Chuvas do RN ficaram acima da média no período de janeiro a maio de 2019

As chuvas registradas no período de janeiro a maio de 2019, no semiárido potiguar, de acordo com a análise pluviométrica do Rio Grande do Norte, elaborada pela Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) ficaram acima da média, em 12,1%, em relação aos últimos sete anos. “A chuva esperada para o período era de 587mm, enquanto que a registrada foi de 658 mm. A média climatológica utilizada neste estudo, refere-se aos postos pluviométricos com mais de 30 anos de dados no período de 1963 a 2007”, salienta o meteorologista, Gilmar Bristot.

As análises apontam que as chuvas ocorridas neste período no Estado, foram ocasionas pela atuação de vários sistemas meteorológicos, sendo os principais os Vórtices Ciclônicos de Ar Superior (VACS) e a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). As condições térmico/dinâmicas das águas superficiais do Oceano Atlântico, mais aquecidas na parte Sul e mais frias do que o normal na bacia Norte também foram fatores que influenciaram diretamente na ocorrência delas.

Continue lendo



Gargalheiras eleva nível com últimas chuvas

Açude Gargalheiras tomou água com chuvas dos últimos dias – (FOTO: Eduardo Silva)

O resultado das últimas chuvas caídas durante a Semana Santa em Acari fizeram com que o Açude Marechal Dutra, o Gargalheiras, recebesse suas primeiras águas neste ano de 2019.

Em conversa com Manoel Medeiros, do DNOCS, o reservatório ganhou 04 metros em seu nível d’água nas últimas horas. A medição foi realizada nesta segunda-feira (22), nas proximidades da parede.

Apesar de uma quantidade considerável, o nível não possibilita ainda o abastecimento do município. Mas as expectativas são as melhores, visto que há previsão de chuva ainda para este mês de abril.

Gargalheiras estava literalmente seco, até a última semana. No registro fotográfico de Eduardo Silva, por volta das 08h, mostra os espetáculos das águas no reservatório.

*Blog do Davi Neto



Volume acumulado de chuvas no mês de fevereiro, ficou 31% acima da média para o Estado

As chuvas ocorridas em fevereiro de 2019 no Estado, foram devido a atuação do sistema meteorológico Vórtice Ciclônico de Ar Superior (VCANS), juntamente com a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Observou-se uma melhor distribuição espacial e temporal das chuvas em relação ao mês anterior, quando observou-se falta de chuva nas regiões Leste e Agreste.

Os maiores índices pluviométricos médios foram observados na Região do Agreste, seguido pelo Litoral Leste e somente um pequeno desvio percentual negativo médio foi observado na Mesorregião Oeste, mas muito próximo da normalidade. No geral, quando se assume o Estado como um todo o desvio percentual ficou em 31,8% acima da chuva esperada para o mês, isso quer dizer que choveu 31% acima média do mês de fevereiro.

MesorregiãoChuva Obs. Fev/19 (mm)Chuva Esperada Fev (mm)Desvio Obs.  (%)
Oeste116,2116,5-0,2
Central105,293,312,8
Agreste116,469,667,2
Leste136,192,247,6
Estado118,592,931,8



Inverno: Emparn registra boas chuvas em todas as regiões do RN no fim de semana

Mapa da distribuição das chuvas no mês de fevereiro

O monitoramento realizado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), mostra boas chuvas e bem distribuídas por todas as regiões potiguares durante o fim de semana. Em Janduís, região Oeste, choveu 130,8 milímetros, município que registrou o maior volume de chuvas de sexta até a manhã de hoje (18).

Segundo o meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot, essas boas chuvas foram provocadas devido a atuação da Zona de Convergência Intertropical- principal sistema que provoca chuva no sertão nordestino e um Vórtice Ciclônico- sistema temporário. Nos próximos dias esses sistemas continuam atuando provocando chuvas, principalmente no interior do Estado.

