Fiscalização do CREMERN no Seridó vai garantir novos leitos de UTIs nos hospitais regionais

Fiscalização CREMERN em Caicó no Hospital Regional

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN está na Região Seridó para fiscalizar as obras para instalação dos novos leitos de UTIs, nas cidades de Currais Novos, Caicó e Pau dos Ferros. O pleito por ampliação de leitos de Unidades de Terapias Intensivas – UTIs nos hospitais regionais do Estado vem desde o ano de 2013, através de uma Ação Civil Pública na Justiça Federal, contra o Governo do Estado.

A fiscalização foi realizada por uma comissão formada pelo Presidente do CREMERN, Marcos Lima de Freitas, o vice-presidente e chefe do Departamento de Fiscalização do Conselho, Francisco Braga, e a Conselheira primeira secretária, Maria Cristina Monte.  Em Currais Novos, a visita ao Hospital Regional Dr. Mariano Coelho aconteceu na tarde de quinta-feira (08), nas obras onde serão instalados seis novos leitos de UTI. “Encontramos as obras em fase de engenharia civil, com as paredes e cobertura, porém sem o piso e demais instalações. Situação que sinaliza para um final de obra indefinido”, disse o presidente Marcos Lima de Freitas.

Nova UTI do Hospital Regional de Caicó

Na manhã de sexta-feira (09), a fiscalização foi realizada no Hospital Regional do Seridó, em Caicó. Recebidos pelo diretor técnico, Silvio Santos Filho, a comissão do CREMERN visitou as futuras instalações dos novos dez leitos de UTIs, que serão abertos até o mês de abril, de acordo com a previsão da Sesap. “Encontramos uma Unidade de Terapia Intensiva praticamente finalizada, pendente apenas de pequenos ajustes como climatização e instalação dos leitos com seus equipamentos de monitorização”, declarou.

Na tarde de sexta-feira, a equipe do CREMERN esteve na região do Alto Oeste e fiscalizou o Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros. “Nós encontramos a UTI em fase final de reforma, pendente de uma revisão na cobertura (telhado). Também faltam os novos leitos e demais equipamentos para que a Unidade possa iniciar o seu funcionamento de forma plena“, garantiu.

O presidente do CREMERN fez questão de frisar que: “Para nós que fizemos parte da presente fiscalização, foram momentos de enorme felicidade, ao perceber que dentro de poucos meses teremos uma assistência digna aos pacientes críticos dessas regiões, fruto de uma ação dos médicos do estado do Rio Grande do Norte aqui representados pelo Conselho Regional de Medicina”, avaliou o presidente Marcos Lima de Freitas.



Polícia Estadual de Trânsito realizou fiscalização em Jucurutu

Moto foi recolhida durante fiscalização em Jucurutu

Nesta quinta-feira (31), policiais militares do 3º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual, com o apoio de policiais da Companhia da PM de Jucurutu e do Batalhão de Caicó, realizaram ponto de bloqueio no perímetro urbano da RN-118 em Jucurutu.

No período em que estiveram na fiscalização, os policiais abordaram cerca de 49 carros, 16 motocicletas, 6 caminhões e 7 vans. Ainda foram lavrados, 7 autos de infração e 1 CNH e veículo recolhidos.



Caicó: Prefeitura poderá fiscalizar trecho da BR 427 no carnaval entre às 15hs e meia noite

PRF não faria a fiscalização entre às 15hs e meia noite nos dias de carnaval – (Foto: Sidney Silva)

Está sendo tratado entre a Prefeitura de Caicó e a Polícia Rodoviária Federal, a possibilidade de durante o carnaval, entre os dias 08 e 13 de fevereiro, a fiscalização do trecho urbano da BR 427, que é usado por foliões, seja feita pela gestão municipal e não pela PRF. O período seria entre às 15hs e meia noite. Antes e depois disso, o polícia atuaria normalmente.

Nos próximos dias, o assunto que já foi discutido em reunião, voltará a ser tratado.

Em contato com o Inspetor PRF, Marcos Freire, o Blog Sidney Silva, recebeu a confirmação da tratativa. “Nós estamos realmente discutindo o assunto com a prefeitura, mas, falta ajustar alguns detalhes, Nossa fiscalização ocorreria antes e depois da realização dos festejos carnavalescos. Nesse período, a responsabilidade total era da Prefeitura”, disse.



