Judas Tadeu: “Eu não vou ser diretor clínico do Hospital do Seridó”

Médico Judas Tadeu nega que vá ser diretor clínico do Hospital do Seridó

Quem entrou em contato com o Blog Sidney Silva na tarde deste domingo (19), foi o médico Judas Tadeu, que disputou o pleito eleitoral na campanha passada em Caicó. Ele disse que não procede a informação de que ele poderá assumir a direção clínica do Hospital do Seridó, como está sendo comentado nas redes sociais e em blogs.

Eu não vou ser diretor clínico do Hospital do Seridó. A Fundação não volta pra lá. O próprio deputado Vivaldo Costa, disse reiteradas vezes que não volta e que o Hospital deve ser assumido pelo Município, até porque, ele (o Hospital) pertence ao Município“, disse ele.

A informação surgiu, principalmente, depois que a médica Verônica Alcântara, que ligada ao senador José Agripino Maia, do DEM, deixou o cargo em questão. Ela assumiu a direção clínica do HS enquanto Roberto Germano foi prefeito de Caicó, inclusive, o DEM, apoio a sua candidatura a reeleição, sem êxito.

O médico Judas Tadeu, é filiado ao Pros e é ligado ao Deputado Estadual Vivaldo Costa. Na semana passada, na Rádio Caicó, ele fez uma defesa dos funcionários do Hospital do Seridó, que estão com três meses de salários atrasados, inclusive, encargos trabalhistas. “O Hospital, mesmo sendo administrado pela Junta Interventora, deixou os salários dos funcionários atrasar. Os repasses oriundos da Prefeitura sessaram em determinado momento e isso prejudicou os servidores da unidade. Isso tudo é lamentável“, comentou.