Mais 813 profissionais de Saúde são convocados para reforçar combate à pandemia; Veja lista

Profissionais de saúde foram convocados pelo Governo do Estado

O Governo do Estado convocou mais 813 profissionais para reforçar o quadro de pessoal da Secretaria Estadual da Saúde Pública (Sesap), durante o período de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Os convocados foram aprovados no Recrutamento para Contratação Temporária de Excepcional Interesse Público em atendimento ao Plano de Contingência Hospitalar para o enfrentamento da Covid-19. A convocação foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado (DOE) deste domingo (14), regido pelo Edital nº 001/2020 SESAP/RN, publicado no DOE de 02 de abril de 2020.

Os profissionais irão atuar nas oito Regionais de Saúde em todo o Rio Grande do Norte. Entre os convocados estão médicos plantonistas (38), enfermeiros (79), fisioterapeutas (61), farmacêuticos- bioquímicos (26), técnicos em enfermagem (228), em radiologia (13) e em laboratório (57), auxiliares de cozinha (48), copeiros (100), cozinheiros (6), higienistas hospitalares (68) e maqueiros (56).

Confira a convocação completa Aqui.


Liberada convocação de policiais da reserva para reforço na Segurança do RN

Governo do Estado convoca policiais da reserva – (Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Norte)

Da Tribuna do Norte – O Governo do Estado regulamentou, através de decreto, a possibilidade de convocação de policiais militares da reserva remunerada para atuarem na segurança. Pela publicação desta terça-feira (28), o Governo poderá ter um reforço de até 3.366 policiais para atuarem em diversas áreas.

O decreto publicado pelo Governo regulamenta lei aprovada em 24 de janeiro deste ano, no momento da rebelião em Alcaçuz e clamor da sociedade por mais ações de segurança. O projeto aprovado prevê que os policiais militares da reserva convocados podem ter até 59 anos no ato da designação, além de estarem na reserva a até cinco anos.

As atividades realizadas pelos policiais serão administrativas e burocráticas, fazendo com que os policiais da ativa deixem de desempenhar essas funções e sigam para as ruas. Porém, também está previsto que os reservistas façam policiamento ostensivo nas ruas, ações especiais e de assessoramento, inclusive no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

Continue lendo


Veja a lista dos aprovados nos cursos da UFRN em Caicó