Já são 5 municípios com volume acumulado de chuva, na categoria muito chuvoso; 19 na categoria chuvoso e 64 com volume normal. Uma boa notícia já que estamos apenas no início do período chuvoso. O boletim completo está disponível no nosso site: www.emparn.rn.gor.br



Jucurutu tem o janeiro mais chuvoso desde o início do monitoramento no RN, em 1911

Jucurutu, na região Oeste do Rio Grande do Norte, foi o município potiguar onde mais choveu em janeiro de 2019. O volume acumulado durante todo o mês, foi de 355,7 milímetros, volume bem acima da média que é de 79,3mm, choveu 348,5% acima da média mensal.

O segundo município mais chuvoso foi Janduís, também na região Oeste, onde choveu 243,5mm. Esses volumes de chuva em Jucurutu e Janduís, contribuíram de forma significativa para o aumento da média do mês na região Oeste, que foi de 25,3% acima da média de janeiro.

Na região Oeste esse aumento do volume médio de janeiro foi ainda maior, choveu 34,3% a mais que o normal para o período. Como mostra o quadro abaixo:

Chuvas janeiro

MesorregiãoChuva Obs. Jan/19 (mm)Chuva Esperada (mm)Desvio Obs. Jan/19 (%)
Oeste96,176,725,3
Central79,659,334,3
Agreste33,345,9-27,5
Leste23,959,8-60,0
Estado58,260,4-7,0

Segundo o meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot, “as chuvas ocorridas em janeiro de 2019 no Estado, foram devido a atuação do sistema meteorológico Vórtice Ciclônico de Ar Superior (VCANS), e em alguns momentos, juntamente com a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT)”.

A atuação desses dois sistemas juntos favoreceu a ocorrência de chuvas nas regiões Oeste e Central, mas atuou com menos intensidade nas regiões Agreste e Litoral, onde o volume de chuva registrado ficou abaixo da média, principalmente no Litoral onde choveu 60% a menos do que normalmente chove no mês de janeiro.

Mesmo tendo chovido bem no sertão potiguar, a falta de chuva no litoral puxou a média do Estado para baixo, o volume de chuva no mês de janeiro em todo o Estado ficou 7% abaixo da média. Ao todo no mês de janeiro, em 39 municípios o volume acumulado ficou acima dos 100 milímetros. Em dois deles, Jucurutu (355,7mm) e Janduís (243,5mm), o acumulado ficou acima dos 200 e 300 milímetros, respectivamente.



Funceme informa as 10 maiores chuvas no Ceará

A Funceme divulgou os registros de chuvas ocorridas nas últimas 24 horas no estado do Ceará.

As 10 maiores, foram:

Ibiapina (Posto: Ibiapina) : 46.0 mm

Santana Do Acaraú (Posto: Santana Do Acarau) : 46.0 mm

Iracema (Posto: Bastioes) : 45.0 mm

Ererê (Posto: Acude Santa Maria) : 43.0 mm

Viçosa Do Ceará (Posto: Manhoso) : 43.0 mm

Independência (Posto: Desejo) : 42.2 mm

Ererê (Posto: São João) : 42.0 mm

Crateús (Posto: Monte Nebo) : 41.0 mm

Forquilha (Posto: Forquilha) : 40.0 mm

Caucaia (Posto: Sitios Novos) : 38.0 mm



Funceme confirma que Ceará teve pré-estação chuvosa acima da média

Com o fim de janeiro, encerra-se o período chamado e Pré-Estação, que teve início em dezembro. Neste período, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), as chuvas ficaram 55,4% acima da média, com observado de 202,5 milímetros. O normal para o bimestre é de 130,3 mm.

“Os sistemas que atuam na Pré-Estação, como Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) e o Cavado de Altos Níveis (CAN), estiveram mais presentes. Além disso, houve contribuição da ZCIT, que chegou a aproximar-se do Ceará em determinadas situações”, explica o meteorologista Raul Fritz.

As macrorregiões com maiores desvios positivos durante o período de dois meses foram os litorais do Pecém e de Fortaleza com, respectivamente, 115,5% e 98,3%.

Fonte: G1/CE



Seridó teve boas chuvas no final de semana

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte –  Emparn, divulgou as chuvas registradas entre às 07hs da manhã de sexta-feira (25) e às 07hs da manhã desta segunda-feira (28).

