China declara que Wuhan, cidade onde o surto se originou, está livre do coronavírus

Cidade estaria livre do Coronavírus

A cidade de Wuhan, onde o surto de coronavírus se originou, declarou neste domingo, 26, que está livre do vírus após os últimos 12 pacientes saírem do hospital. As informações são da porta-voz da Comissão Nacional de Saúde da China, Mi Feng.

Wuhan é considerada o epicentro da doença, com os primeiros registros de vítimas da covid-19 em dezembro do ano passado. Em janeiro, a cidade entrou em quarentena total, e só foi reaberta em 8 de abril.

Segundo a porta-voz da Comissão Nacional de Saúde da China, o último paciente em estado grave se recuperou na sexta-feira, 24. O homem de 77 anos de idade também foi o último caso grave na província de Hubei, onde se encontra a cidade.

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, a província inteira teve mais de 68 mil casos confirmados e 4.512 mortes até hoje. No mundo, as mortes por coronavírus já passam de 200 mil e os casos confirmados são superiores a 3 milhões.

Exame


RN e estado chinês formalizam parceria para projetos futuros

RN e estado chinês formalizam parceria para projetos futuros

O Rio Grande do Norte ainda colhe os frutos da visita da comitiva do Governo do Estado à China. Na noite desta quinta-feira, o governador Robinson Faria recebeu em seu gabinete um grupo de investidores e líderes chineses de Jiangxi, estado de grande relevância econômica naquele país. Na ocasião, foi selado um acordo que tornou Jiagxi e o RN “estados- irmãos”, o que facilita a consolidação de projetos futuros.

Mais uma vez, chineses vieram ao Rio Grande do Norte em busca de parcerias com o nosso estado. Eles estão interessados em investir em várias áreas, sobretudo na parte de mineração”, assinalou Robinson Faria.  “Nosso governo dará todo o apoio, segurança jurídica e agilidade para que eles se sintam confortáveis s e seguros para investir aqui”, acrescentou.

O estado de Jiagxi tem 46 milhões de habitantes, tem forte atuação na mineração, na fabricação de remédios e na área de tecnologias. A região tem tido um crescimento econômico médio anual de dois dígitos, e só no ano passado movimentou cerca de R$ 700 milhões de dólares em exportação com o Brasil.

Nós temos muitas semelhanças, entre elas, o forte potencial para a mineração. Nosso segmento de Xelita está em segundo lugar no mundo. Podemos fazer muitas parcerias com o Rio Grande do Norte”, assinalou Huang Yuejin, governador de Jiangxi.

Acompanharam a reunião os secretários do Desenvolvimento Econômico, Flávio Azevedo, de Gestão de Projetos, Vagner Araújo, e o diretor do Idema, Rodinelle Oliveira.


Governador destaca interesse dos chineses em investimentos multissetoriais no RN

Governador destaca interesse dos chineses em investimentos multissetoriais no RN

A comitiva norte-rio-grandense que esteve em missão oficial na China durante dez dias avançou significativamente no diálogo para a concretização de investimentos que ajudarão a economia potiguar a superar a crise. O balanço foi feito pelo governador Robinson Faria na tarde desta terça-feira (7), na Governadoria.

O chefe do Executivo Estadual ressaltou a importância da visita ao país asiático, sobretudo porque a missão oficial foi traduzida em possíveis investimentos dos chineses no estado nos próximos anos. O mais importante deles foi acordado com ao Chint, gigante mundial da produção de equipamentos  para a energia solar, em Xangai.

A reunião foi o desdobramento de um encontro estratégico realizada no Rio Grande do Norte em 2016, entre os chineses e o governador Robinson Faria. Do encontro, foi assinado na China um protocolo de investimento para instalação de uma fábrica de painéis fotovoltaicos que abastecerá toda a América Latina.

Continue lendo


Robinson conhece ZPE chinesa e propõe parceria comercial com RN

Robinson conhece ZPE chinesa e propõe parceria comercial com RN

O governador Robinson Faria e a comitiva potiguar em missão comercial na China visitaram, nesta quinta-feira, o Parque Nacional de Alta Tecnologia Industrial de Suzhou, que abriga uma Zona de Processamento de Exportações (ZPE) que recebe produtos de outros países e os processa para a distribuição na China. A ZPE de Suzhou, junto com outras zonas econômicas especiais, é apontada como viabilizadora do crescimento da produção industrial na China.

Foi uma visita muito importante dentro da nossa missão comercial na China, porque além de termos conhecido e compreendido o funcionamento desta área, fizemos contatos importantes, em que pudemos apresentar as potencialidades do Rio Grande do Norte, especialmente no que diz respeito à exportação de frutas, peixes, camarão e alimentos em geral, e percebemos um grande interesses dos chineses especialmente pela localização estratégica do nosso Estado”, afirmou o governador, a respeito da visita.

Continue lendo