Homem é preso com armas e drogas após telefone ao Disque Denúncia do MPRN

Após um telefonema anônimo ao Disque Denúncia 127 do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), policiais militares prenderam na manhã desta quinta-feira (25) um homem com armas e drogas em Macaíba, na Grande Natal. Thiago Gurgel Melo de Oliveira foi flagrado com 7 armas, cerca de 2 quilos de crack e ainda porções de maconha dentro de casa, no distrito industrial da cidade.

Continue lendo



Disque Denúncia oferece R$ 5 mil por informação sobre morte de coronel no Rio

Disque Denúncia oferece R$ 5 mil por informação sobre morte de coronel no Rio

O Portal dos Procurados do Disque Denúncia divulgou hoje (26) cartaz com título Quem Matou?com a finalidade de ajudar a Divisão de Homicídios da capital na identificação dos envolvidos na morte do coronel Luiz Gustavo Lima Teixeira, de 48 anos, comandante no 3º Batalhão da Polícia Militar (Méier), e do cabo Djalma Veríssimo Pequeno, de 36 anos, lotado no 41º Batalhão da PM (Irajá), ocorridas nesta quinta-feira.

Com a morte do oficial superior e do cabo Djalma, sobe para 112 o número de PMs mortos no estado do Rio em 2017, o que dá uma média de um policial morto a cada 2,7 dias. O Portal dos Procurados oferece R$ 5 mil de recompensa a quem der informações que levem à prisão dos autores do crime dos dois militares.

O coronel Luiz Gustavo foi morto a tiros dentro de uma viatura descaracterizada, no início da tarde, na Rua Hermengarda, esquina de Lins de Vasconcelos, no Méier, zona norte do Rio, durante um arrastão feito por criminosos armados usando uma moto e um carro roubado.



Gaeco potiguar passa a contar com Disque Denúncia

Com a proposta de oferecer à população do Rio Grande do Norte um canal direto para denúncias de crimes em geral, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), agora conta com um Disque Denúncia. Basta o cidadão ligar gratuitamente para o número 127. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

O MPRN está determinado a reforçar a sua contribuição para a defesa do cidadão e da vida no nosso Estado, valores maiores de uma política de segurança pública, além da natural manutenção de um combate firme à corrupção em todos os municípios do RN. É mais uma iniciativa do MPRN buscando cada vez mais resolutividade“, declarou o procurador-geral de Justiça, Eudo Leite.

O promotor de Justiça Fausto França, coordenador do Gaeco, reforçou que a participação da população é fundamental para auxiliar nas investigações. “O serviço chega para funcionar como uma ponte entre o cidadão e o MPRN e esperamos que as denúncias possam facilitar as investigações como um todo“.

Serviço:
Disque Denúncia Gaeco
Telefone: 127  (ligação gratuita)
Whatsapp: (84) 98863-4585
E-mail: disque.denuncia@mprn.mp.br



Disque 181 se consolida como importante ferramenta de combate ao crime

Uma das principais ferramentas da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed)  no combate ao crime, o Disque Denúncia 181 tem recebido um grande fluxo de informações e conseguido resultados importantes, graças ao apoio da própria população.

Cerca de 500 denúncias chegam pelo serviço todos os meses, o que tem resultado em aproximadamente 20 prisões mensais – como de foragidos da Justiça e traficantes – além da apreensão de drogas, armas e veículos.

Ao ligar para o Disque Denúncia, o popular não precisa de nenhum tipo de identificação. A informação recebida pelo atendente é enviada para o setor de inteligência das forças de segurança do Estado, que irá analisar a veracidade dos dados repassados. Dependendo do teor do que foi repassado, os policiais que estão trabalhando nas ruas são acionados.

Vale salientar que, por ser um canal exclusivo para receber denúncias – as ocorrências e emergências devem ser dirigidas para o 190 – o 181 tem um horário de funcionando restrito, das 6h até a meia noite.

Contamos com a ajuda da população para utilizarmos essa importante ferramenta que é o 181. As denúncias estão ajudando na elucidação de vários crimes”, enfatizou a secretária de Segurança e Defesa Social, Sheila Freitas.

Outro fator importante é que a população evite a realização dos chamados trotes. Para se ter uma ideia do problema, contando com as 500 denúncias mensais, o Disque 181 recebe uma média de 2500 ligação todos os meses. As outras 2 mil estão divididas entre pedido de informações, registro de ocorrências e principalmente os trotes, que acabam congestionando as linhas, o que faz com que pessoas que queiram passar informações importantes para a Sesed, desistam. Além disso, as forças de segurança ‘perdem tempo’ com essas situações, quando podiam estar focadas em situações reais.