Nesta quarta (13), ao menos três morrem em confronto com a PM, em Natal

Ao menos três pessoas morreram em confronto com a Polícia Militar na manhã desta quarta-feira (13) na comunidade do Mosquito, Zona Oeste de Natal. A ação dos policiais do Batalhão de Choque, que começou por volta das 5h, permanece em execução e também realizou detenções e apreensão de armas e drogas.

De acordo com a PM, a operação tem como objetivo o cumprimento de mandados de prisão na Comunidade do Mosquito. Pelo menos três feridos foram socorridos ao Hospital Santa Catarina, na Zona Norte da capital.

Além do Batalhão de Choque, a operação conta com a Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) e o Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE).

*Do G1/RN



Polícia de Jucurutu troca tiros com grupo armado; Três morreram

PM conduziu corpos para o Hospital local – (Foto: Rivanildo Júnior)

Pelo menos três pessoas morreram em confronto com a Polícia Militar na cidade de Jucurutu, na noite desta quarta-feira (24).

As informações que chegam dão conta que os policiais realizaram abordagem em uma residência no Bairro Freitas, quando foram efetuados disparos em direção da guarnição. Os policiais revidaram e teve início intenso confronto.

As pessoas baleadas, sendo uma mulher, que está com RG que mostra naturalidade de Jardim de Piranhas, e dois homens, sendo um identificado até agora por Maciel e outro por Gato, foram conduzidas para o Hospital local, mas, todos deram entrada já sem vida.

Na casa aonde ocorreu a troca de tiros, estavam cinco pessoas e dois deles fugiram. Eles estavam em posse de uma escopeta de calibre 12 e uma pistola.  Ainda não se sabe de outras armas. O grupo era investigado por assaltos na região.



Investigado por roubar bancos e homicídios em João Câmara morre em confronto com a Polícia Civil

Investigado por roubar bancos e praticar homicídios em João Câmara morre após confronto com a Polícia Civil

Uma investigação da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) revelou que Márcio Rodrigues Teixeira, conhecido como “Marcinho de João Câmara”, era integrante de uma organização criminosa que estava realizando ataques a instituições bancárias no Rio Grande do Norte. Além disto, o investigado também teria executado inimigos e participado diretamente dos últimos homicídios ocorridos em João Câmara, matando vigilantes da cidade.

O investigado, que também estava atuando no tráfico de drogas na região, estava foragido da Justiça. Contra ele, havia um mandado de prisão.

No último dia 07 de junho, duas equipes da Deicor localizaram o investigado em uma casa localizada à travessa Adiamiro de Almeida, em João Câmara, para cumprir o mandado de prisão preventiva. Quando as equipes chegaram à residência foram recebidas por tiros disparados pelo investigado, que acabou sendo atingido e socorrido ao hospital, não tendo sobrevivido aos ferimentos. No local onde o investigado estava, a Polícia apreendeu arma de fogo e munições.



ITEP identifica dois dos três mortos em confronto com a PF e Bope na zona rural de Afonso Bezerra/RN

Polícia troca tiros com quadrilha armada e três morrem

O Instituto Técnico-Cientifico de Perícia do Rio Grande do Norte – ITEP, identificou nas últimas horas, pelo menos dois dos três homens que morreram em confronto com policiais federais e do BOPE na zona rural de Afonso Bezerra/RN, neste domingo (07). O confronto entre os policiais e os bandidos aconteceu na fazenda Barro Vermelho, por volta das 2 horas da madrugada.

Natural de Afonso Bezerra/RN, Hudson Estácio Linhares Santos, de 32 anos, residia na Rua São Geraldo, no Centro de Afonso Bezerra. O outro que é natural de Natal, foi identificado como José Morais Xavier Junior, de 37 anos, pedreiro e residia na Rua Baltazar da Rosa Bezerra, no Centro de Afonso Bezerra.

