OAB de Caicó planeja realizar debate com candidatos ao Governo do Estado

A Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil em Caicó, planeja realizar no dia 25 de julho, período em que estará acontecendo a Festa de Sant’Ana, um debate entre os políticos com pretensão de disputar o Governo do Estado.

A informação foi confirma ao blog Sidney Silva nesta terça-feira (19), pelo advogado e presidente da entidade em Caicó, Marx Helder Fernandes.

“Como, certamente, todos estarão em Caicó, na quinta-feira (26), para participar da Feirinha de Sant’Ana, então, estamos vendo a possibilidade de realizar um debate entre os candidatos ao Governo no dia anterior. Precisamos ver a questão das agendas de cada um para conciliar. Vamos tentar realizar”, confirmou.

Encontro com Sant’Ana

A OAB de Caicó, também está dando andamento aos preparativos para o Encontro dos Advogados com Sant’Ana, que acontece todos os anos no dia da Feirinha, feriado municipal. “Para este ano, estamos com um expectativa muito boa, inclusive, teremos a participação dos colegas advogados da cidade de Patos. É um forma de fazer a integração dessas duas cidades que são tão importantes”, disse Marx Helder.



“Diálogo em Rede” debate políticas públicas sobre drogas em Caicó

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por intermédio da 1ª Promotoria de Justiça de Caicó, promove o evento “Diálogo em Rede”, em parceria com o Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente e da 2ª Vara Cível e da Infância e Juventude da Comarca de Caicó. A iniciativa será realizada nesta terça-feira (12), a partir das 9h, no auditório da sede das Promotorias de Justiça da comarca de Caicó.

O evento contará com a palestra “Políticas públicas sobre drogas: avanços e desafios”, a ser apresentada pelo professor João Maria Mendonça de Moura. Ele é coordenador do Fórum Estadual Permanente de Políticas Públicas sobre Drogas, presidente do Conselho Estadual de Promoção da Paz nas escolas e coordenador do Núcleo Estadual de Educação para a paz em Direito Humanos.

O encontro é uma das iniciativas que estão sendo implementadas pelas instituições públicas e entidades da sociedade civil que compõem a rede de proteção da infância e adolescência local para reforçar o enfrentamento do problema das drogas.

Em Caicó, constatamos um aumento de demandas encaminhadas às entidades e órgãos de proteção relacionadas ao tema do consumo e da dependência de substâncias entorpecentes, com particular intensidade entre o público infanto-juvenil”, explicou o promotor de Justiça, Vicente Elísio de Oliveira Neto.

O Diálogo em Rede pretende fomentar o debate público da temática, sensibilizar os poderes públicos e a sociedade para a necessidade da articulação intersetorial e a implementação de políticas públicas de prevenção e repressão, particularmente nas áreas da educação, saúde, assistência social e segurança pública.



Vivaldo Costa propõem amplo debate sobre depressão e combate ao suicídio

Deputado Vivaldo Costa propõem debate sobre suicídios e depressão

A depressão, os altos índices de suicídio, assim como a propagação do jogo “Baleia Azul” tem preocupado o deputado Vivaldo Costa (PROS), que usou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (2) para anunciar que propôs, através de requerimento, uma audiência pública para debater os temas na Casa. Para ele, é preciso discutir a valorização da vida e o combate à depressão.

Faremos uma reunião para que a gente possa debater exaustivamente este assunto. Combater a depressão, o suicídio e o jogo Baleia Azul é uma necessidade urgente”, justifica o deputado.

A audiência vai acontecer no mês de maio ainda em data a ser definida.



Autoridades discutem na Assembleia Legislativa como reduzir homicídios

Autoridades discutem na Assembleia Legislativa como reduzir homicídios

Autoridades da segurança pública do Rio Grande do Norte se reuniram na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (27) para discutir o plano de combate a homicídios do Estado, cujas metas foram desenhadas recentemente pelo Executivo. A proposição foi da deputada Márcia Maia (PSDB).

“Temos registrado uma média, por dia, de quase sete assassinatos no Rio Grande do Norte. Sete pessoas mortas de forma violenta, por dia, em nosso estado. Sendo essa média mantida, até o fim do ano, teremos mais de 2,5 mil pessoas mortas em solo potiguar. No ano passado, foram 1988, crescimento superior a 25%”, ilustrou a deputada, ao iniciar os debates.

Para o comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Dancleiton Pereira Leite, os investimentos que têm sido feitos no setor policial são o princípio. Além disso, ele ponderou que há uma vontade de setores da imprensa em noticiar o que dá errado

Secretária estadual de Segurança Pública, Sheila Freitas observou que as políticas públicas para evitar homicídios passam necessariamente por ações preventivas, e não dependem apenas do Estado.

“Precisamos de ruas iluminadas, de políticas sociais que atraiam os jovens, pois quando eles chegam ao crime é porque tudo já falhou, a família principalmente”, defendeu a secretária.

Estatísticos, técnicos do setor e outros profissionais chamados para a discussão ponderaram que a escalada da violência, apesar de atribuída a guerra de facções criminosas, têm refletido no comportamento de crimes que antes não eram tão frequentes à luz do dia, como assaltos a carros ou arrombamentos.