MPF quer bloqueio de contas do Dnocs para custear abastecimento de Currais Novos e Acari

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou um pedido urgente, à Justiça Federal, para que bloqueie das contas do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs) a quantia necessária para garantir o abastecimento d’água nos municípios de Currais Novos e Acari, localizados na região Seridó do Rio Grande do Norte.

O único reservatório de Currais Novos, o açude Dourados, entrou em colapso e a adutora emergencial sob responsabilidade do Dnocs, e que deveria estar funcionando plenamente desde fevereiro, ainda apresenta problemas e não vem garantindo o abastecimento nesses locais. O valor a ser bloqueado será utilizado para inclusão dos dois municípios na Operação Vertente 2 (que faz uso de caminhões-pipa e é coordenada pelo Gabinete Civil do Governo Estado).

Colapso – As informações sobre a situação do açude Dourados foram repassados à procuradora da República Maria Clara Lucena, que vem acompanhando o caso, em reuniões realizadas nessa quarta-feira (27) com a diretora regional da Companhia de Águas (Caern), Rosy Gurgel, e com o prefeito de Currais, Odon Oliveira de Souza Junior. Eles acrescentaram o fato de que a adutora emergencial de responsabilidade do Dnocs apresenta vários vazamentos.

Continue lendo



Laginhas ganhará ramal da adutora emergencial de Caicó

Laginhas ganhará ramal da adutora emergencial de Caicó

O prefeito de Caicó, Batata Araújo, acompanhou neste sábado (1º) a interligação do ramal da adutora emergencial para o distrito de Laginhas, a 26 quilômetros da sede do município.

No último dia 20 de junho, o prefeito participou de audiência com o coordenador estadual do DNOCS, José Eduardo, em Natal, na presença também dos vereadores caicoenses Odair Diniz, Erinaldo Lino, Lobão Filho, Ivonete Dantas e José Filho para tratar do assunto. Batata já havia solicitado a interligação desde o dia 13 de janeiro deste ano.

Nós entregamos um ofício ao representante do DNOCS, solicitando a autorização para que a CAERN realizasse a interligação. O ramal fica localizado na entrada daquela comunidade”, explicou o prefeito.



MPF e MP/RN acionam Dnocs para evitar crise hídrica em Currais Novos e Acari

O Ministério Público Federal (MPF) em Caicó e o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP/RN) ingressaram com uma ação civil pública, incluindo pedido de liminar, para que o Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs) entregue provisoriamente as obras da adutora emergencial “Serra de Santana- Currais Novos e Acari”, permitindo que sejam iniciados os testes e o consequente abastecimento da população.

Os moradores das duas cidades e de áreas próximas dependem do funcionamento dessa adutora para não sofrerem com uma iminente crise hídrica, que deve ter início já neste mês de junho. A obra se iniciou em 2014 e estava prevista para ser concluída em dezembro de 2015. O contrato foi aditado 11 vezes e a previsão atual de conclusão seria a próxima quinta-feira, 1º de junho, mas ainda não foram iniciados sequer os testes do sistema, que levará água da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves para a Estação de Tratamento de Água do Açude Dourados, em Currais Novos.

Dentre os pedidos da ação, assinada pela procuradora da República Maria Clara Lucena e a promotora de Justiça Mariana Barbalho, está a entrega provisória dos trechos já concluídos da adutora, “em condições plenas de operabilidade para início da realização de testes”. O Ministério Público defende que tais testes sejam realizados o mais rapidamente possível e em conjunto com a Caern e a empresa construtora, Gaid Construções Ltda.

Continue lendo



Água do Itans ainda poderá ser usada para abastecer hospitais, escolas e clínicas

Eu (Sidney Silva) presenciei na tarde desta quarta-feira (17), uma conversa entre o diretor regional do Dnocs, José Eduardo e a gerente da Caern no Seridó, Rosi Gurgel. Eles tratavam sobre o uso da água do açude Itans.

