Câmara escolheu membros de comissões que conduzirão investigação contra Batata e Lobão

Vereadores instalaram Ceis para apurar denúncias contra Lobão e Batata

Foi aprovado com unanimidade na sessão desta segunda-feira (15), a instauração de duas Comissões Especiais de Inquérito, para apreciar os documentos sigilosos enviados pelo Ministério Público, para Câmara de Caicó que envolve o prefeito Robson Araújo e o vereador Raimundo Inácio Filho, ambos afastados de suas funções.

A mesa diretora seguiu rito de escolha dos seus membros através de sorteio, embasado no Decreto Lei 201/67, que dispõe sobre a responsabilidade de prefeitos e vereadores. Na primeira CEI, que investigará a documentação que envolve Batata terá como presidente a vereadora Maria Cleide (PP) e relatora Ivonete Dantas (MDB). Já a segunda, que analisará o envolvimento do vereador Lobão, será presidida pelo vereador Ivanildo dos Santos e terá como relatora também a vereadora Ivonete Dantas.

Nesta terça-feira (16), haverá a primeira reunião com os membros das duas CEIs. O presidente da Câmara de Caicó, Odair Diniz em entrevista à imprensa destacou que seguiu à risca o regimento interno e espera agora que as Comissões também façam o mesmo para que não exista nenhum atropelo que dê caráter de nulidade as mesmas.



Câmara de vereadores de Caicó instala comissões que podem cassar Lobão e Batata

Os vereadores de Caicó, instalaram na sessão desta segunda-feira (15), duas Comissões Especiais de Investigação, sendo uma para apurar denúncias contra o vereador, afastado, Lobão Filho (MDB) e a outra, denúncias contra o prefeito, também, afastado, Robson de Araújo (PSDB).

As duas comissões podem cassar os mandatos dos dois políticos que estavam presos até semana passada quando foram postos em liberdade pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Ambos foram presos na operação Tubérculo do Ministério Público.

A Câmara Municipal já tem uma Cei instalada para cassar o mandato do prefeito Batata, mas, esta está parada por decisão judicial.



Vereadores devem apreciar esta semana pedido de instalação de CEI para cassar Batata

A Câmara de Vereadores de Caicó, deve apreciar na próxima quarta-feira (26), o pedido de instalação da Comissão Especial de Investigação para cassar o prefeito afastado, Robson de Araújo (Batata), que está preso.

O Ministério Público denunciou o gestor afastado por crimes de corrupção passiva (duas vezes), dispensa indevida de licitação, corrupção ativa (duas vezes) e associação criminosa.

De acordo com informações de fontes do Blog, para criar a CEI, os votos estão garantidos.



Câmara vai apurar pagamento de energia de prédios públicos feito por Batata

Nova CEI é instalada na Câmara de Vereadores de Caicó

Uma nova Comissão Especial de Investigação – CEI está sendo instalada na Câmara Municipal de Caicó. O objetivo agora é apurar as denúncias feitas pelo popular, Felipe Costa, a cerca do pagamento da energia elétrica de prédios públicos pela Prefeitura Municipal.

De acordo com a denúncia, o gestor, Robson Araújo (PSDB), teria desrespeitado o artigo 4º, VII e VIII do Decreto-Lei
nº 201, de 27 de fevereiro de 1967, e cometido infração político-administrativa sujeita ao julgamento pela Câmara de Vereadores.

O dispositivo destaca a omissão e negligência na defesa de bens, rendas direitos ou interesses do Município e ainda que teria ocorrido falha por causa da suspensão do fornecimento de energia elétrica nos prédios públicos municipais por negligência da equipe técnica, uma vez que que deixaram débitos em aberto, apesar de devidamente notificados.

A nova CEI é composta pelos líderes dos partidos da Câmara de Vereadores, mas, pode ocorrer mudança entre os membros o que deve ocorrer até a próxima sessão na quarta-feira (28).



Caicó: CEI da Cosip indiciou Roberto Germano, Bibi Costa e Batata

A Comissão Especial de Investigação instalada na Câmara de Vereadores de Caicó, para apurar supostos desvios dos recursos da Contribuição de Iluminação Pública, concluiu pelo indiciamento dos ex-prefeito Roberto Germano, Bibi Costa e o atual gestor, Robson Araújo (Batata).

