Cassinho é investigado por assaltos à bancos e lotérica no Rio

Policiais acreditam ser Cassinho na imagem; Ele teria praticado assalto em casa lotérica do Rio

A prisão de Cássio Augusto de Souza, o Cassinho de Bobó, de 26 anos, como também é conhecido, aconteceu em Itaguaí na Baixa Fluminense (Rio de Janeiro).

Os policiais que pertencem à 50ª DP que efetuaram sua prisão, disseram que ele já estava sendo investigado como suspeito de ter praticado um assalto à uma casa lotérica no dia 13 de fevereiro, em Itaguaí. Suas características foram reconhecidas pelas imagens das câmeras de segurança do prédio.

A prisão de Cassinho, se deu no centro da Cidade de Itaguaí. Ele estava na garupa de um mototaxista quando foi interceptado. Os policiais desconfiaram dele e resolveram abordá-lo. Logo, descobriram que existiam 6 mandados de prisão expedidos em seu desfavor no Nordeste.

Os policiais também investigam a possível participação do seridoense, em duas explosões de banco ocorridas na cidade de Belford Roxo, também na Baixada Fluminense e teriam ocorrido nos dias 26 de fevereiro e 7 de março. A agência atacada foi da Caixa Econômica Federal.



Foragido da Justiça do RN, jucurutuense, Cassinho, é preso no Rio de Janeiro

Cassinho foi preso no Rio de Janeiro pela Polícia

Policiais civis do Rio de Janeiro, com o apoio da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, prenderam, nesta sexta-feira (17), Cássio Augusto de Souza, vulgo “Cassinho de Jucurutu”, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas na região do Seridó. Cássio estava foragido do Centro de Detenção Provisória de Patu desde abril de 2016, sendo encontrado no Rio de Janeiro, onde estava na residência de uma senhora também acusada pelo crime de tráfico de drogas.

Investigações realizadas por policiais civis de Patu, com o apoio do Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do RN (NIP), apontam que Cassinho passou a integrar uma quadrilha de assalto a instituições bancárias, e que tem atuado principalmente na região Oeste do Rio Grande do Norte.