Prefeito de Ceará-Mirim é cassado e novas eleições serão convocadas

Marconi Barreto foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral

O prefeito de Ceará-Mirim, Marconi Barreto (MDB), teve seu mandato cassado. Em sessão na manhã desta quinta-feira (22), o Tribunal Superior Eleitoral analisou e negou recurso do prefeito, que permanecia no cargo por força de liminar após cassação por parte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN). Agora, novas eleições deverão ser convocadas.

Marconi Barreto, que também é proprietário e presidente de Honra do Globo Futebol Clube, foi condenado por abuso do poder econômico nas eleições de 2016, quando disputava o cargo e custeou obras de drenagem e abertura de canais em trechos de rio que percorrem povoados em Ceará-Mirim. Segundo a denúncia movida pela Coligação Esperança do Povo, o pagamento pelas obras teria influenciado na disputa eleitoral, já que beneficou diretamente população que depende da água para a agricultura. 

Apesar dos apelos da defesa do prefeito, os sete ministros do TSE decidiram manter a cassação e determinar a saída de Marconi Barreto do cargo.
Com a decisão, ficou determinado o prazo de 90 dias para que Ceará-Mirim tenha novas eleições. Até lá, o presidente da Câmara Municipal de Ceará-Mirim, Ronaldo Venâncio (PV), ocupará o comando do Executivo Municipal.


Ação do MPRN prende vereador suspeito de envolvimento com milícia em Ceará-Mirim

Uma ação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) prendeu nesta terça-feira (25) Luciano Morais da Silva, vereador do município de Ceará-Mirim. Ele, que também é advogado, é suspeito de envolvimento com uma milícia que atuava na região e de ser o autor intelectual de pelo menos um assassinato registrado na cidade. Segundo as investigações do MPRN e da Força Nacional, Luciano Morais encomendou o homicídio de Micarla Araújo do Nascimento, crime ocorrido em 20 de outubro de 2016, por R$ 4.500.

O crime teria sido motivado pelo fato de Micarla fazer críticas à atuação de Luciano enquanto detentor de cargo público e por, através de uma ordem dele, ter sido presa e torturada. Luciano Morais já havia sido condenado a 4 anos e 8 meses de prisão por essa tortura, crime cometido na época em que era secretário de Defesa Social de Ceará-Mirim. Micarla do Nascimento foi assassinada por volta das 18h30, em Ceará-Mirim, após ser atingida por disparos de arma de fogo, todos na da cabeça e pescoço. No dia do crime, ela foi até a Câmara Municipal no período da tarde, momento em que ocorria sessão legislativa com a presença de Luciano Morais e fez alguns comentários em relação ao vereador.

Ele chegou a ser aconselhada por uma servidora da Casa a deixar o ambiente para evitar uma discussão, aceitando o conselho. Após deixar o prédio, Micarla do Nascimento foi a pé para casa, sendo abordada e executada a tiros por homens que ocupavam um carro.

As investigações do MPRN apontam que Luciano Morais entrou em contato com vários membros relevantes do grupo de extermínio e contratou, segundo relato de colaboradores, a morte de Micarla Araújo. Ela foi assassinada por Damião da Costa Claudino, atualmente detido no presídio federal de Catanduvas/PR; Diego Cruz Silva, presido do sistema carcerário potiguar; Adilson Lima da Cruz, também detido no presídio federal de Catanduvas; e ainda Jackson Botelho e Raimundo Bezerra de Souza, ambos já falecidos.

O MPRN destaca a conduta delitiva do grupo, que não ofertou qualquer espécie de chance de a vítima se defender, matando-a com um número desproporcional de disparos, de forma cruel e desnecessária.

Em relação ao vereador Luciano Morais, o MPRN reforça ser uma pessoa que pode se utilizar se cargo ou conhecimento, como advogado, para coagir testemunhas e demais fontes de provas, sendo a prisão dele uma medida imperiosa para o resguardo da regular instrução criminal.

O coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do MPRN, Fausto França ressaltou a importância da prisão preventiva de Luciano Morais. “Essa prisão preventiva é importante pela gravidade em concreto do crime e o temor que a situação impõe às testemunhas do processo, o que impossibilita a realização de uma instrução tranquila, caso o réu estivesse em liberdade. A investigação aponta a alta periculosidade dele, fazendo-se necessária a prisão”.


Polícia Civil de Ceará Mirim cumpre mandado e prende suspeito no distrito de Oitizeiro

FELIPE DOS SANTOS foi preso nesta terça

Agentes da Delegacia Municipal de Ceará Mirim deram cumprimento, na manhã desta terça-feira (08), a um mandado de prisão em desfavor de Felipe dos Santos Carvalho, 25 anos. O suspeito foi preso no distrito de Oitizeiro, zona rural da cidade. No momento da abordagem, os policiais apreenderam uma trouxinha de maconha em sua residência.


