DECCOR prende policial militar suspeito de desviar 1000 litros de gasolina em Natal

Operação foi comandada pela Polícia Civil

Policiais civis do Departamento de Combate a Corrupção e a Lavagem de Dinheiro (DECCOR-L) cumpriram três mandados de busca e apreensão, nesta sexta-feira (05), contra João Medeiros de Oliveira, de 52 anos. Ele foi preso no município de Natal, pela suspeita da prática do crime de peculato.

De acordo com investigações, João Medeiros é policial militar e estava desviando combustível destinado ao abastecimento das viaturas oficiais da Polícia Militar para o carro pessoal dele, utilizando autorizações de três unidades veiculares para controle de abastecimento (UVE) há aproximadamente um ano.

Foi constatado também que o suspeito transformou o próprio carro em uma viatura para facilitar o procedimento. Durante a realização das diligências, os policiais apreenderam o veículo utilizado por ele e uma autorização de abastecimento das viaturas oficiais da PM. Ao todo, ele desviou aproximadamente 1000 litros de gasolina no mês de maio.

João Medeiros foi encaminhado ao Quartel do Comando Geral da Polícia Militar e permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181 ou por meio dos telefones da DECCOR-L 3232-2814 ou 3232-2078.


Em 45 dias de gestão, Marcos do Manhoso já registra economia de R$124 mil em combustíveis

Prefeito Marcos do Manhoso conseguiu economizar recursos financeiros com abastecimento de combustíveis

Desde que assumiu a prefeitura Municipal de Caicó, o prefeito Marcos do Manhoso determinou uma série de  medidas que tem como principal objetivo diminuir os gastos.

Um dos exemplos mais evidente é com relação ao gasto com combustíveis. Nos 45 dias de gestão, a economia chegou a quantia de 124 mil reais. Somente no mês de setembro foram R$ 76 mil de economia.

Marcos do Manhoso vem recomendando a todas as secretarias: economia e responsabilidade nos gastos em todas as áreas. “A austeridade é necessária para poder reequilibrar as contas públicas. Só conseguiremos continuar pagando em dia, se economizar e planejar. Esta é uma determinação que dei a todos os secretários”, frisou.

Recentemente, o município de Caicó foi notificado pelo Ministério público estadual a dar informações no tocante aos combustíveis na gestão do prefeito preso e afastado Batata Araújo.


Sindipostosalerta para risco de desabastecimento no RN

Sindipostos alerta que o RN pode ficar desabastecido – (Foto: Ana Silva)

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos RN) se manifestou sobre o risco da gasolina dos postos no Estado acabarem. Segundo o sindicato, a população deve estar alerta para o risco de “desabastecimento geral” em caso de persistência dos protestos de caminhoneiros por todo o país.

Caminhões-tanque estão sendo retidos no polo de produção de Guamaré-RN, local de onde sai o diesel e a gasolina que são comercializados nos postos do Rio Grande do Norte.

O sindicato explica, ainda, que “repudia veementemente” o aumento abusivo no preço dos combustíveis durante a crise. Para o Sindipostos, praticar um preço fora do aceitável se traduz em “uma postura de claro desrespeito ao consumidor” e pede o bom senso dos empresários do setor durante a instabilidade.

**Fonte: Tribuna do Norte


Temer convoca reunião para discutir alta no preço dos combustíveis

Aumento nos combustíveis é o motivo da reunião convocada por Temer

O presidente Michel Temer convocou para hoje (21) uma reunião de emergência para discutir a alta dos preços dos combustíveis. A reunião ocorre no momento em que os caminhoneiros deflagraram uma paralisação por tempo indeterminado e que bloqueia rodoviais em pelo menos dez estados. Os caminhoneiros se queixam do reajuste das tarifas do diesel.

A reunião, no Palácio do Planalto, teve início às 18hs. Foram chamados para participar da conversa com o presidente os ministros Moreira Franco (Minas e Energia), Eduardo Guardia (Fazenda), Eliseu Padilha (Casa Civil), Esteves Colnago (Planejamento) e o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid.

Continue lendo


Governo estuda mudança na tributação de combustíveis, afirma Meirelles

Governo estuda mudança na tributação de combustíveis

Desde que passou a adotar a estratégia de calcular o preço dos combustíveis levando em conta o mercado internacional, o governo federal tem sofrido críticas. Por ser uma empresa estatal, a Petrobras é controlada pela administração pública. Uma das saídas encontradas pela equipe econômica de Temer é fazer mudanças na tributação sobre a gasolina, o diesel e o álcool, por exemplo. É o que afirmou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, nesta quarta (7).

“A política de preços da Petrobras, e eu deixei isso claro na minha fala, é autônoma, baseado na eficiência corporativa, na realidade do mercado. A Petrobrás fixa o seu preço, de acordo com as condições de mercado e de produção da empresa. Mas, de qualquer maneira, é uma das questões que tem que se olhar. Estamos revisando isso e ver se há alguma coisa a fazer ou não.”

O ministro explicou ainda que o governo não pretende mudar a forma como a Petrobras define os preços, baseada na cotação internacional, e ressaltou que existem diversos fatores que aumentam o preço do combustível. Ele chegou a citar a margem de lucro das distribuidoras, no caso do gás, e disse que há possibilidade de ação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Cade.