Please enter banners and links.


MP investiga supostas irregularidades na prestação do serviço de contabilidade na Câmara de Vereadores de Caicó

MP está apurando supostas irregularidades na prestação de serviços de contabilidade na Câmara

A promotora de Justiça, Uliana Lemos de Paiva, abriu Inquérito Civil Público para apurar supostas irregularidades na prestação de serviços de contabilidade na Câmara Municipal de Caicó/RN. A informação foi publicada na edição desta quarta-feira (10), do Diário Oficial do Estado.

Nas diligências solicitadas pela promotora, está o pedido para juntar a investigação o comprovante de inscrição e situação cadastral, na Receita Federal, da empresa “J DA SILVA FERNANDES ASSESSORIA ADMINISTRATIVA”, bem como a seguinte documentação disponibilizada, nas Edições de nº 0272, 0311, 0408 e 0409 no Diário Oficial das Câmaras Municipais do Estado do Rio Grande do Norte:

1) Termo de Dispensa de Licitação nº 095/2017;

2) Termo de Dispensa de Licitação nº 003/2018;

3) Termo de Dispensa de Licitação nº 021/2018;

4) Ata da Presidência nº 04/2018 – GP/CM;

A representante ministerial ainda requisita à Câmara Municipal de Vereadores, por seu Presidente, informações acerca do servidor que atualmente exerce as funções de “Contador” na mencionada Casa Legislativa, oportunidade em que, também, deverá encaminhar a Promotoria de Justiça, no prazo de 10 dias, cópias integrais dos procedimentos licitatórios abaixo mencionados, acompanhados dos processos de pagamento:

1) Dispensa de Licitação nº 095/2017;

2) Dispensa de Licitação nº 003/2018;

3) Dispensa de Licitação nº 021/2018;