Caixa reduz juros imobiliários e dá 6 meses de carência a compradores

Facilidades foram anunciadas pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães – (Foto: Marcelo Camargo ABr)

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (14) uma redução das taxas de juros para o financiamento imobiliário e comunicou que vai manter a carência de pagamento por seis meses para quem adquirir a casa própria até o final de 2020.

De acordo com o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, a taxa de juros praticada para os financiamentos firmados após a quinta-feira da semana que vem (22) será entre TR + 6,25% ao ano e TR + 8% ao ano. A taxa mínima é 2,5 pontos percentuais inferior à praticada em dezembro de 2018.

Com a alteração, um financiamento de R$ 200 mil em 36 meses terá uma parcela inicial de R$ 1.568,52, valor 25% inferior ao cobrado ao final de 2018 (R$ 1.958,48).

A Caixa estima conceder mais de R$ 14 bilhões em crédito imobiliário com o uso de recursos da poupança (SBPE) até o fim deste ano com a nova redução das tarifas.

Carência

Guimarães também anunciou que os contratos firmados com Caixa para a compra do imóvel até o dia 30 de dezembro serão isentos do pagamento por seis meses. O período é o mesmo que tiveram direito os proprietários de imóvel desde o início da pandemia do novo coronavírus.

Isso é muito importante porque ainda estamos com os efeitos da pandemia. Apesar de o preço dos imóveis já estarem se recuperando, nós estendemos que há um espaço para a população continuar comprando e ter esses seis meses de carência”, afirmou o presidente da Caixa.

No período, o comprador pagará apenas seguros e a taxa de administração do contrato. De acordo com o banco estatal, a medida deve beneficiar 30 mil clientes até o final deste ano.

Para aqueles com o contrato imobiliário ainda vigente, a Caixa anunciou a possibilidade do pagamento de 75% ou 50% das prestações nos próximos meses. “Se você tem uma prestação de R$ 2.000, você pode pagar R$ 1.500 por seis meses. Ou pode ter uma redução ainda maior e pagar metade do valor [R$ 1.000] por três meses”, disse Guimarães.

R7


Oiticica: Moradores aprovam a qualidade das casas na Nova Barra de Santana

Secretário João Maria Cavalcante reunido com moradores da comunidade Barra de Santana

O secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti, realizou, na manhã de hoje (08), mais uma visita a Nova Barra de Santana para verificar andamento das obras e apresentar as cinco tipologias das casas que vão realocar os moradores atingidos pela área alagada da Barragem de Oiticica, em Jucurutu. Uma comissão do movimento dos atingidos também participou da vistoria e aprovou o trabalho realizado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos.

Na presença de cinco futuros proprietários, o secretário mostrou as residências explicando todos os detalhes de engenharia envolvidos nos diferentes modelos de moradia. “Conseguimos reverter o serviço mal feito, já executado, e imprimir, além de ritmo, qualidade na construção dos imóveis” explica João Maria destacando também um avanço significativo na parte de planejamento urbano.

Estamos muito satisfeitos em ver como coisas estão avançando de forma organizada. O negócio agora está bonito de se ver! Gostaria de agradecer o empenho pessoal do secretário João Maria, que inclusive é engenheiro, e vem orientando muito bem os representantes da construtora” disse Euzimar Araújo morador de Barra de Santana.

Obra de construção das casas da nova Barra de Santana

A comitiva, que também contou com representantes do consórcio construtor, EIT/ENCALSO, visitou os terrenos onde serão construídas os comércios, indústrias e serviços.

O andamento da obra está em ritmo bastante satisfatório, os moradores já estão relatando isso desde a semana passada e hoje fortalecemos ainda mais essa constatação” frisou Procópio Lucena, assessor do Movimento dos Atingidos.

A obra da Nova Barra de Santana se encontra atualmente com 55% de execução. De acordo com o titular da Semarh, se os repasses federais continuarem sendo mantidos, o cronograma estabelecido que prevê a conclusão da obra até final de 2021 será atendido. “Verificamos também que todos os protocolos de segurança para evitar o contágio pelo novo coronavírus continuam sendo respeitados por parte da empresa”, finaliza João.

Histórico

A gestão da Governadora Fátima Bezerra deu um importante passo na construção de Barra de Santana, quando no início de 2019 a Semarh observou que a empresa responsável pela obra e já não tinha mais condições técnicas de prosseguir com o trabalho. Com amparo legal da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Ministério Público, a Semarh realizou o distrato com o Consórcio anterior e no final de Dezembro de 2019, a Governadora assinou da ordem de serviço da obra para continuidade da Nova Barra de Santana.

Barra de Santana

Com a Barragem de Oiticica, a atual Barra de Santana será alagada e as 240 famílias serão realocadas nas 186 moradias que serão construídas na Nova Barra de Santana. A construção da nova localidade contará com praças, escola, creche, réplica da igreja católica, lotes para desenvolvimento de atividades industriais e infraestrutura com água, energia, saneamento básico, pavimentação e acessibilidade.


MPF cobra melhoria nas futuras casas dos moradores desalojados pela Barragem de Oiticica

Casas da Nova Barra de Santana deve ter melhorias

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com uma ação civil pública contra o Estado do Rio Grande do Norte, o Consórcio Solo-Consbrasil e a KL Engenharia, por causa dos problemas detectados nas casas que vêm sendo construídas para receber a população transferida do local que será a futura Barragem de Oiticica, em Jucurutu.

