Polícia Civil prende cinco suspeitos por homicídio e tráfico de drogas em Cerro Corá

Ação aconteceu nesta quarta em Cerro Corá

Policiais civis da 3ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Caicó e da Delegacia Municipal de Currais Novos, com o apoio da Polícia Militar, deflagraram, na manhã desta quarta-feira (26), uma operação que resultou no cumprimento de cinco mandados de prisão temporária e cinco mandados de busca e apreensão. Todos os cinco alvos das diligências foram presos no município de Cerro Corá.

Ao longo da operação, foram apreendidos: sete aparelhos celulares, o valor de R$ 810,00 em dinheiro fracionado, comprovantes de depósitos bancários e diversos chips SIM-cards. As investigações elucidaram um crime de homicídio, praticado no município de Cerro Corá, que teve motivação ligada à prática do crime de tráfico de drogas. Além disso, foi identificado um ponto de venda de drogas e seu proprietário na cidade de Cerro Corá.

Gilmara Cecília Gomes de Araújo, apontada como possível autora do homicídio, foi presa. Além dela, foram presos: João Maria Pinheiro Filho, Hailla Moise Santos da Silva, Machael Douglas Rodrigues Guedes da Silva e Eduardo Santos da Silva.

Todos os cinco suspeitos foram encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.


Primeira morte por Covid-19 na região do Seridó é de uma criança de 1 ano e 7 meses de Cerro Corá

Confirmada o primeiro caso e com registro de morte por Covid-19 na região do Seridó. Trata-se de uma criança de apenas 1 ano e sete meses de idade e que morava na cidade de Cerro-Corá. De acordo com Célia Guimarães, secretaria de saúde do município a criança nasceu com alguns problemas de saúde e ficou internada por um bom período em um Hospital em Natal, e há 20 dias tinha voltado para a casa dos seus pais em Cerro-Corá.

Quando ela chegou, com 10 dias da alta apresentou os primeiros sintomas e no dia 03 deste mês foi encaminhada para o Hospital Maria Alice em Natal”, contou a secretária.

A criança faleceu as 5 horas da manhã desta sexta (10) em Natal, tendo sido sepultada no mesmo dia seguindo todos os protocolos do Ministério da Saúde. A secretária disse ter sido informada do resultado do exame as 15 hora deste sábado (11).

Blog do Marcos Dantas


Pedido de vista suspende decisão do TRE-RN quanto ao pedido de cassação da prefeita de Cerro-Corá

Decisão foi suspensa na corte eleitoral do RN

Na tarde desta segunda-feira (24), a Justiça Eleitoral potiguar realizou a análise do recurso eleitoral que pedia a cassação e perda de mandato eletivo de Maria das Graças de Medeiros Oliveira e José Medeiros de Araújo, respectivamente, prefeita e vice-prefeito do município de Cerro-Corá, em virtude de supostas irregularidades na prestação de contas da campanha eleitoral de 2016.

O caso foi apreciado sob relatoria do juiz Wlademir Capistrano, o qual votou pelo desprovimento do recurso, mantendo a decisão acerca da não cassação do mandato. No entanto, o desembargador Cornélio Alves pediu vista para realizar uma análise mais aprofundada do recurso e, posteriormente, colocá-lo novamente em pauta para decisão final.

Na sessão plenária ainda foram analisados embargos de declaração e recursos referentes a alguns registros de candidatura para as Eleições 2018. A próxima sessão acontece amanhã (25), a partir das 14hs, no Plenário do TRE-RN.


Cerro Corá: Justiça decreta ilegalidade de contrato da Prefeitura com escritório de advocacia

Em ação ajuizada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a Justiça potiguar determinou a anulação de contrato feito pelo Município de Cerro Corá com um escritório de advocacia e, em seguida, a estruturação da Procuradoria Municipal. A empresa está proibida de representar o município, com a ressalva de que os assessores jurídicos do quadro de Cerro Corá deverão assumir a tarefa até a estruturação da Procuradoria.

O órgão deverá ser composto por no mínimo um procurador-geral de livre indicação do prefeito e um advogado público contratado e concursado. O prazo para a adoção dessas medidas é até o final de 2018.

Continue lendo


Contrato de Cerro Corá com escritório é ilegal e Município deve criar procuradoria própria

A Primeira Vara de Currais Novos julgou por meio de sentença a ilegalidade da contratação pelo município de Cerro Corá de um escritório de advocacia e determinou que seja criada uma Procuradoria Municipal nessa localidade, situada a 143 quilômetros de Natal.

O processo foi ajuizado pelo do Ministério Público do Rio Grande do Norte que apontou a ilegalidade na contratação de um escritório de advocacia feita de forma meramente verbal e não mediante a observância dos devidos procedimentos de inexigibilidade e dispensa de licitação.

Continue lendo


Cerro Corá tem abastecimento de água interrompido devido a furto de cabos

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) informou que o abastecimento de água em Cerro Corá, cidade do interior do estado, foi interrompido. A suspensão aconteceu devido ao furto de cabos do transformador da estação.

Ao todo, cerca de 120 metros de cabo foram furtados. Pelos próximos 15 dias, a cidade será abastecida em sistema de rodízio pela adutora Serra de Santana, com captação na barragem Armando Ribeiro Gonçalves. Neste período, a Caern fará a aquisição e a substituição do equipamento subtraído.


A pedido do MPRN, Justiça determina afastamento da prefeita de Cerro Corá

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) conseguiu o afastamento da prefeita de Cerro Corá, Maria das Graças de Medeiros Oliveira. A Justiça potiguar proferiu decisão pertinente a uma ação civil pública movida pelo MPRN contra a prefeita por prática de improbidade administrativa. Maria das Graças Oliveira firmou com Isabel Maria Leandro Bezerra um contrato de locação de imóvel sem a realização de licitação.

Continue lendo