Caern detecta desvio de água em condomínio de Neópolis e aplica multa de quase R$100 mil

Dentro do trabalho de intensificação de combate às fraudes ao sistema de água, uma equipe do Núcleo de Fiscalização/Zona Sul de Natal, da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), flagrou um condomínio em Neópolis, na capital potiguar, que desviava água para seu reservatório, sem contabilizar pelo hidrômetro.

O referido condomínio vinha demonstrando um consumo mensal bastante inferior ao volume esperado para a quantidade de moradores, contando com 102 apartamentos. Após uma série de indícios comerciais, a fiscalização encontrou um ramal clandestino no local, que saía direto da rede da Caern, sem passar pelo hidrômetro, e abastecia a área comum e uma cisterna do empreendimento, o que mantinha o baixo registro pelo medidor da Companhia.

A síndica do condomínio recebeu um auto de infração e multa no valor aproximadamente R$97 mil, referente a um ano de desvio de água. Desvios e ligações irregulares interferem na distribuição para a coletividade, tendo em vista que o fornecimento é calculado de acordo com a quantidade de imóveis a serem atendidas.



Operação do MPRN acontece em condomínio da zona sul de Natal

A Operação deflagrada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, na manhã desta terça-feira (23), tem como alvo, um morador do West Park Boulevard, que fica na Rua Raimundo Chaves, condomínio residencial localizado no Bairro de Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal.

A assessoria de imprensa do MPRN, limitou-se a dizer nas redes sociais que só dará informações após o término da operação que conta com o apoio da Polícia Militar.