Aumento: Preços da gasolina e do diesel sobem hoje nas refinarias

Os preços da gasolina e do diesel – comercializados nas refinarias – aumentaram hoje (12) 1,4% e 0,7% respectivamente, de acordo com informação da Petrobras.

Para este sábado (13), a empresa já anunciou nova variação nos preços dos dois combustíveis: a gasolina e o diesel terão redução de 0,7%.

As variações de preço fazem parte de reajustes frequentes praticados pela Petrobras, “em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional”, segundo a estatal.

O preço final ao consumidor, nas bombas, dependerá de cada empresa revendedora e dos próprios postos de combustíveis. O histórico das últimas variações praticadas pela Petrobras está disponível na página da estatal na internet.



Gasolina e diesel sofrrem novo reajuste e ficam ainda mais caros no país

Gasolina e Diesel sofrem novo reajuste

A partir da meia-noite desta quarta-feira, (08), a gasolina e o diesel ficaram ainda mais caros para os consumidores brasileiros. Desta vez, os reajustes serão de 2,5% para o diesel e 0,6% para a gasolina. Este é o segundo reajuste de preços dos combustíveis só nesta semana.

Segundo a Petrobras, “o reajuste foi causado principalmente pelo aumento das cotações dos produtos e do petróleo no mercado exterior, influenciado pela geopolítica internacional, assim como pela continuidade da política de contenção da oferta pela Organização dos Países Produtores de Petróleo, a Opep”.

Nesta terça-feira, o valor dos combustíveis já havia sofrido reajuste. Quem foi abastecer, encontrou a gasolina 2,3% mais cara e o diesel a 1,9% acima do preço em diversas cidades brasileiras.



Gasolina tem aumento de 1,7% e diesel cai

Gasolina tem aumento de 1,7% e diesel cai

A Petrobras anunciou ontem mais um ajuste nos preços dos combustíveis. Desta vez, a gasolina subirá 1,7%, enquanto o óleo diesel cairá 0,9% na venda para as refinarias. Os novos preços valerão a partir de hoje, dia 14. A nova política de revisão de preços da companhia – que permite ajustes mais frequentes nos preços – foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho.

Desde então, os preços já  haviam sido reduzidos três vezes. A única mudança estava em vigor desde o dia 11 deste mês, quando a gasolina ficou 1,7% mais barata e o óleo diesel, 2%. Possíveis impactos para o consumidor não foram divulgados na ocasião, assim como não o foram ontem.