Please enter banners and links.


CRT-RN comemora Dia do Técnico Industrial em Caicó

Com o intuito de se aproximar dos mais de 10 mil profissionais filiados, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do RN promoverá a Semana do Técnico Industrial, em alusão à data celebrada em 23 de setembro. A cidade de Caicó receberá a ação nos dias 19 e 20 de setembro.

A programação do evento no dia 19 inclui entrevistas de divulgação do Conselho e visitas a entidades e empresas do setor, para estabelecer e reforçar parcerias com industriários da região.

No dia 20, o CRT-RN estará a postos no IFRN a partir das 10h da manhã para receber os profissionais que desejarem tirar dúvidas, ou necessitarem de auxílio para regularizar o cadastro no Conselho. O momento também acontece para que conheçam o trabalho da entidade e se conscientizem sobre a necessidade da orientação e fiscalização profissional para o fortalecimento da categoria e também conheçam as vantagens oferecidas aos filiados. O CRT-RN acabou de assinar o primeiro convênio com o SESI Natal, e outras parcerias estão por vir, também em outras cidades do estado.

Por lei, todos os profissionais da categoria precisam estar registrados no Conselho para atuar no mercado de trabalho. Em breve deverão ter início as atividades de fiscalização, e o CRT-RN solicita que todos os profissionais estejam com o cadastro regular e atualizado.

Quem somos

A criação do conselho é uma luta de décadas. A lei que dispõe sobre o exercício da profissão de Técnico de Nível Médio é de 1968, mas só em 2018 foi criado o CFT – Conselho Federal dos Técnicos Industriais, com a sanção da lei 13.693, uma conquista da classe dos profissionais de nível médio pertencentes a uma centena de categorias, entre as quais eletrotécnica, eletrônica, mecânica, edificações, que agora contam com um conselho próprio.

Para o presidente do CRT-RN, o empresário mossoroense Jerônimo Andrade, a criação do conselho é um “divisor de águas”. Ele destaca a extrema importância do conselho próprio para uma gestão mais compatível às necessidades da categoria, visto a maior proximidade com os profissionais. “O Conselho valoriza o trabalhador, porque conhece de perto o seu dia-a-dia e suas dificuldades, e luta para mudar o cenário. Agora temos espaço para desenvolver melhor as nossas prerrogativas.”  O Rio Grande do Norte é um dos sete estados que tem o próprio conselho regional.