Na Festa do Boi, governador apresenta balanço dos mais de R$ 150 milhões já investidos no setor agropecuário

Na Festa do Boi, governador apresenta balanço dos mais de R$ 150 milhões já investidos no setor agropecuário – (Foto: Demis Roussos)

Mesmo em meio a uma estiagem que perdura sete anos e diante de uma crise econômica no país, a agropecuária potiguar vem apresentando resultados de excelência e avanços positivos. Como prometido em reunião anterior com representantes do setor, o governador Robinson Faria esteve na 55ª edição da Festa do Boi, neste domingo (8), e apresentou um balanço das ações no setor agropecuário.

Temos muito a prestar contas. São mais de R$ 150 milhões investidos no setor nos últimos anos“, destacou Robinson. O chefe do Executivo estadual ressaltou que o RN vem batendo anualmente o recorde nas exportações de frutas. Em 2016, por exemplo, o estado registrou o valor de U$S 135 milhões em volume de frutas exportadas. “Os fruticultores estão migrando de outros estados para o RN por encontrar um ambiente favorável e com segurança jurídica para produção”, disse Robinson. Ele recordou que mais de cinco municípios potiguares foram reconhecidos como livres de Moscas das Frutas, ampliando a área para produção e exportação.

Além disso, o RN está apto a exportar frutas para novas fronteiras como Argentina, Chile, EUA e China, com negociações em curso. A comercialização local também ganhou investimento com a abertura da Central da Agricultura Familiar, beneficiando diretamente 1.200 agricultores. “Se compararmos com os outros estados brasileiros, mesmo com a seca que enfrentamos, o Rio Grande do Norte apresentou o maior percentual de contratações de trabalhadores no setor agrícola entre todos os estados do país e o menor percentual de demissões, proporcionalmente. Em números absolutos, o RN é o estado que mais gerou emprego direto na agropecuária”, destacou o governador. Robinson lembrou que esse cenário é resultado das muitas ações de governo que estão sendo feitas nesses quase três anos de gestão.

Continue lendo



A pedido do MPRN, Justiça suspende realização da Festa do Boi 2017

Associação de Criadores e empresa contratada para montar estruturas temporárias não apresentaram documentação exigida, o que pode trazer riscos aos visitantes da festa

A pedido do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a Justiça potiguar suspendeu a realização da Festa do Boi 2017. A 55ª edição da festa seria aberta nesta sábado (7), no parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim. O motivo da suspensão é o fato de a Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc) e a empresa contratada por ela para montar as estruturas temporárias no parque não terem apresentado a documentação exigida para o funcionamento dessas estruturas, que são um parque de diversões, o setor de alimentação temporário e a arena de shows e rodeio. Para o MPRN, a ausência desses documentos põe em risco a integridade física dos visitantes da festa.

A 10ª Promotoria de Justiça de Parnamirim deu entrada nesta sexta-feira (6) em uma ação civil pública com pedido de liminar para suspender a abertura da festa. Na manhã deste sábado, o juiz plantonista Demétrio do Vale Neto atendeu o pedido do MPRN e determinou a imediata suspensão da Festa do Boi.

O MPRN já havia firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Anorc e a Gilsandra Moura Soares-ME, empresa que montaria as estruturas temporárias no parque Aristófanes Fernandes. Esse TAC previa que a Anorc e empresa deveriam apresentar documentos emitidos pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento de Parnamirim (Semur) e pelo Corpo de Bombeiros Militar do RN liberando o uso das estruturas temporárias, o que não aconteceu até as 12h deste sábado. Na ação civil pública, o MPRN frisa que o parque de diversões e a arena de shows são setores que concentram grande parte do público frequentador da festa.

Continue lendo



Espaço Terroir do Sebrae terá capacitações e sabores regionais

Um local para ver, degustar, comprar e aprender a harmonizar produtos regionais de alto apelo gastronômico, como os vinhos gaúchos, as ostras, os queijos potiguares, as castanhas do Acre e o café capixaba. Assim será a participação do Sebrae no Rio Grande do Norte na 55ª Festa do Boi com o Espaço Terroir, que terá exposição, degustação e harmonização de produtos, além de mais de 50 tipos de capacitações diferentes, entre palestras, oficinas e seminários, tratando dos sabores de cada canto do Brasil. A estrutura e a programação do espaço foram apresentadas nesta quarta-feira (4), durante almoço no restaurante Nau Frutos do Mar. A Festa do Boi começa no próximo sábado (7), no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.

Em uma área de quase 3 mil metros quadrados, o Espaço Terroir pretende reunir produtores de diversas regiões com exposição, degustação e venda de produtos terroir – aqueles oriundos de uma determinada região com influência de clima, terra, relevo e águas que os tornam específicos, como é o caso dos queijos da região do Seridó. “A proposta desta edição é deixar o espaço multissetorial de forma diferenciada com um olhar para o pequeno produtor”, explica a coordenadora do espaço, Sergina Dantas.

A Vitrine de Produtos Terroir terá exposição de queijos artesanais, cachaças, camarões e ostras potiguares, cafés brasileiros.  Para o espaço, foram selecionados produtos de todas as regiões do Brasil que se destacam pela regionalidade e diferenciação, seja pelo elevado padrão de qualidade, identificação de origem (IG), valor agregado, certificação orgânica, sustentabilidade e ou saudabilidade.

Continue lendo