A população da comunidade de Barra de Santana – que será transferida para a área que ficou conhecida como Nova Barra de Santana – já vinha denunciando falhas nos imóveis em construção. No início deste ano, 38 casas sofreram desabamento de parte de suas estruturas em decorrência de fortes ventos e chuvas na região.

O fato chamou ainda mais atenção para os possíveis problemas, tanto do ponto de vista do material e da técnicas que vinham sendo utilizados na obra, quanto ao risco que essas falhas podem representar à vida dos futuros moradores.

Continue lendo


Governo garante moradias para Porto do Mangue e Jardim de Piranhas

Reunião com Prefeito Elídio – (Foto: Ivanizio Ramos)

Mais duas cidades do Rio Grande do Norte foram contempladas com o Programa Moradia Cidadã: Jardim de Piranhas e Porto do Mangue. Na tarde desta segunda (4), o governador Robinson Faria, acompanhado do Diretor Presidente da Companhia Estadual de Habitação do Estado do RN (CEHAB), João Ronaldo da Nóbrega Filho, recebeu os prefeitos Elídio Queiroz e Hipoliton Sael para assinarem o termo de cooperação técnica para a construção de unidades habitacionais nos respectivos municípios.

Para Jardim de Piranhas o termo reserva o investimento total de quase R$ 3 milhões, com recursos estaduais e federais, que irá diminuir o déficit habitacional da cidade com a construção de 50 novas moradias e mais de 150 Cartões-Reforma.

Já Porto do Mangue será beneficiado com 30 unidades habitacionais, além de 166 Cartões-Reforma. Um montante de quase R$ 2 milhões que trará moradia digna e melhor qualidade de vida para dezenas de famílias.


Caicó é contemplada para construção de 432 casas do Programa Minha Casa Minha Vida

Caicó ganhará de programa do Governo Federal

Nesta quarta-feira (28), o Diário Oficial da União publicou uma portaria do Ministério das Cidades incluindo Caicó para a construção de 432 casas através do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal.

“Luta direta do nosso mandato e do deputado Rogério Marinho. Caicó foi o único município do Rio Grande do Norte contemplado. São 30 milhões de reais de investimento e as casas serão construídas no bairro Nova Caicó. Vamos seguir os passos para a contratação junto à Caixa”, disse o prefeito Batata Araújo.

O gestor destacou que a obra vai gerar dezenas de empregos para vários profissionais da construção civil, e que vale a pena trabalhar pelo Município de Caicó para realizar obras importantes e promover o desenvolvimento da cidade.


Inquilinos recebem chaves das primeiras 40 casas da Nova Barra de Santana

Moradores tiveram pré-entrega de casas da Nova Barra de Santana

As primeiras 40 casas na Nova Barra de Santana tiveram a pré-entrega das chaves aos seus proprietários, nesta tarde de quarta-feira, durante reunião na Igreja do distrito de Barra de Santana. A entrega definitiva acontecerá após a implantação da infraestrutura de saneamento básico, parte hidráulica e de energia implantada!

Continue lendo


Prefeito sanciona lei que doa terreno para programa habitacional em Caicó

Terreno para construção de casas já foi escolhido e doado

O Município de Caicó anuncia mais uma boa notícia para os servidores que ainda não têm casa própria, mas que esperam pela concretização de um novo programa habitacional pleiteado pela prefeitura.

O prefeito Batata Araújo sancionou a lei aprovada pela Câmara Municipal que autoriza a doação de um terreno localizado no bairro Nova Caicó, medindo 45.408 metros quadrados ao Instituto Anastasis de Desenvolvimento.

O terreno destinar-se-á exclusivamente à promoção, por parte do instituto, para programa habitacional destinado a contemplar o programa Parcerias Minha Casa Minha Vida, para os servidores públicos efetivos do Município de Caicó, nos termos do edital de chamamento público 003/2016.


Moradia Cidadã Servidor: professora é a primeira a financiar casa própria

Professora é a primeira financiar casa pelo programa Moradia Cidadã Servidor

Em menos de 30 dias de inscrição do programa Moradia Cidadã Servidor, o Governo do Estado, por meio da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Cehab), já registra seu primeiro contrato assinado de imóvel com desconto exclusivo oferecido pelo Governo do RN. Aos 26 anos de idade, servidora pública Maria Fabíola Lays Alves Cunha realizou seu grande sonho, ao adquirir uma casa no Bosque dos Pássaros II, no bairro Alto de Sumaré, em Mossoró. O empreendimento faz parte do programa Minha Casa Minha Vida, faixa 2.

Para ela, que é lotada na Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC), como professora de ensino médio na Escola Estadual Governador Dix-Sept Rosado, o Moradia Cidadã Servidor veio em boa hora. “Sou grata ao governador pela oportunidade que ele me deu para conseguir minha casa própria, nesses tempos de instabilidade econômica. Moro com minha mãe, há 20 anos estávamos em uma casa alugada, mas agora temos a nossa. Também agradeço muito à equipe da CEHAB, que foi prestativa, atenciosa e ágil. Ainda elogio o trabalho da construtora e da Caixa Econômica. Fomos super bem tratadas. A casa é excelente e o local é bem tranquilo”, destacou Fabíola.