“Eu credito que teremos inverno, mas, um pouco mais tarde”, diz profeta Chico Elpídeo

Chico Epídeo mostra galhos de uma Jurema que brota lentamente na zona rural de Caicó – (Foto: Sidney Silva)

Sidney Silva (Tribuna do Norte) – A espera do homem do campo pela chuva no semi-árido, é grande. Muitos queriam que o inverno começasse logo por causa da quantidade de anos de seca que castigou a região Nordeste. No Distrito Palma, distante 27 quilômetros da cidade de Caicó, o agricultor, Francisco Elpídeo de Medeiros, de 67 anos, um dos chamados “profetas do tempo”, conta as experiências que indicam se teremos chuvas volumosas ou se serão fracas. É na natureza onde ele encontra os sinais e avisa: “Vai ser um inverno médio”.

Algumas plantas que dizem que o inverno está chegando, não estão se manifestando e outras começaram, mas, de maneira muito lenta. Os animais, por exemplo, o Gavião Vermelho, a Siriema, ainda não deram sinais. Os pássaros que ficam em bando, começam a se acasalar e ainda não aconteceu. Quer dizer… Eu não acredito em um inverno, amanhã (falando da pré-estação chuvosa). Eu credito que teremos inverno, mas, um pouco mais tarde. Eu não acredito no inverno que estão dizendo (se refere aos meteorologistas) que vai ser acima da média. Mas, chove“, disse.

O caicoense, Chico Elpídeo, ainda citou as abelhas entre outros insetos como sendo partes da natureza que dão indícios de bom inverno ou de seca. “As abelhas, não tem “fiação” (não estão procriando). As formigas ainda não se manifestaram“, disse.

Mesmo com falta de sinais por parte dos animais, Elpídeo viu nas plantas indicativos para as chuvas que aliviarão um pouco o sofrimento do homem do campo. “O xiquexique tem dado sinais positivos. O xiquexique é uma das maiores experiências do homem do campo. Ele já deu um alerta. Mais ainda é pouco. O que acontece com ele é que a ponta da galha, ela fica amarelinha. Ela enche o espinho de água. No tronco, o espinho fica mole e aquela ponta cresce um pouco mais, com isso, pode esperar que vem chuva. O xiquexique também prepara uma lã e por trás dela dá um broto que é a sua flor. Se chover hoje, amanhã ele amanhece todo florado“, relata.

Mesmo que de forma lenta, a Jurema, que é uma árvore nativa da Caatinga, também está dando sinais de que a chuva virá. “Ela está cheia de botões adormecidos, aguardando a chuva. Agora, eu estou achando a coisa ainda muito devagar“, afirmou.

Anos de chuva e de seca

O profeta, Chico Elpídeo, finalizou nossa conversa falando sobre os anos de seca e de invernos bons em Caicó: “Eu quero lhe falar sobre o ano ’18’. Esse é o único número na história em que não houve uma seca. Nós tínhamos os anos de 12, 13 e 18, na mesma situação. Os dois primeiros já foram, ou seja, houve seca. “O ano de 1918, não foi bom de inverno. Foram registrados cerca de 520 milímetros. Agora, em 1919, só choveu 107 milímetros em Caicó. Foi uma seca grande. Em 1932, foram 111 milímetros e em 2012, o volume de chuva em Caicó, foi de 125 milímetros. Os anos que mais choveram em Caicó, foram: 1974, com 1.560 milímetros e 1985, com 1.558 milímetros“, contou.





Choveu em apenas duas cidades do RN nas últimas 24hs

Em apenas duas cidades do Rio Grande do Norte foram registradas chuvas entre às 07hs da manhã de terça-feira (09) e 07hs da manhã desta quarta-feira (10). A informação foi divulgada no boletim da Emparn. As informações dão conta que choveu em Paraú, 0,9mm e em Canguaretama, 2,6mm.

A Emparn está informando também que nas próximas 24hs, continuará atuando no Nordeste, o Vórtice Ciclônico de Ar Superior, o que manterá a condição de céu parcialmente nublado com ocorrência de pancadas de chuvas em todas as regiões do estado.



