Polícia Civil trabalha na recuperação fiscal através de débitos de empresas

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada em Investigações de Crimes Contra a Ordem Tributária (DEICOT), investiga crimes cometidos por administradores de empresas. Nesses casos, o autuado pode optar por fazer o parcelamento ou quitação do débito fiscal, sendo o processo extinto no caso de quitação, ou suspenso no caso do parcelamento.

Com isso, o Estado arrecadará tributos (como o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS, e o Imposto Sobre Serviços – ISS) e contará com uma recuperação fiscal através destes débitos. A perspectiva da Deicot é que com o andamento destes processos administrativos, se concretizados os pagamentos, poderá ser recuperado um valor superior a 6 milhões de reais.