DHPP indicia dupla por receptação de celular de espanhol assassinado no bairro de Ponta Negra

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) indiciou, nesta sexta-feira (08), a dupla João Batista Moura Filho e Marcela Andrade de Oliveira, pelo crime de receptação.

Segundo investigações, o celular do espanhol Francisco Bachiller Rueda, assassinado no dia 02 de abril deste ano na Vila de Ponta Negra, estava em posse de João Batista, o qual afirmou ter adquirido de Marcela pelo valor de R$ 70,00 reais, sem nota fiscal.

Em depoimento, a mulher alegou ter adquirido o aparelho celular de Derick, morador de rua que posteriormente foi assassinado.

A DHPP prossegue nas investigações referentes ao homicídio do espanhol, tendo dois suspeitos, sendo um que já está preso, e o outro um homem conhecido como “Marquinhos”, o qual está sendo procurado.