Emparn registrou chuva em 29 cidades do RN entre os dias 05 e 08 de janeiro

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte – Emparn, divulgou nesta segunda-feira (08), o boletim com os registros das chuvas entre os dias 05 e 08 de janeiro em pelo menos 29 municípios potiguares.

Confira:

Campo Grande (Particular 2) – 43,5mm
Campo Grande (Particular) 26mm
Major Sales (Prefeitura) 13,5mm
Janduis (Emater) 11mm
São Rafael (Emater) 9,9mm
Pau dos Ferros (Particular) 8mm
Alto do Rodrigues (Diba/Baixo Assu) 7,5mm
Parana (Emater) 7,5mm
Portalegre (Particular) 4,9mm
Barauna (Emater) 3,5mm
Sao Rafael (Particular Ii) 3,5mm
Vicosa (Prefeitura) 2,4mm
Luis Gomes (Delegacia) 2mm
Ipanguacu (Emater) 1mm
Marcelino Vieira (Emater) 1mm

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR

São Jose do Seridó (Associação Usuários Água) 40mm
São Jose do Seridó (Fz Caatinga Grande) 24,7mm
Fernando Pedroza (Emater) 24mm
São João do Sabugi (Emater) 19mm
Caicara do Rio dos Ventos (Particular) 14,7mm
São Fernando (Emater) 12,3mm
Florânia (Sítio Jucuri) 11,6mm
Cruzeta (Base Física da Emparn) 9mm
Jardim do Seridó (Emater/passagem) 5,9mm
Acari (Particular) 0,7mm
Angicos (Prefeitura) 0,4mm

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR

Parnamirim (Base Física da Emparn) 5,2mm
São Gonçalo do Amarante (Base Física da Emparn) 3,8mm
Baia Formosa (Destilaria Vale Verde) 0,4mm




São José do Seridó é banhada por chuva nesta quarta; Veja vídeo

A população da cidade de São José do Seridó/RN, foi surpreendida na tarde desta quarta-feira (18), com uma chuva. Os relatos dão conta que a precipitação não foi tão forte, mas, fato de já fazer alguns meses que não se registrava uma chuva por esses lados, encheu de esperança a população local.

A Emparn que também monitora as chuvas no Rio Grande do Norte, informa que em São José do Seridó, a última chuva caiu no dia 22 de julho deste ano, quando foram registrados 11 milímetros. De janeiro até este dia 18 de outubro, choveu na cidade, 404.9mm.

Veja o vídeo feito pelo morador de São José do Seridó, Carlos Alberto:



Sexta-feira (19) teve registro de chuva na região de Caicó

Chuva foi registrada em Caicó

Na noite desta sexta-feira (19), foi registrada chuva na região de Caicó. Os institutos de meteorologia informavam que não havia previsão de chover.

Confira alguns registros:

Conjunto Casas Populares (Caicó): 22mm; Bairro Paraíba (residência de Zé Preto ao lado da IV Ursap): 18mm; Granja Santa Izabel (Caicó): 15mm; Sitio Carrapateira (Caicó): 16mm; Sitio Saquinho (Caicó): 35mm; Sítio Bom Jesus (Caicó): 27mm; Sítio Cachoeirinha (Distrito da Palma): 55mm; Bairro Barra Nova (Caicó): 18mm e Lagoa do Meio (Caicó): 18mm.




Blog ERROU: Vídeo de carros sendo arrastados não foi em Jardim de Piranhas

O Blog Sidney Silva errou na manhã deste sábado (18), ao informar que a chuva registrada na noite desta sexta-feira (17), arrastou carros nas ruas da cidade de Jardim de Piranhas.

Estamos pedindo desculpas ao nosso leitor e reafirmar o compromisso de informar o que é verídico sempre prezando pela boa notícia.

O vídeo não foi em Jardim de Piranhas, inclusive, já tiramos do Blog.

Um abraço a todos e obrigado pela leitura diária em nosso site www.sidneysilva.com.br

Sidney Silva



Chuva de 124mm em Caicó; Confira registros pluviométricos

Registro de chuva em Caicó na noite de sexta quando faltou energia – (FOTO: Wllana Dantas)

Choveu forte em Caicó e em em alguns municípios e comunidades rurais na noite desta sexta-feira (17). As precipitações pluviométricas vieram carregadas de trovões e relâmpagos. Em determinado momento da noite, faltou energia elétrica em Caicó.