Operação Cabresto apreende material de campanha de candidatos em Ceará-Mirim

A operação Cabresto, deflagrada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) na manhã desta sexta-feira (28), cumpriu mandados de busca na Fatex Cursos e nas casas de seu sócio Erasmo Juvêncio da Silva e sua esposa Gabriella Dantas da Silva, em Ceará-Mirim. Nesta tarde, a Justiça Eleitoral levantou o sigilo do processo.

A ação se baseou na denúncia feita por eleitores que foram procurados pela diretora financeira da instituição, Gabriella Dantas, que teria proposto a quitação de uma dívida em troca do compromisso de conseguir cinco votos em favor do candidato a deputado estadual Abidene. O eleitor fez a gravação da conversa e entregou ao MPE.

Continue lendo


Oitava fase da Operação Limpidare prende homens com arma e munições em Ceará-Mirim

Arma e munições apreendidas em Ceará-Mirim

Policiais que fazem parte da Força Nacional deflagraram a 8ª fase da Operação Limpidare no município de Ceará-Mirim, nesta quarta-feira (06) e cumpriram 12 mandados de busca e apreensão, em residências de investigados por cometimento de delitos. A Operação resultou na prisão em flagrante de dois homens e na apreensão de armas, munições e equipamentos eletrônicos.

A Delegacia Municipal de Extremoz autuou em flagrante os suspeitos em Célio Batista Bezerra, 41 anos, pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e munição de uso permitido e Paulo Ricardo Dantas Cunha, 60 anos, pelo crime de posse ilegal de munição de uso permitido. Durante a ação policial foram apreendidos um revólver calibre 38; 11 munições calibre 38; uma munição calibre 9 milímetros; um cano de pistola; sete munições calibre 12; dois coldres de revólver; celulares, equipamentos eletrônicos e mídias.

Além das prisões, um homem será investigado pela Delegacia Especializada de Defesa à Criança e ao Adolescente (DCA), pois estava em posse de imagens pornográficas relacionadas ao crime de pedofilia.


Operação Integrada em Ceará-Mirim prende três suspeitos

Operação foi realizada em Ceará-Mirim

A Polícia Civil, Polícia Militar, Guarda Municipal de Ceará-Mirim e Agentes de Proteção do Poder Judiciário realizaram, nesta quarta-feira (30), mais uma Operação Integrada na cidade de Ceará-Mirim, com o intuito de coibir a criminalidade no município. Como resultado da Operação, três suspeitos foram presos em flagrante.

Em patrulhamento pelo bairro Santa Águeda, os agentes realizaram uma abordagem a Alan Santos de Oliveira e Francisco Rafael dos Santos Silva, ambos em atitude suspeita na região. Com eles, estava uma Moto Yamaha XTZ com queixa de roubo. Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia e, durante os procedimentos, foram reconhecidos. Com a dupla os policiais apreenderamposteriormente, o revólver utilizado no roubo e um celular, sendo autuados pelo crime de roubo.

Com a continuidade do patrulhamento, os policiais abordaram um grupo em frente a uma residência no centro de Ceará-Mirim. Durante as revistas, os agentes realizaram uma incursão na casa que pertence a José Venâncio de Lima Neto, e encontraram no quintal da casa dois revólveres calibre 38, munições intactas e deflagradas e oito celulares. José Venâncio foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.


MPF promove busca e apreensão na Prefeitura de Ceará-Mirim

O Ministério Público Federal (MPF) obteve um mandado de busca e apreensão na sede da Prefeitura de Ceará-Mirim, localizada a 28 quilômetros de Natal. O objetivo foi recolher material que possa subsidiar as investigações sobre possíveis irregularidades em um contrato de prestação de “serviços de transporte de estudantes e passageiros diversos”, firmado em 2016. O mandado foi cumprido por oficiais de Justiça e servidores do próprio MPF, na manhã desta terça-feira (22).

Continue lendo


Operação conjunta apreende adolescentes e drogas em Ceará-mirim

Operação aconteceu em Ceará-Mirim

Uma ação conjunta da Polícia Civil, Polícia Militar, Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), Guarda Municipal, Coordenadoria Municipal de Trânsito e Agentes de Proteção Judicial de Ceará-Mirim resultou na Operação Comunidade Segura, na noite desta sexta-feira (18), visando coibir a criminalidade e combater a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Na oportunidade, os agentes de trânsito realizaram vistoria em 198 veículos, sendo 102 motos, 86 carros e 10 ônibus. Os policiais civis, a guarda municipal e os agentes de proteção judicial fiscalizaram os estabelecimentos comerciais. Cerca de 16 adolescentes foram apreendidos e, em seguida, entregues aos seus responsáveis. Nas incursões, foram encontradas dez trouxas de maconha, um triturador e papéis de seda, utilizado para o consumo de drogas.

A operação contou com o apoio da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, da Delegacia de Polícia da Grande Natal (DPGRAN), e da Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTRAN).