Estáio do Vasco tem luz cortada por “deficiência técnica”

Do GE – O São Januário está sem luz. Na tarde desta quinta-feira, a Light cortou o fornecimento de energia da sede do Vasco. Segundo a empresa, o motivo foi deficiência técnica – “quando as instalações do cliente oferecem risco iminente de danos às pessoas, bens ou ao próprio sistema elétrico da companhia, o que pode afetar outros clientes“.

Segundo o Vasco, a falta de luz ocorreu por causa de um problema num transformador da rua. O clube esperava que o restabelecimento ocorresse nesta sexta. Os funcionários do clube foram liberados à tarde devido ao ocorrido.

De acordo com a Light, o Vasco foi notificado seis vezes, desde julho de 2017, para modernizar sua rede elétrica. O fornecimento só voltará quando o clube “realizar as adequações necessárias para eliminar os riscos de suas instalações“.



Bandeira tarifária nas contas de luz será amarela

A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de energia em julho passou de verde para amarela, o que significa um acréscimo de 2 reais a cada 100 quilowatts-hora consumidos.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica, o fator que determinou o acionamento da bandeira amarela foi o aumento do custo de geração de energia elétrica.

O diretor Centro Brasileiro de Infraestrutura, Adriano Pires, explica que quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.