De acordo com o órgão, choveu em 31 localidades e uma das  maiores foi na região Seridó.

Confira:

MESORREGIÃO OESTE POTIGUAR

Jucurutu (Emater) 98mm
Umarizal (Fazenda Camponesa (partic)) 55,2mm
Severiano Melo (Prefeitura) 45mm
Pau dos Ferros (Particular) 40mm
Olho D’agua dos Borges (Particular) 33,5mm
Patu (Particular) 28mm
Parau (Prefeitura) 27mm
Janduis (Emater) 22mm
Rafael Godeiro (Emater) 20,6mm
Dr. Severiano (Emater) 17,5mm
Rodolfo Fernandes (Prefeitura) 16mm
Caraúbas (Particular) 10,7mm
Encanto (Prefeitura) 10mm
Itajá (Emater) 10mm
Campo Grande (Particular 2) 9,5mm
São Rafael (Emater) 8,9mm
Lucrécia (Emater) 8,6mm
Upanema (Prefeitura) 7,5mm
Apodi (Prefeitura) 7mm
São Rafael (Particular Ii) 5,9mm
Martins (Particular) 5mm
São Francisco do Oeste (Prefeitura) 5mm
Campo Grande (Particular) 3,5mm
Francisco Dantas (Emater) 3mm
Água Nova (Prefeitura) 2,5mm

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR

São Vicente (Emater(ex-particular)) 61mm
São Jose do Seridó (Associação Usuários Água) 33mm
Cerro Corá (Emater) 28,8mm
Florânia (Sítio Jucuri) 25,6mm
Fernando Pedroza (Emater) 23mm
Jardim do Seridó (Emater/passagem) 14,3mm
Angicos (Prefeitura) 12,3mm
Timbaúba dos Batistas (Prefeitura-fz. Timbauba) 10mm
Santana do Seridó (Emater) 9,5mm
São João do Sabugi (Emater) 4,5mm
Cruzeta (Base Física da Emparn) 3,6mm
Caicó (Açude Itans) 2,4mm
Santana do Matos (Emater) 2mm
São Fernando (Emater) 1,9mm

MESORREGIAO AGRESTE POTIGUAR

Boa Saúde (Emater) 33mm
Jacana (Emater) 24,4mm
Coronel Ezequiel (Particular) 17,5mm
Rui Barbosa (Emater) 11,6mm
Barcelona (Particular) 8,2mm
Nova Cruz (Emater) 7mm
Monte das Gameleiras (Emater) 6mm
Monte Alegre (Emater) 3mm
Parazinho (Emater – Ex-particular) 1,5mm
Japi (Particular) 1mm

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR

Baia Formosa (Destilaria Vale Verde) 28,6mm
Montanhas (Prefeitura) 20,3mm
Goianinha (Emater) 14,8mm
Natal – 10,1mm
Parnamirim (Base Física da Emparn) 2,9mm
Espirito Santo (Prefeitura) 2,9mm



Ceará registrou chuvas de mais de 100 milímetros entre a sexta (18) e o domingo (20)

Chuvas de mais 100 milímetros foram registradas no final de semana no Ceará – (Foto: Emílio Moreno/Tribuna do Ceará)

Continua chovendo com grande intensidade no estado do Ceará. As informações divulgadas diariamente pela Fundação Cearense de Meteorologia – Funceme, mostram precipitações acima de 100 milímetros.

As maiores chuvas registradas entre a sexta, dia 18 de janeiro, e o sábado, dia 19, ocorreram em Fortaleza (105 milímetros), Senador Sá (104 milímetros) e Amontada (96 milímetros).

Confira as 10 maiores chuvas entre a sexta e o sábado no Ceará:

Fortaleza (Posto: Fund. ma. nilva (Água Fria)): 105.0 mm

Senador Sá (Posto: Senador Sá): 104.0 mm

Amontada (Posto: Icaraí de Amontada): 96.0 mm

Umari (Posto: Cajazerinha): 83.0 mm

Umari (Posto: Sitio Canto): 79.2 mm

São Gonçalo do Amarante (Posto: Siupe): 68.0 mm

Limoeiro do Norte (Posto: Limoeiro Do Norte): 66.2 mm

Baixio (Posto: Baixio): 62.0 mm

Umari (Posto: Umari): 61.0 mm

Fortaleza (Posto: Messejana): 60.8 mm

No período entre o sábado, (19) e o domingo (20) as chuvas caídas no Ceará, também, foram de grande intensidade em algumas localidades.

