Please enter banners and links.


Três meses depois de massacre em presídio do RN, corpos e cabeças aguardam DNA

Pelo menos 3 corpos de presos mortos em Alcaçuz ainda aguardam para ser identificados no ITEP

ABr – Mais de três meses depois do início da disputa entre facções rivais que resultou em duas semanas de rebelião e 26 mortos, na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Rio Grande do Norte, as consequências do massacre ainda perduram. Três corpos e 15 cabeças aguardam exame de DNA. A polícia científica do estado não tem laboratório com tecnologia para a análise do código genético. O exame deve ser feito ainda este mês, no laboratório da Polícia Científica da Bahia.

As cabeças foram encontradas em buscas sucessivas, depois da rebelião. Antes disso, 11 corpos foram identificados e liberados, sem cabeça, para as famílias. Com a identificação por meio do DNA, o diretor-geral do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), Marcos Brandão, informou que as cabeças vão ser entregues aos familiares para que decidam o destino dos restos mortais. “Não era certeza que essas cabeças apareceriam, foram aparecendo, por sinal, de forma gradativa, algumas só posteriormente. É igual acidente aéreo, a vítima vai ser enterrada com o que foi encontrado.”

Continue lendo



ITEP identifica corpos de jovens que morreram em confronto com a PM

Corpos de jovens mortos em troca de tiros com a polícia são identificados

O Instituto Técnico-Cientifico de Perícia – ITEP de Caicó, identificou os quatro jovens que morreram em confronto com a Polícia Militar de Caicó, na manhã desta sexta-feira (28), na estrada de acesso ao giradouro que interliga a RN 118 e a BR 427.

São eles: Carlos Ferreira da Silva Junior, de 20 anos, agricultor e residente na Rua Irisberto Batista de Araújo, nº 18, Centro em Timbaúba dos Batistas; Ítalo dos Santos da Silva, de 15 anos, que residia na Rua Josefa Vieira, nº 69, Bairro Walfredo Gurgel; Caio Salviano, de 21 anos, que residia na Rua Manoel Fernandes Jorge, nº 37 no Bairro Paulo VI em Caicó e Gabriel Araújo da Silva, de 16 anos, estudante, que residia na Rua Sérvulo Lopes de Araújo, nº 110 no Bairro Paulo VI em Caicó. Todos eram naturais de Caicó.

Os corpos serão liberados do ITEP para às famílias velarem e sepultarem ainda nesta sexta-feira.



Identificado o oitavo corpo de detento da Penitenciária Estadual de Alcaçuz

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) identificou o oitavo corpo, dentre os 26 retirados da Penitenciária Estadual de Alcaçuz durante a rebelião na unidade prisional. O detento é Luiz Carlos da Costa, identificado através de exame de necropapiloscopia.

Até agora, a lista de detentos identificados é a seguinte: Tarcisio Bernardino da Silva, Antonio Barbosa do Nascimento Neto, Jefferson Souza dos Santos, Jefferson Pedroza Cardoso, Anderson Barbalho da Silva, George Santos de Lima, Diego de Melo Ferreira e, por último, Luiz Carlos da Costa.

O trabalho de identificação conta com o apoio da Polícia Federal, que enviou papiloscopistas para ajudar no processo. A expectativa é de que mais corpos sejam identificados até o fim do dia.