Pré-candidatura da esposa de Paulinho pode ter motivado saída de Fernandinho do PR

A pré-candidatura de Terezinha Maia, esposa do prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio de Medeiros, parece que foi o motivo que levou o caicoense Fernando Antônio Bezerra, a sair do Partido da República – PR, liderado no estado pelo ex-deputado federal, João da Silva Maia.

A Blog Sidney Silva, soube de fonte segura que a prioridade dentro do partido em busca de uma vaga na Assembleia Legislativa, é o nome dela. Diante da situação, Fernandinho teria procurado João Maia e pediu apoio para seu projeto, mas, não obtendo êxito. O “amigo” não chegou junto. Então, ele preferiu procurar outra legenda e encontrou espaço no Solidariedade, que é liderado pelo deputado estadual, Kelps Lima.

O blog Sidney Silva procurou Fernandinho em busca de saber se realmente foi o que aconteceu, mas, ele foi reticente na resposta. Mas, disse que seu novo partido lhe dá condições mais justas para disputar o pleito.

O  Solidariedade vai ter uma nominata com nomes próprios na disputa eleitoral e isso me dá uma condição mais justa de disputa. O PR, no Seridó, já tinha alguns compromissos com nomes, que nós precisamos respeitar. De fato, no início, o presidente, João Maia, pensava em ter uma nominata com nomes próprios do partido, ele tentou, mas no final ele percebeu que se teria dificuldade de manter isso. O PR tem possibilidade de outras coligações“, disse Fernando Antônio.



Livro “Do Seridó que a gente Ama” é lançado em Caicó

Advogado Fernando Antônio Bezerra lança em Caicó livro Do Seridó que agente ama

O advogado, Fernando Antônio Bezerra, “Fernandinho”, lançou no final da tarde de sexta-feira (05), no restaurante D’Gust em Caicó, o livro “Do Seridó que a gente ama”. O evento foi bastante concorrido.

Publicado pela Sebo Vermelho, a obra reúne cerca de 40 artigos antigamente publicados pelo autor. O conteúdo vai desde temas amenos como a conversa na calçada de Paizinho Rangel, em Caicó, passando por breves anotações de genealogia, até assuntos históricos, como a morte de Octávio Lamartine, em Acari.