Confira as 10 maiores:

Jaguaruana (Posto Borges): 137.4 mm

Jati (Posto Sitio Macapa): 68.0 mm

Porteiras (Posto Sítio Saco): 66.0 mm

Maracanaú (Posto Maracanaú): 61.0 mm

Limoeiro do Norte (Posto Sítio Malhada): 60.8 mm

Jati (Posto Jati): 58.0 mm

São Gonçalo do Amarante (Posto Santo Amaro): 50.0 mm

Limoeiro do Norte (Posto Limoeiro Do Norte): 45.0 mm

Abaiara (Posto Abaiara): 41.0 mm

Eusébio (Posto Eusébio): 32.0 mm



Seridó teve chuva de mais de 100 milímetros na noite de sexta (18); Confira os registros

Chuva na região de Parelhas foi acompanhada de descargas elétricas – (Foto: Miranda Nego)

Na noite desta sexta-feira (18), a região Seridó do Rio Grande do Norte, foi banhada por boas chuvas. Na zona rural da cidade de Carnaúba dos Dantas, teve registro de chuva de mais de 100 milímetros.

Confira alguns dados que chegaram à Rádio Rural AM de Caicó:

Sítio Barbosa de Cima (Caicó) – 40mm
Sítio Extrema (Caicó) – 12,5mm
São João do Sabugi – 25mm
Sítio Salgado – 28mm
Sítio Manhoso (Caicó) – 7mm
Vila do Sabugi (Caicó) – 60mm
Sítio Alecrim (Serra Negra) – 51mm
Sítio Mossoró – 33mm
Sítio Pitombeira – (Serra Negra) – 33mm
Sítio Angico (Serra Negra) – 62mm
Sítio Toco (Timbaúba dos Batistas) – 55mm
Sítio Ermo (Timbaúba dos Batistas) – 120mm
Sítio Pedra Branca (Carnaúba dos Dantas)– 120mm
Sítio Garrote (Carnaúba dos Dantas – 150mm
Timbaúba dos Batistas – 87mm
Sítio Angicos (Serra Negra) – 72mm
Fazenda Vila Nova – 28mm
Sítio Saudade (Serra Negra) – 65mm
Sítio Pedra Cal (Serra Negra) – 50mm
Sítio Curral Queimado (Serra Negra) – 60mm
Caicó, Bairro Maynard – 28mm
Sítio Poços – 53mm
Sítio Caiçara (Jardim de Piranhas) – 30mm
Caicó, Bairro Barra Nova – 35mm
São João do Sabugi – 25mm
Sítio Floresta – 62mm
Sítio Barra da Maniçoba (Serra Negra) – 60mm
Distrito Palma (Caicó) – 24,5mm
Serra Negra – 59mm
Sítio Curral Queimado (Serra Negra) – 60mm
Sítio Arapuá (Serra Negra) – 59mm
Caicó, Bairro Paraíba – 62,5mm
Sítio Cordeiro (São João do Sabugi) – 40mm
Jardim de Piranhas – 32mm
Sítio Pico (Serra Negra) – 90mm
Sítio Retiro (Caicó) – 60mm
Sítio Casa Nova no Brejinho – 46mm
Caicó, Bairro Penedo – 27,6mm
Sítio Entre Serras (Serra Negra) – 22mm
Sítio Carrapateira (Serra Negra) – 22mm
Sítio Jerusalém – 50mm
Sítio Campo Grande – 30mm
Sítio Cantinho (Caicó) – 30mm
Felipe Guerra – 30mm
Sítio Várzea Redonda – 25mm
Sítio Umbuzeiro (Caicó) – 70mm
Sítio Salgado dos Medeiros (São João do Sabugi) – 32mm
Caiçaras de Baixo (São João do Sabugi) – 61mm
Caiçaras de Cima (São João do Sabugi) – 118 mm (Barragem transbordando)
Sítio Saquinho (Janduís) – 40mm



AESA registrou chuva de 115 milímetros em Sousa na Paraíba

A Agência Executiva de Gestão das Águas – AESA da Paraíba, registrou chuva de 115 milímetros na cidade de Sousa, no Sertão da Paraíba, entre quinta e sexta-feira, dia 18.