O relatório conclusivo da investigação foi divulgado na manhã desta segunda-feira (19), pelos vereadores, Rangel Araújo (PDT) e Alisson Jackson (PROS).

De acordo com o relatório, os indiciados incorreram em erros e praticaram atos de improbidade administrativa. Com isso, tendo em vista a aplicação irregular dos recursos da COSIP, ficou estampado e caracterizado o favorecimento ilegal, dos permissionários no município de Caicó/RN.

O atual gestor desrespeitou a Lei 201 de 1967, com infração político-administrativo sujeita ao julgamento pela Câmara de Vereadores, tendo em vista que, respectivamente, praticou ato de sua competência ou omitiu-se na sua prática, e omitiu-se ou negligenciou-se na defesa de bens, rendas, direitos ou interesses do Município, sujeitos à administração da Prefeitura.



CEI da Cosip apresentará relatório na próxima segunda

Cei da Cosip vai apresentar relatório

Após a apuração dos fatos e a fase de oitivas, a  Comissão Especial de Inquérito da Cosip se prepara para concluir seu trabalho. A relatória prepara o parecer final para ser analisado e votado na próxima segunda-feira (19), a partir das 7:30 na sala de reuniões da Câmara de Vereadores de Caicó.

De acordo com o presidente da CEI, José Rangel (PDT) o trabalho foi bastante minucioso e trará todos os esclarecimentos para a população de Caicó a respeito das receitas e despesas da arrecadação da Cosip desde a sua criação. O relator Alisson Jackson e o presidente da CEI concederão entrevista à imprensa a partir das 10h.

Indagado sobre as medidas tomadas após a apresentação dos dados, o relator Alisson Jackson (PROS) disse que todas as recomendações  serão enviadas ao Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado.



CEI ouviu prefeito Batata e mais cinco sobre recursos da Cosip

A Comissão Especial de Investigação instalada na Câmara de Vereadores de Caicó, que apura o uso dos recursos da Contribuição Social Pública – Cosip, fez a oitiva de pelo menos 5 pessoas.

Na sexta-feira (27), a Cei ouviu o Prefeito Robson Araújo (Batata), os ex-secretários, Abdon Maynard (Infraestrutura), Marcos Airton (Finanças), Tânia Dantas (Controladora) e Francisco Oliveira (Atual titular da pasta das Finanças).

O blog Sidney Silva soube que houve muito disse me disse.



Caicó: Vereadores da Cei da Cosip se reúnem com Promotor de Justiça

Vereadores da Cei terão reunião com membros do Ministério Público – (Foto: Sidney Silva)

O vereador José Rangel de Araújo (PDT) confirmou ao Blog Sidney Silva que na próxima segunda-feira (18), às 11hs, os representantes da Comissão Especial de Investigação – CEI irão participar de reunião com membros do Ministério Público Estadual. O objetivo é viabilizar o repasse de documentos que possam interessar na investigação que os Edis estão tocando na Câmara para saber mais sobre o uso de recursos da Contribuição Social de Iluminação Publica – COSIP.

Nós queremos ter uma conversa para ver o que podemos compartilhar de informação. Os objetivos são os mesmos, que é, deixar os recursos da Cosip de forma transparente, ou seja, se foi utilizado bem ou se teve algum problema“, disse.



Comissão de Investigação instalada na Câmara teve reunião com representante da Prefeitura

Os trabalhos da Comissão Especial de Investigação (CEI) da Câmara de Vereadores de Caicó que vai apurar denúncias de suposto mal-uso de recursos financeiros da Contribuição de Iluminação Pública – Cosip, foram iniciados nesta terça-feira (05), e um dos primeiros atos foi se reunir com o Procurador do Município, Pedro Rocha e a Controladora Tânia Maria Dantas Ramos.

Em entrevista a imprensa, o presidente da Comissão, o vereador José Rangel, disse que os trabalhos contarão com a participação de sete vereadores, assessoria jurídica da Casa Legislativa, além de outros profissionais especialistas, se por ventura for necessitado.