O reservatório está atualmente, segundo dados da Secretaria de Recursos Hídricos do RN, com 1 milhão, 440 mil e 500 metros cúbicos de água, o equivalente a 1,76% de sua capacidade máxima. Essa água poderá, em breve, ser utilizada para abastecer hospitais, clínicas, escolas, presídio entre outras instituições de Caicó.

As comportas do Itans passaram por reforma feita pelo Dnocs. A possibilidade de uso da água do reservatório ainda aguardava o termino da obra.



Caern instalará equipamentos para resolver vazamentos em adutora

Uma reunião com representantes do Dnocs e Caern ocorrida em Caicó na tarde desta quarta-feira (17), acertou os detalhes da resolução do problema de vazamento da adutora emergencial que atualmente abastece à cidade com água da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves.

De acordo com o que ficou acertado, a Caern vai instalar bombas de retenção na adutora e isso deve parar com os vazamentos. A previsão de retorno do abastecimento continua podendo ser até a próxima segunda-feira (22).



Vivaldo cobra conclusão de adutoras no Seridó

Vivaldo cobra conclusão de adutoras no Seridó

Preocupado com a crise hídrica em vários municípios da região Seridó, o deputado Vivaldo Costa (PROS) se pronunciou em plenário, na manhã desta quinta-feira (30), cobrando a conclusão das obras de adutoras ao Governo Federal. O deputado afirmou que os prazos não foram cumpridos.

“A conclusão das obras da adutora de engate rápido foi uma garantia do então Ministro da Integração, Gilberto Occhi, quando esteve em nosso Estado. Ele se comprometeu, afirmando publicamente que até o final de fevereiro passado estariam entregues, mas a população continua aguardando”, criticou Vivaldo.

Continue lendo



Caern aguarda liberação de adutora emergencial de Caicó para realizar testes

Caern aguarda liberação de adutora emergencial de Caicó para realizar testes – (Foto: Marcos Dantas)

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) esclarece que ainda não recebeu, oficialmente, a adutora emergencial de Caicó que está sendo concluída pelo Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS). A informação recebida pela área técnica da empresa consta que a obra não está concluída, pois ainda faltam a interligação com a Adutora Manoel Torres e a montagem eletromecânica dos dois boosters (algo semelhante a uma bomba).

A Caern informa, também, que antes do recebimento oficial da adutora precisará realizar testes para se certificar de todas as especificações técnicas do equipamento. O prazo médio desta etapa é de quinze dias. Caso esteja tudo em condições adequadas, a Companhia fará o recebimento oficial. Assim, se após o carnaval a adutora for liberada pelo DNOCS e estiver dentro dos padrões estabelecidos, será colocada em operação pela Caern em meados de março. Ainda sobre a obra, a empresa reconhece a finalização em um tempo razoável.

A Caern esclarece que está sempre buscando atender a população da melhor maneira possível, se colocando como parceira dos órgãos que possam contribuir para o abastecimento do potiguar.



DNOCS promete concluir Adutora Emergencial de Caicó até o final deste mês

Dnocs afirma que adutora ficará pronta no prazo determinado – (Foto: Marcos Dantas)

Marcos Dantas destaca em seu Blog que a previsão do DNOCS é concluir a adutora emergencial de Caicó até o final deste mês de fevereiro. A informação foi confirmada pelo diretor-geral do órgão, Ângelo Guerra durante entrevista ao Panorama 95 (Rural FM) desta terça-feira (14).

A gente percebeu, diante de algumas simulações feitas pela ANA, que Coremas não daria para abastecer até o final de março, e por segurança, foi feito um pedido formal para que antecipássemos essa conclusão”, disse.

Ângelo também deixou claro que a adutora, logo quando estiver concluída entrará imediatamente em operação. “Uma adutora dessa, a gente precisaria ter pelo menos uns 60 dias de operação de teste, mas pela necessidade da população vamos colocá-la imediatamente em operação”.

Apesar da construção estar sob o controle do DNOCS, a operação ficará a cargo da Companhia de Águas e Esgotos do RN. Através de sistema de rodízio, a intenção é que a adutora atenda de forma emergencial os municípios de Caicó, São Fernando e Timbaúba dos Batistas.