Veja aonde forma as 10 maiores chuvas na Paraíba:

Sousa – 115,5mm

Santa Cruz – 57mm

Riacho dos Cavalos – 56,5mm

Aguiar  – 49,2mm

Catolé do Rocha – 40,9mm

Mato Grosso – 39,5mm

Vista Serrana – 36,5mm

Aparecida – 35mm

Vieirópolis – 34,4mm

Itaporanga – 33mm



Ceará tem chuva de 127 milímetros entre a quinta (16) e esta sexta (17)

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recurso Hídricos k- FUNCEME, informou na manhã desta sexta (17), as 10 maiores chuvas das últimas 24 horas.

Confira:

Itapiúna (Posto: Fazenda Boa Vista) : 127.0 mm

Itapiúna (Posto: Itapiuna) : 79.0 mm

Horizonte (Posto: Horizonte) : 74.0 mm

General Sampaio (Posto: Jurema) : 71.0 mm

Aracoiaba (Posto: Furnas) : 70.0 mm

Iracema (Posto: Bastioes) : 66.0 mm

Quixadá (Posto: Ac. Pedras Brancas) : 64.0 mm

Quixeramobim (Posto: Radar Quixeramobim) : 63.0 mm

Banabuiú (Posto: Barra De Sitia) : 62.0 mm

Beberibe (Posto: Uruau Carrapicho) : 62.0 mm



Emparn registra chuva em 26 localidades do RN

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte – EMPARN, divulgou nesta manhã os registros de chuvas ocorridas entre às 07hs da manhã de quinta (16) e 7hs da manhã de sexta (17).

De acordo com o órgão, choveu em pelo menos 26 localidades.

Confira:

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR

Jose da Penha (Emater) 57mm
Tenente Ananias (Emater – St Mororo) 55mm
Água Nova (Prefeitura) 48,5mm
São Francisco do Oeste (Prefeitura) 42mm
Francisco Dantas (Emater) 25mm
Ipanguaçu (Base Física da Emparn) 21,1mm
Pau dos Ferros (Particular) 18mm
Serrinha dos Pintos (Prefeitura) 18mm
Carnaubais (Emater) 16mm
Alto do Rodrigues (Diba/baixo Assu) 9,5mm
São Rafael (Particular Ii) 8,6mm
Martins (Particular) 8mm
Assu (Emater/St. Casa Forte) 5,8mm
Baraúna (Emater) 5mm
Venha Ver (Emater) 5mm
Lucrécia (Emater) 1,2mm
Upanema (Prefeitura) 1mm

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR

São Vicente (Emater (ex-particular)) 38,6mm
Florânia (Sítio Jucuri) 28,4mm
Cruzeta (Base Física da Emparn) 10,4mm
São Jose do Seridó (Associação Usuários Água) 3,5mm
Angicos (Prefeitura) 2mm
Fernando Pedroza (Emater) 1,4mm

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR

Extremoz (Emater) 11,1mm
Parnamirim (Base Física da Emparn) 0,7mm
Natal 0,5mm



Chuvas devem continuar em todas as regiões do RN

Chuvas devem continuar no RN

Monitoramento realizado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), registra chuva em todas as regiões do Estado, com mais intensidade nas regiões Oeste, Riacho de Santana 62mm e na região Central, em Caicó choveu 50 milímetros. O registro é das últimas 24 horas.

E de acordo com a gerência de meteorologia da Emparn, deve continuar chovendo em todas as regiões potiguares, já que o Vórtice Ciclônico, sistema meteorológico, que vem atuando há alguns dias continua provocando chuva, principalmente no interior do RN. Além do Vórtice Ciclônico, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) também se aproximou na da costa do Nordeste e também provoca chuva no litoral e interior do Estado.

Continue lendo