Da reunião com o procurador do município, José Rangel, explicou que o município ficou encarregado de enviar a documentação necessária, já que, os dos anos de 2016 e parte de 2017, foram levados pelo Ministério Público na Operação Blackout, embora isso vá ser problema, haja vista, a Comissão poder ter acesso através do pedido feito pela Câmara de Vereadores.

Sobre o trabalho, serão analisados os recursos recebidos e aplicados desde 2002 e o relatório final enviado aos órgãos cabíveis.

Sobre o tempo de vigência da CEI, será analisado neste primeiro momento no período de 30 dias, podendo ser prolongado caso necessite.

O objetivo da CEI, é dar uma resposta a sociedade caicoense sobre a aplicação dos recursos financeiros.




Mara consegue aprovação da CEI que investigará recursos da Cosip em Caicó

Vereadora Mara Costa consegue instalar Comissão na Câmara Municipal

Com embasamento jurídico favorável,  a vereadora Mara Costa conseguiu a aprovação da Comissão Especial de Investigação dos recursos da Contribuição de Iluminação Pública de Caicó.

A Comissão será formada por sete edis que são líderes de partido na Casa, que hoje apresenta representantes de oito siglas partidárias: PP (Erinaldo Lino, Diogo Silva e Maria Cleide), PRP ( Andinho e Zé Filho), PMDB (Ivonete Dantas, Dr. Júlio e Lobão), PR (Rosângela), PSDC (Odair Diniz), PROS ( Mara, Alisson e Ivanildo do Hospital), PHS (Zaqueu Fernandes) e PDT (José Rangel). Lembrando que o presidente Odair Diniz não pode participar da Comissão e o partido que só tiver um membro será automaticamente o seu representante, ficando os demais ainda a serem escolhidos mediante votação interna dentro da sigla.

Os partidos terão cinco dias úteis para enviar a Casa Legislativa, através de oficio, o nome dos representantes que integrarão a Comissão.

Mara explicou que a Casa não está para condenar a atual gestão e sim para apurar os fatos com maior celeridade que tem amplos poderes no processo de apuração das investigações junto ao Ministério Público. “Nós esperamos que todos os membros da Comissão sejam imparciais e cada passo tomado será informado a população de Caicó“, disse Mara.



Opinião: Leitor do Blog critica negativa de alguns vereadores para assinar CEI

Por Pedro Paulo – O interessante que esses vereadores cada um que queira montar uma comissão, mas, não unem forças em apenas uma única. Uma troca de favores de assinar se fulano assinar. Na minha opinião, vai acabar desfocando as “investigações”.

Depois de se negarem a assinar, aí querem destaque criando uma outra, e outra, e outra comissão. Daqui uns dias terá mais comissão do que vereador. Ao que dar a entender é que a oposição, se é que EXISTE, está QUASE toda aliada e fazendo vista grossa aos acontecimentos ou chamada visão de mula, só enxerga para frente.

Ainda dizem que tem motivos particulares onde deveriam ser MOTIVOS COLETIVOS, JÁ QUE SÃO REPRESENTANTES DO POVO, ou será que os particulares são cargos? Facilidades no governo? Será que o particular supera o coletivo?! Vai entender.



Com cinco assinaturas, vereadora Mara Costa protocola pedido de abertura da CEI

A vereadora Mara Costa (PROS) conseguiu reunir as cinco assinaturas que precisava para dar entrada no requerimento para abrir a Comissão Especial de Investigação – CEI para acompanhar a investigação do Ministério Público na Operação Blackout e para investigar o uso dos recursos da Contribuição Social de Iluminação Pública – Cosip.

Os vereadores que assinaram o requerimento foram: Mara Costa, Anderson Duarte, Diogo Silva, Odair Diniz e Rosângela Queiroz.

A vereadora protocolou o requerimento na Câmara, no final da manhã desta quinta-feira (10) e na próxima segunda-feira, dia 14, durante a sessão ordinária, vai ser deliberado. O prazo para instalação da CEI é de 5 dias.