Please enter banners and links.


Caso F. Gomes: Coronel da PM e Dão serão ouvidos no Júri do advogado Rivaldo Dantas

As testemunhas de acusação e de defesa que serão ouvidas em plenário no Julgamento Popular do advogado, Rivaldo Dantas de Farias, acusado de ser um dos mandantes da morte do radialista, Francisco Gomes de Medeiros (F. Gomes), já foram intimadas. O júri está previsto para acontecer no próximo dia 21 de agosto, às 08hs no Fórum Miguel Seabra Fagundes, em Natal.

Entre as testemunhas que serão ouvidas estão, o Coronel da Polícia Militar, Marcos Antônio de Jesus Moreira, que por algum tempo foi apontado pela Polícia Civil como um dos mandantes do crime e o autor material do crime, que já foi sentenciado, João Francisco dos Santos, o Dão.

O coronel, Marcos Moreira, não faz mais parte do processo porque não foi pronunciado para a julgamento, mas, durante as investigações, chegou a ser preso preventivamente juntamente com o soldado Evandro Medeiros, por suposta participação no crime.



Ex-diretor do Presídio de Caicó é baleado em praia do litoral norte do estado

Coronel Marcos Moreira, foi baleado e socorrido para o Clovis Sarinho

O coronel da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, (já na reserva), Marcos Antônio de Jesus Moreira, foi baleado no início da noite desta sexta-feira (19), na praia de Caraúbas no litoral Norte do estado. Quem atacou o coronel, fugiu em direção a Barra de Maxaranguape em de Extremoz/RN.

As informações dão conta que o coronel foi atacado por quatro homens que estavam em um veículo Fiat Uno de cor vermelha.

Baleado na região da virilha, o coronel Marcos Moreira, foi socorrido para o Pronto Socorro Clovis Sarinho. A informação confirmada pelo comando-geral da PM, é que ele passa por cirurgia e que seu quadro de saúde é estável.

No Seridó, o Coronel Moreira, foi comandante da Companhia Independente da PM em Currais Novos, sub-comandante do 6º BPM e depois, diretor do Presídio Estadual do Seridó em Caicó.

Várias viaturas da Polícia Militar da região estão em diligências desde o horário do fato para tentar prender o homens que atiraram no coronel.