No Bairro Walfredo Gurgel, na residência de Marcelo, (Rua Pedro Diniz), choveu 124mm.

No sítio Lagoa do Meio, zona rural de Caicó, choveu mais de 200 milímetros e os açudes estão todos transbordando.

No Bairro Santa Costa, zona leste de Caicó, choveu 75mm.

Bairro Castelo Branco, choveu 98mm.

Sítio Barra da Espingarda, 60mm

Bairro Samanaú, 82mm

Bairro Soledade (Caicó) 128mm

Sítio Oiticicas (Caicó) 180mm

Perímetro Irrigado (Sabugi) 148mm

Sítio Riacho do Piató (Caicó) 130mm

Sitio Maravilha (Caicó) 120mm

Bairro IPE (Caicó) 78mm

Bairro Barra Nova (Caicó) 100mm

Presídio Pereirão (Caicó) 55mm

Sítio Quixeré (São João do Sabugi) 110mm

Sítio Mossoró (São João do Sabugi) 105mm

Bairro Vila do Príncipe (Caicó) 90mm

Rádio Vale no conjunto Cohab (Apodi) 130mm

Sítio Córrego (Apodi) 162 mm

Em Jardim de Piranhas, choveu 19mm



Chuva registrada em Caicó neste sábado (11) passou dos 80mm

Chuva registrada na noite deste sábado em Caicó foi acima de 80mm

Choveu forte na cidade de Caicó e na zona rural na noite deste sábado (11). As informações chegadas ao Blog Sidney Silva, dão conta que choveu no Bairro Barra Nova (residência de Luciano Fotógrafo), 90mm. No Centro Educacional José Augusto – CEJA, localizado no Bairro Penedo, o registro foi de 115mm.

Na EMPARN, localizada na zona rural de Caicó, choveu 101,4mm.

Na Fazendinha, em Acari, choveu 115mm.

As informações foram divulgadas por Arrison Soares.



Choveu em 10 cidades do Sertão da PB no primeiro dia de fevereiro

Do G1/PB – Onze cidades, sendo 10 do Sertão da Paraíba, receberam chuvas nesta quarta-feira (1), no início do período chuvoso no semiárido paraibano, que compreende o Sertão, Cariri e Curimataú. A previsão da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) é de chuvas satisfatórias, com início do período chuvoso em fevereiro e término em março, com maior predominância no último mês.

O maior registro de chuvas foi em Cajazeiras com 19 milímetros. O açude que abastece o município, Engenheiro Ávidos, também vem recebendo recarga de água nos últimos dias. O manancial tem capacidade para 255 milhões de metros cúbicos, mas está atualmente com 5,2% do volume total.

Neste primeiro dia da estação chuvosa choveu também São Bentinho (18mm), Sousa (14,6mm), Bom Jesus (11,5mm), Poço Dantas (9,1mm) e Cajazeirinhas (7,5mm). No Litoral choveu apenas em João Pessoa, que registrou 4 milímetros.

De acordo com a previsão meteorológica da Aesa, a atual configuração das condições oceânico-atmosféricas globais, bem como do resultado de modelos de previsão climática, indicam a tendência das chuvas ocorrerem dentro da média histórica no semiárido paraibano entre os meses de janeiro e março de 2017.



Chuva forte em Patos provoca alagamentos e derrubou teto de concessionária de carros

Uma forte chuva com rajadas de vento, que começou por volta das 19hs30m desta segunda-feira (09), foi suficiente para deixar várias ruas e avenidas de Patos alagadas e quase intransitáveis.

Ainda não há informação sobre a totalização dos pluviômetros instalados em alguns bairros, mas o temporal inundou boa parte da cidade sem maiores transtornos a população.

As rajadas de vento conseguiram derrubar algumas árvores e provocaram um incidente em uma revendedora de veículos que funciona após a Ponte Figueiredo, no Monte Castelo, chegando a derrubar boa parte do teto da empresa em cima de vários carros.

*Fonte: PortalPatos