Declaração atribuída à Secretária de Saúde revolta médicos residentes de Caicó

Declaração atribuída à Secretária de Saúde revolta médicos residentes de Caicó

O Blog de Marcos Dantas destaca em seu Blog que o que tinha tudo pra ter sido uma reunião de conciliação, onde de um lado estava a secretária de Saúde de Caicó, Sandra Brilhante, e do outro médicos-residentes que estão há dois meses sem receber os valores de suas bolsas, devido pelo Município, terminou em mal-estar.

À Sandra Brilhante, alguns médicos-residentes têm atribuído declarações de menosprezo ao Curso de Medicina de Caicó.“Ela simplesmente começou a agir com prepotência, dizendo que não via beneficio da Escola de Medicina para Caicó, e até ameaçou que iria rever essa pactuação do Município com a Escola, que ela vinha beneficio para Caicó, que ela não sentia isso, que a Faculdade de Medicina não desonerava a folha de pagamento da Saúde. Menosprezou no que pode. Como também somos professores, a gente se revolta ao ver alguém dizer absurdos dessa natureza”, disse um dos médicos-residentes, que por medo de represálias, pediu o anonimato.

Diretores do curso já foram comunicados da declaração da secretária e devem se reunir com o prefeito, logo que ele retorne de Brasília, para pedir explicações se o suposto pensamento da secretária é o mesmo do prefeito. Na reunião, Sandra prometeu pagar o mês de Junho no dia 30 deste mês e provavelmente o de Julho, no dia 10 de setembro, não dando previsões otimistas de quando os residentes receberão os salários de Agosto.

Doeu ouvir da secretária de Saúde de que o Curso de Medicina não faz diferença pra Caicó.Um curso está aqui há mais ou menos três anos, e neste período a UFRN já lançou residentes de Medicina da Família na rede para atender municipal, onde o município paga apenas uma bolsa e o resto é Federal; já lançou uma residência de clinica-médica com três vagas, com residentes rodando na UTI do Hospital Regional,tem residência em cirurgia na cidade de Currais Novos, e também atende demanda daqui. Tem os professores com mestrado, doutorado, especialistas na Faculdade e que atendem a população. Vai inaugurar a Clinica-Escola , com milhões de reais investidos, que ofertará atendimentos de pediatria, ginecologia, endocrinologia, nefrologia, cardiologia, vai ter praticamente todas as especialidades para atendimento acadêmico, junto a população de Caicó, praticamente a custo zero. O maior prédio do Ceres de Caicó será o do curso de Medicina. O curso já investiu milhares de reais nas unidades básicas de Saúde de Caicó, e quando pedimos uma pilha à secretaria de Saúde, ela diz que não tem. Como é que a secretária de Saúde diz um absurdo desse, todos nós saímos revoltados da reunião com o menosprezo que ela teve pelo curso de Medicina. Ela já fez tanta promessa de pagamento que ninguém acreditou”, finalizou o residente ouvido pelo Blog.



Nota de corte do curso de medicina da UFRN em Caicó no Sisu já é a maior do Brasil

O curso de medicina do Campus da UFRN em Caicó, continua com a maior nota de corte, só que, agora, é a maior entre as instituições de ensino do Brasil. Nesta quinta-feira (26), a nota subiu para 899,80. Na quarta-feira, (25), a nota era de 891,29.

Ao todo, são 81 unidades de ensino superior que oferecem o curso de medicina no país.



Curso de medicina da UFRN em Caicó tem a maior nota de corte do estado

O curso de medicina da Escola Multicampi de Ciências Médicas de Caicó está com a média para ampla concorrência em 891,29 e é a maior do estado. A informação foi confirmada no site do Sisu às 00hs desta quarta-feira (25). A próxima atualização, será feita por volta de 1 hora da madrugada desta quinta-feira (26).

Os interessados podem ver a informação detalhada aqui

Os demais cursos da UFRN em Caicó, tem as seguintes notas de corte:

Ciências Contábeis (Bacharelado) 1º semestre – 739,44

Direito (Bacharelado) 1º semestre – 809,24

Geografia (Bacharelado) 1º semestre – 669,90

História (Licenciatura) 1º semestre – 608,56

História (Bacharelado) 1º Semestre – 699,17

História (Licenciatura) 1º Semestre – 685,72

Matemática (Licenciatura) 2º Semestre – 656,65

Medicina (Bacharelado) 2º semestre – 891,29

Pedagogia (Licenciatura) 1º Semestre – 688,11

Sistema de Informações (Bacharelado) 1º Semestre – 681,61

Os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2016 podem efetuar a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para ingresso em 2017 nas instituições de ensino superior até sexta-feira, dia 27. Veja como aqui. Este ano a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) disponibiliza 6.898 vagas, sendo 4.614 para o primeiro semestre e 2.284 para o segundo semestre.

A pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitórias Almeida, explica que os estudantes podem optar por dois cursos em diferentes instituições e áreas de ensino. No entanto, antes de se inscrever, é importante conhecer os editais de cada uma e ficar atento à escolha da modalidade de concorrência.

O edital de ingresso, o quadro de vagas e outras informações sobre o Sisu na UFRN estão disponíveis no site do Sisu.