicó: Fas Produções ganhou licitação para fazer mídia e comercializar bares no corredor da folia

A licitação aconteceu nesta segunda-feira, dia 10 de fevereiro, na Prefeitura de Caicó. A empresa vencedora foi a Fas Produções, Eventos e Montagens.

Ela vai poder usar 35% do corredor da folia, trecho que compreende do cruzamento das Avenidas Celso Santas com a Coronel Martiniano até à entrada da Ilha de Sant’Ana na Avenida Seridó.


Furiosa vai para a avenida com a maior orquestra do Carnaval de Caicó

A Orquestra Furiosa nasceu em 2017 e já é a queridinha do Carnaval de Caicó. Músicos advindos da Banda de Música Recreio Caicoense decidiu criar um novo grupo com destaque para o repertório carnavalesco. O nome Furiosa foi uma homenagem a Recreio Caicoense, por ser o apelido da banda do município.

Orquestra Furiosa se prepara para mais um Carnaval

Em 2020, a Orquestra Furiosa vai para o corredor da folia com a maior formação, comparada aos outros blocos de rua. “São 17 músicos, sendo mais da metade integrante da Banda de Música Recreio Caicoense”, explica Bruno Magro, diretor do Bloco Furiosa.

O repertório conta com aproximadamente 100 músicas, o que garante uma apresentação para até 5 horas de percurso. A música Chuva de Sombrinhas é o destaque no Frevo do Meio-Dia e o hino da Furiosa passa a enfatizar o bloco. “O diferencial está nos arranjos feitos especificamente para nós. Pegamos as músicas, fazemos nossas alterações nos arranjos para que fiquem na identidade do estilo da Furiosa”, destaca Bruno.

Os ensaios acontecem desde novembro. Em Janeiro são intensificados com 4 horas diárias de ensaios, de segunda a quinta-feira. O Bloco da Furiosa irá para o corredor da folia a partir da sexta-feira, 21 de fevereiro, às 20 horas.


Bloco do Magão comemora 40 anos e traz novidades para o Corredor da Folia

Na década de 80 uma nova agremiação deu o pontapé para transformar o Carnaval de Caicó na folia mais democrática do Rio Grande do Norte. Surgiu o Ala Ursa do Poço de Sant’Ana, coordenado por Ronaldo Batista de Sales (Magão) e amigos, com a finalidade de chamar a atenção da comunidade para o lendário e abandonado Poço de Sant’Ana.

O bloco trouxe para a avenida a alegria das burrinhas, papangus e bonecos gigantes. O estandarte do Ala Ursa abriu alas para a magia de um carnaval gratuito e para todas as idades. A orquestra de frevo e de marchinhas carnavalescas sempre teve um diferencial: o som frenético com músicas cantadas de forma praticamente gritada. Uma animação peculiar!

O Ala Ursa do Poço de Sant’Ana completa agora 40 anos indo mais uma vez para a avenida com o ritmo frenético, os bonecos e fantasias que contagiam toda a massa. Para comemorar os 40 anos, o Magão promete grandes novidades, entre elas uma nova trivela projetada com referências ao Poço de Sant’Ana e um Casarão na praça do Arco do Triunfo que será a sede do Ala Ursa nos dias de folia e estará aberto para visitação.


Mulheres foram feridas com seringas no circuito de carnaval de Caicó

Duas mulheres foram atendidas na urgência do Hospital Regional de Caicó, neste sábado (03), feridas com agulha em seringa no circuito do carnaval.

As vítimas foram atendidas pela equipe de plantão, passaram por profilaxia e encaminhadas para o Sistema de Atendimento Especializado – SAE. No Hospital, as jovens tomaram o chamado, coquetel usado para combater doenças infectocontagiosas como ISTs e Aids.

A Polícia Civil vai investigar o caso para identificar a mulher que feriu as vítimas e fugiu.


Camburão da Alegria, 16 anos de folia no carnaval de Caicó

Camburão da Alegria, o blocos dos agentes de segurança pública de Caicó

O bloco Camburão da Alegria, que existe há 16 anos, é formado por policiais militares, civis, agentes penitenciários, bombeiros e os demais membros de instituições que trabalham com a segurança pública. Os organizadores estão com os preparativos sendo ultimados.

No dia 07 de fevereiro, quarta-feira que antecede a abertura do carnaval de Caicó, o Camburão fará o percurso dos blocos de rua sendo puxado pela orquestra de frevo do bloco Ala Ursa do Poço de Sant’Ana. A concentração terá início às 14hs no bar de Irene na Ilha. A previsão, é que o bloco saia às 18hs. O Camburão também sai na quarta-feira de cinzas.

Com relação aos abadás, o Major Alexandre Lopes, disse ao Blog Sidney Silva que às encomendas foram realizadas até esta sexta-feira (26). A arte dos abadás, que é novidade todos os anos, é uma criação de Daywison Tales.


Orquestra Furiosa poderá ter bloco no carnaval de rua de Caicó

Os membros da Orquestra de Frevo “A Furiosa”, criada recentemente em Caicó, sonham em sair no carnaval em um trio elétrico rebaixado chamado de “pranchão” e fazer o percurso do corredor da folia ou seja, eles poderão ser mais uma atração da festa momesca caicoense.

O secretário de Desenvolvimento e Turismo de Caicó, Diego Vale, disse em entrevista na Rádio Caicó, que sabe do sonho dos componentes da orquestra de fazer acontecer o projeto e, inclusive, estimulou os organizadores a procurarem incentivos financeiro com a Lei Câmara Cascudo. “Não sei se conseguiram, mas, foi uma das possibilidades que nós sugerimos para o grupo. Esse seria, com certeza, outro bloco fantástico para o carnaval de rua de Caicó“, disse.

No carnaval de 2017, a referida orquestra se apresentou em um dos pólo criados para os foliões. Eles se apresentaram tocando frevo no chão, mas, agora podem levar o estilo para o trio.


“Há muitos anos, a iniciativa privada é parceira do carnaval de Caicó”, disse Diego Vale

Perguntado sobre a palavra privatização no carnaval de Caicó, na entrevista que concedeu nesta segunda-feira (11), na Rádio Caicó, o secretário de Desenvolvimento e Turismo, Diego Vale, disse que “há muitos anos, a iniciativa privada é parceira do carnaval de Caicó“. Um exemplo forte são os dois blocos de rua, o Treme-Treme e o Ala Ursa do Poço de Santana. Ambos tem apoio, principalmente, dos empresários. O Poder Público tem participação pequena.

São as empresas que fazem os blocos estarem na rua ofertando um bom carnaval para todos. A empresa que for organizar o carnaval no percurso dos blocos, vai dar as suas contrapartidas, entre elas, formar equipes para fechar e abrir o percurso em horários pré-definidos, além de fornecer banheiros químicos. Esse é um dos grandes problemas que temos no carnaval de Caicó“, disse Diego Vale.