O bando criminoso era formado por aproximadamente 10 homens e estavam em 2 carros. Eles foram localizados em deslocamento, saindo da cidade de Afonso Bezerra para Ipanguaçu, onde segundo informações, iriam assaltar uma agencia bancaria local. Quando perceberam a presença da polícia, os bandidos saíram da rodovia estadual que liga as duas cidades e entraram numa estrada carroçável, mas, foram seguidos. Cerca de 03 km depois, já na Fazenda Barro Vermelho, houve o confronto e 03 deles foram mortos e dois detidos.

A polícia acredita que outros 05 criminosos conseguiram fugir pelo matagal.

Dois carros com pertences dos acusados e material utilizado para explodir os caixas da agencia foram apreendidos. Segundo informações, quase 20 baldes contendo grampos, “utilizados para danificar pneus das viaturas da polícia” estavam nas malas dos dois carros.

Os mortos estavam sem documentos e só foram identificados e liberados, no final da noite de ontem, 07, no Itep em Mossoró.

*Com informações de O Câmera



Quatro morrem em confronto com a Polícia depois de praticarem assalto na zona rural

Armas de fogo roubadas e recuperadas pela Polícia Militar – (Foto: Cardoso Silva)

Na manhã desta sexta-feira (28), policiais militares de Caicó, do Grupo Tático Operacional e da Patamo, trocaram tiros com quatro homens que assaltaram um sítio na zona rural da cidade de Jardim de Piranhas/RN. Eles tomaram três armas de fogo, sendo uma escopeta calibre 12 e dois revolveres.

Eles foram identificados inicialmente como, Carlos Ferreira da Silva Júnior, “Cego de Timbaúba”, de 21 anos, Gabriel Araújo da Silva, de 16 anos, Caio e Ítalo. O ITEP ainda não confirmou oficialmente essas informações.

O Major Walmery Costa, comandante do 6º BPM disse que os policiais de Caicó se defrontaram com os quatro homens que voltavam de Jardim de Piranhas. Houve um confronto e os quatro morreram. As guarnições, socorreram todos os feridos para o Hospital de Caicó, mas, todos deram entrada na unidade já sem vida.

Policiais militares ainda socorreram as vítimas para o Hospital Regional – (Foto: Cardoso Silva)


Potiguar preso em São João do Sabugi em 2016 morre em confronto com a PM de Pernambuco

Polícia prendeu três dos envolvidos na ação contra os bancos em Cabo de Santo Agostinho no Pernambuco – (Foto: Divulgação: PM/PE)

Da Folha PE – Pelo menos três assaltantes foram presos e dois morreram ao trocar tiros com a polícia na manhã desta quinta-feira (2) após uma investida contra bancos no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Um dos mortos, foi identificado como José Ivanilson Dias Gomes, de 33 anos, que foi preso em fevereiro de 2016, na cidade de São João do Sabugi/RN, por policiais da Deicor e GTO de Parelhas.

José Ivanilson foi preso em São João do Sabugi em 2016
José Ivanilson foi preso em São João do Sabugi em 2016 e pode ter sido morto no confronto com a Polícia em Pernambucana

De acordo com informações iniciais, o grupo atirou contra os policiais que estavam no helicóptero da Secretaria de Defesa Social (SDS). Eles estavam em um assentamento em Moreno/RN quando foram alcançados pelos policiais.

Durante a madrugada eles chegaram a invadir uma residência e fazer reféns durante uma investiga contra a agência do banco Itaú da cidade. Um mototaxista que passava pelo local e se recusou a parar foi baleado na perna.

Para dificultar a ação da polícia, os assaltantes chegaram a deixar um ônibus atravessado na antiga BR-101, paralela a Avenida Getúlio Vargas, onde ficam as agências. As agências do Itaú, Banco do Brasil e Caixa Econômica amanheceram com as vidraças quebradas. Em frente ao banco Itaú, foram encontrados blocos que podem ser explosivos.