Caicó começa a receber equipamentos da FAB para a operação Cruzex 2018

Aviões da FAB já estão em Caicó – (FOTOS: Isaac Wendel)

A cidade de Caicó/RN, é um ponto estratégico para a CRUZEX Flight 2018. Já é intensa a movimentação de militares no aeródromo do município de 68 mil habitantes, onde está sendo instalado um radar tridimensional TPS-B34 e equipamentos de comando e controle, como uma rede de dados e um conjunto de antenas.

A cidade de Caicó, fica no centro da área onde vão ocorrer os voos. Os equipamentos estão sendo instalados provisoriamente para ampliar a capacidade de controle de tráfego de aeronaves militares na região.

A Cruzex 2018 vai reunir 14 países, de 18 a 30 de Novembro. Essa será a oitava vez que a FAB realiza a Cruzex.

Nesta edição, Brasil, Canadá, Chile, França, Peru, Uruguai e Estados Unidos vão participar com militares e aviões; Alemanha, Índia, Portugal, Suécia, Reino Unido, Venezuela, apenas com militares. Os países participantes deslocarão aeronaves de caça, como os F-16 norte-americanos e chilenos, cargueiros e reabastecedores, como os C-130J canadenses.

Radar usado pelo Sindact 3 será instalado em Caicó


Corpo encontrado no mar é de Coronel da FAB diz ITEP

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (ITEP-RN) confirmou que o corpo encontrado na manhã desta quarta-feira (11) na costa do município de Caiçara do Norte, é do coronel da Força Aérea Brasileira (FAB) que estava servindo na cidade de Brasília (DF), Max Carvalho Dias.

A confirmação se deu através do exame de arcada dentária, realizada pela perita odontolegista, Maria Luiza. Assim que foi acionado sobre o aparecimento do corpo do coronel, a equipe do ITEP se deslocou de Natal para a cidade de Caiçara do Norte, onde fez a perícia no local e removeu o corpo para a realização de exames de identificação humana na sede do órgão em Natal.

A princípio, tentaram identificar o corpo do coronel através do exame necropapiloscópico, no entanto, não foi possível identifica-lo dessa forma, pois devido ao avançado estado de decomposição do cadáver houve a deterioração das papilas dérmicas que formam as impressões digitais que são utilizadas para a realização deste exame.

O coronel Max Carvalho Dias é natural do Rio de Janeiro e estava desaparecido desde a quinta-feira (5), quando saiu para praticar pesca esportiva em alto-mar.

*Fonte: Portal BO