Polícia prende em Janduís, dupla suspeita de participar de explosão de agência bancária

Eugênio Gurgel e Francisco Viera de Melo foram presos em Janduís – (Foto: Divulgação/PM)

Policiais civis da Delegacia de Patu, com apoio do Grupo Tático Operacional (GTO) de Alexandria e Patu, prenderam, nesta sexta-feira (08), Francisco Vieira de Melo, conhecido como “Macarrão”, de 54 anos, e Eugênio Gurgel Neto Filho, mais conhecido como “Neto Filho”, de 47 anos, suspeitos de integrarem um grupo criminoso que explodia agências bancárias.

Segundo investigações, os dois homens participaram, com apoio logístico, da explosão da agência do banco Bradesco, localizada no município de Brejo da Cruz, na Paraíba.

A polícia apreendeu quatro munições calibre 9mm, uma munição calibre 7.62, e dinheiro fracionado, com Francisco e Eugênio. Eles foram presos e autuados pelos crimes de associação criminosa e posse ilegal de arma de fogo, sendo encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.