Degepol inicia ciclo de reuniões com equipes de Delegacias Regionais

Delegados regionais em reunuião com a Degepol

No início desta semana, a Delegacia Geral de Polícia Civil, começou uma série de reuniões que serão realizadas com as equipes de policiais civis que trabalham em unidades vinculadas às 10 Delegacias Regionais de Polícia Civil que existem no interior do Estado. A primeira reunião foi efetivada com a presença de delegados, escrivães e chefes de cartório que trabalham nas delegacias que fazem parte da 6a Delegacia Regional de Polícia Civil, na cidade de Goianinha.

O evento contou com a presença da delegada-geral de Polícia Civil Adriana Shirley, do diretor da Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN), Lenivaldo Pimentel, do delegado titular da 6a DRPC, José Carlos de Oliveira e do diretor da Academia de Polícia, Ben-Hur Medeiros.



Policiais civis decidem se apresentar na Degepol nesta quarta-feira

Policiais decidem se apresentar na Degepol em Natal
Policiais decidem se apresentar na Degepol em Natal

Os policiais civis do Rio Grande do Norte decidiram realizar uma mobilização, nesta quarta-feira, dia 20 de dezembro, e vão se apresentar na Degepol ao invés de irem para as delegacias. A categoria se reuniu em assembleia, no início da tarde desta terça-feira (19), e decidiu realizar o movimento para cobrar o pagamento dos salários atrasados.

De acordo com a deliberação feita na sede do SINPOL-RN, os policiais civis devem se concentrar na Degepol a partir das 8h, onde realizarão nova assembleia. Durante todo o dia desta quarta-feira, apenas a Central de Flagrantes e a Plantão Zona Sul estarão abertas para atendimento ao público. No interior do Estado, os Agentes e Escrivães devem se dirigir para as delegacias regionais. “Já estamos no dia 19 de dezembro e o Governo do Estado ainda não apresentou nenhuma previsão de pagamento dos salários de novembro, dezembro e do 13º. Por isso, a categoria deliberou uma mobilização nesta quarta-feira para cobrar uma definição“, explica Nilton Arruda, presidente do SINPOL-RN.

Ele lembra que em reunião com os servidores, o governador Robinson Faria informou que teria dinheiro para efetuar os pagamentos nos próximos dias. “Então, se tem dinheiro em caixa ou se tem dinheiro para entrar, que o Governo defina as datas de pagamento“.

Nesta terça-feira (19), os policiais civis participaram de uma mobilização na Assembleia Legislativa, contra o projeto que pretende aumentar a alíquota da Previdência de 11% para 14%. Os servidores públicos foram proibidos de entrar naquela Casa, mas conseguiram que a matéria fosse retirada de pauta. Os deputados informaram que só pretendem votá-la após a volta do recesso parlamentar.



Delegado Correa Júnior vai assumir a Degepol

Delegado Correia Júnior vai assumir a Degepol

Tribuna do Norte – Após a saída do delegado Claiton Pinho do comando da Delegacia Geral do estado, o delegado adjunto Correa Júnior vai assumir a função. A informação foi confirmada durante coletiva de imprensa da delegada Sheila Freitas, nova secretária de Segurança Pública e Defesa Social. A nomeação deve ser publicada nos próximos dias no Diário Oficial do Estado.

Pinho deixou o governo após Caio Bezerra pedir exoneração do comando da Sesed na noite de segunda-feira (17). Em nota, ele afirmou que todo o trabalho feito durante os nove meses que passou na Degepol foi “resultado de um trabalho coletivo”.

Entre os principais desafios que Correia Júnior vai enfrentar no comando da Degepol está o déficit no efetivo da Polícia Civil, as dificuldades estruturais e o baixo repasse de recursos.



Após saída do Secretário de Segurança da pasta, delegado-geral da Polícia Civil pede exoneração

Delegado Cleiton Pinho deixa a Degepol

O delegado Cleiton Pinho, pediu exoneração da delegacia-geral da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, cargo que ocupou por 9 meses.

Confira a nota assinada por Cleiton Pinho:

Na noite desta segunda-feira (17), o delegado da Polícia Federal, Caio César Marques Bezerra, pediu exoneração do cargo de secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte. Diante de tal fato e agradecido por toda confiança que foi depositada no meu trabalho, eu, delegado Claiton Pinho, deixo o cargo de delegado-geral de Polícia Civil.

Durante os nove meses em que estive à frente da Delegacia Geral de Polícia Civil (Degepol) os esforços para prender todos aqueles que foram suspeitos por crimes foram imensos. Todo o trabalho empreendido na Polícia Civil durante este tempo é resultado de um trabalho coletivo. Em um momento como este, só posso deixar os meus sinceros agradecimentos. Agradeço ao governador do Estado do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, pela oportunidade de ter ficado à frente da polícia judiciária neste período; Agradeço ao ex-secretário Caio César Marques Bezerra pela confiança que sempre foi depositada em mim; Agradeço a todos os delegados e delegadas que ficaram à frente das diversas diretorias da Degepol, vossas dedicações foram fundamentais; Por fim, agradeço a todos os que fazem a Polícia Civil, delegados, agentes e escrivães por terem caminhando comigo nesta missão árdua, mas me move os nossos espíritos em prol do bem.

Claiton Pinho
Delegado-Geral de Polícia Civil



Degepol diz que não procede informação de ataques em cidades do RN

A assessoria de comunicação da Delegacia Geral de Polícia Civil do Rio Grande do Norte emitiu uma nota na noite deste sábado (14), dizendo que o seu serviço de inteligência não detectou qualquer possibilidade de ataques nas ruas de cidades do Estado.

Confira a nota:

Natal (RN), 14 de janeiro de 2017

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte esclarece que não é verídica a informação de que criminosos estejam declarando ataques ou um “salve geral” no Estado. O Núcleo de Inteligência da PCRN (NIP) não detectou nenhum “salve” e todos os meios disponíveis da Instituição estão, como sempre, fazendo todo o monitoramento de possíveis ameaças a serem executadas por criminosos dentro de nosso Estado, seja de detentos que cumprem pena aqui, ou que estejam em outras unidades da Federação.