Moro determina que PF providencie escolta para depoimento de Lula

Lula deve ser escoltado pela PF para depoimento

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será interrogado novamente pelo juiz federal Sérgio Moro no dia 11 de setembro. Em ofício expedido hoje (27), o magistrado responsável pela Operação Lava Jato determinou que a Polícia Federal (PF) tome as providências necessárias para escoltar Lula até a sede da Justiça Federal no Paraná.

Caso permaneça preso até lá, será a primeira vez que o ex-presidente deixará a cela da Superintendência da PF, em Curitiba, desde sua prisão, em 7 de abril. Lula cumpre pena de 12 anos e um mês pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do apartamento triplex em Guarujá (SP).

A prisão do petista foi determinada por Moro, que ordenou a execução provisória da pena após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou prisões após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça.



RN: PRF já escoltou dois carregamentos de combustível para o aeroporto de São Gonçalo

O inspetor Marcelo Henrique Montenegro de Sá, superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Norte, confirmou ao Blog Sidney Silva, na manhã deste sábado (26), que nos últimos dois dias (24 e 25 de maio), a PRF fez a escolta de carregamentos de combustíveis para abastecer o Aeroporto Internacional Aluísio Alves em São Gonçalo do Amarante.

Diante da dificuldade dos caminhões chegarem no seu destino foi solicitado o apoio dos policiais desde a cidade de Guamaré aonde são carregados.

Os dois carregamentos foram de 120 mil litros de combustível. E enquanto durarem os protestos, a ação deve acontecer.



Exército escolta caminhão até Reduc na 1ª ação após anúncio de Temer

Quatro viaturas e quatro motocicletas da Polícia do Exército passaram, no início da tarde desta sexta-feira (25), entre os manifestantes que estão na frente da Refinaria Duque de Caxias (Reduc), em Duque de Caxias (RJ), fazendo escolta para um caminhão-tanque.

Os manifestantes aplaudiram os militares, em apoio à sua presença – em pronunciamento na tarde de hoje, o presidente Michel Temer anunciou que forças forças federais seriam usadas para desobstruir vias bloqueadas pelo movimento dos caminhoneiros. A escolta do caminhão-tanque até a Reduc é a primeira ação neste sentido desde que o presidente anunciou a medida.

Continue lendo