Secretária garante que dia 23 empresa que fará reforma da Aladim será conhecida

Cláudia Santa Rosa, se reuniu com funcionários e alunos da Antônio Aladim – (Foto: Cardoso Silva)

No próximo dia 23 de maio, serão abertas as propostas das empresas que concorrem na licitação para reforma da Escola Estadual Antônio Aladim, localizada no Bairro Boa Passagem, na zona norte de Caicó.

A afirmação foi feita pela Secretária de Educação, Cláudia Santa Rosa, em entrevista ao Blog Sidney Silva. “Nós teremos conhecimento da empresa vencedora da licitação e com isso poderemos dar início a obra dessa escola que é importante para a educação de Caicó e região“, disse.

A licitação anterior não deu certo por causa de recurso interposto por parte de uma das empresas que perdeu o certame. “Os prazos não podem esperar. A Lei das Licitações, ela é muito rígida. Diante disso, tivemos que refazer a licitação“, explicou.

A secretária ainda esteve reunida com os professores e técnicos da Escola Antônio Aladim e também com os alunos que estão tendo aula nas dependências do Centro Educacional José Augusto.



Alunos, direção e professores da Antônio Aladim em Caicó protestam no desfile de 7 de setembro

Alunos da Escola Estadual Antônio Aladim protestaram durante o desfile cívico em Caicó – (Foto: Willacy Dantas)

Alunos da Escola Estadual Antônio Aladim de Caicó, que atualmente estão instalados no Centro Educacional José Augusto – CEJA, aproveitaram o momento do Desfile Cívico de 7 de setembro para protestarem. Eles levaram faixas de cobrança. “Tudo isso sem: Respeito, Dignidade, Dignidade, Reconhecimento e Apoio”, diziam.

A reforma na Escola Antônio Aladim, segue, mas, sem previsão de conclusão. Enquanto isso, os alunos e professores ocupam salas no Ceja.

Uma das reclamações é que a reforma seja concluída para os estudantes que moram na zona norte, aonde está localizada a escola, voltem a usufruir do espaço.

Os professores e diretoria da escola também fizeram protesto no desfile. Eles estavam vestidos de preto e seguiram por toda a avenida de braços dados.

Diretora da Escola Antônio Aladim ao lado de professoras vestido de preto – (Foto: Willacy Dantas)


Ministério Público acionará Corpo de Bombeiros e Escola Antônio Aladim PODERÁ SER INTERDITADA

Escola Antônio Aladim tem aulas suspensas por causa de problemas na estrutura elétrica

Os representantes do Conselho da Escola Estadual Antônio Aladim procuraram o Ministério Público em Caicó e a promotora Wliana Lemos, confirmou que vai acionar o Corpo de Bombeiros para fazer vistoria na Escola e acionar a Secretaria Estadual de Educação para que tomem providências resolutivas quanto aos problemas elétricos relatados.

O presidente do Conselho da Escola, disse em entrevista na Rádio Caicó, que “alunos e servidores já sofreram choques por causa da estrutura precária com fios expostos. Um ar-condicionado já pegou fogo no local. Nas aulas, muitas vezes nos deparamos com os alunos se abanando por causa do calor. Nas salas, se quer, tem um ventilador. A diretora, em determinado dia, tentou desligar os equipamentos quando estava de saída e deu um fogo lá nos disjuntores e ela saiu correndo. Quer dizer, a situação é de risco“, disse.

Com a chegada do Corpo de Bombeiros, a escola poderá ser interditada por tempo indeterminado até que o Estado faça uma reforma em sua estrutura física.

“Se isso ocorrer, e nós temos consciência que vai, aonde os cerca de 800 alunos da Aladim irão ter as suas aulas? Elas terão o ano prejudicado? Uma escola que aos trancos e barrancos tem índices dos melhores no Enem chegar nessa situação é triste”, lamenta Fábio Dias.



Escola Estadual Antônio Aladim tem aulas suspensas por causa de problemas na rede elétrica

Escola Antônio Aladim tem aulas suspensas por causa de problemas na estrutura elétrica

Sinônimo de aprovação no ENEM, ícone da educação da Zona Norte de Caicó, nunca passou por uma reforma descente, desde sua fundação nos anos 70, e, agora, seus alunos, professores, funcionários e gestores amargam perdas irreparáveis por causa de problemas sérios na energia que lá se instalou. “Por causa da fraca estrutura elétrica, aulas vinham sendo interrompidas, aparelhos eletrônicos e de informática queimando, além da merenda se perdendo, com as complicações de funcionamento do freezer industrial. Junte-se a isso o risco anunciado, com paredes dando choque, fios derretendo e quadros de distribuição com disjuntores se desintegrando”, disse o professor da Escola, Ronaldo Carlos.

O Ministério Público foi procurado para relatar o que está acontecendo e a comunidade escolar estará nesse dia 16, nas ruas a partir das 7hs, para mostrar com que descaso se olha para a educação. “Paramos hoje, e não sabemos quando retornamos. O quadro é dramático! Lutar pelas garantias de funcionamento efetivo da Escola Prof. Antônio Aladim, com qualidade de vida, é um problema de todos. Junte-se a nós na defesa dessa Escola que faz a diferença em Caicó“, conclamou.