Juiz faz fiscalização no Pereirão e ouve presas

Juiz Luiz Cândido fez fiscalização no presídio de Caicó

O juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça, que está, também, respondendo pela Execução Penal na comarca de Caicó, esteve neste terça-feira (09), realizando fiscalização de rotina no pavilhão feminino da Penitenciária Estadual do Seridó.

Em contato com o Blog Sidney Silva, Cândido disse que a fiscalização foi rotina, mas, aproveitou, juntamente com o representante do Ministério Público, para fazer entrevistas com as presas. “Nós temos sempre que fazer esse tipo de trabalho. Lá, nós encontramos algumas melhorias sendo implementadas, como os equipamentos novos que chegaram, o Raio-X e o detector de metais, o sistema de câmeras, entre outros. Eu tenho esperança que tenhamos essa unidade funcionando bem, como antes.

O magistrado esteve acompanhado do promotor de Justiça, Geraldo Rufino de Araújo Júnior, do diretor da unidade prisional, Ubirajara Araújo, do delegado de Polícia Civil, dr. Rafael e do comandante do 6º BPM, o tenente-coronel Walmery Costa.



Conselho Regional de Medicina fez fiscalização no Hospital Regional de Caicó; Veja fotos

Membros do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN estiveram nesta sexta-feira (03) fiscalizando o Hospital Regional de Caicó, principal hospital da região do Seridó, que assiste a cidade, além de 25 municípios da região. Além da falta de medicamentos e insumos básicos para a assistência, a fiscalização encontrou deficiência de equipamentos essenciais no ambiente de UTI e no Centro Cirúrgico.

As informações sobre a precária condição de abastecimento do Hospital Regional de Caicó chegaram ao CREMERN através da imprensa e das mídias sociais, motivando uma nova fiscalização por parte da instituição. As novas internações em UTI estão suspensas por decisão da equipe medica do hospital por falta de medicamentos essenciais.

Encontramos o hospital numa situação crônica de desabastecimento, tendo se agravado nos últimos 15 dias pela falta de medicamentos e insumos essenciais para a assistência à urgência e emergência, inviabilizando o funcionamento adequado da UTI e determinando o fechamento de leitos”, afirmou o presidente do CREMERN, Marcos Lima de Freitas.

O índice de abastecimento médio do hospital tem sido bem abaixo da necessidade, com um déficit mensal de aproximadamente 70% dos medicamentos e insumos. “Além da falta de medicamentos e insumos básicos para a assistência, encontramos deficiência de equipamentos essenciais no ambiente de UTI e no Centro Cirúrgico. O fechamento dos leitos de UTI num momento de necessidade de ampliação compromete ainda mais essa assistência”, acrescentou o Chefe de Fiscalização do CREMERN e vice-presidente, Francisco Braga.

A equipe do CREMERN, formada pelos conselheiros Dr. Marcos Lima de Freitas, Dr. Francisco Braga e Dra. Giana da Escóssia, encontrou as obras andamento para a construção de uma nova UTI em andamento e que ampliará de cinco para 10 leitos, viabilizada através de uma Ação Civil Pública do CREMERN contra o Estado para ampliação de leitos de UTI. A Ação culminou com sequestro em juízo dos valores da conta do Estado.  “Esperamos que essa ampliação solucione definitivamente o problema da assistência aos pacientes críticos da região”, disse Marcos Lima de Freitas.



Durante fiscalização, Igarn identificou aumento do desvio de água na região do Vale do Açu

A respeito de problemas no abastecimento de água em municípios da região do Vale do Açu, o Governo do Estado emitiu nota esclarecendo que há cerca de dez dias, a CAERN comunicou a dificuldade para efetuar a captação e abastecimento para a população daquela região. A partir dessa informação, a fiscalização do Instituto de Gestão de Águas (IGARN) detectou o aprofundamento de canais que desviam água do leito natural do rio Açu para captação de produtores que atuam na área, reduzindo a disponibilidade hídrica do sistema para as cidades de Pendência, Alto do Rodrigues, Macau e Guamaré.

O Estado notificou a Agência Nacional de Águas (ANA), órgão responsável pela gestão do sistema.

Mesmo sendo prerrogativa da ANA apurar e tomar as medidas cabíveis para solucionar essa situação, o Governo do Estado está adotando providências para minimizar os efeitos do desabastecimento.

1.    Está sendo encaminhado à ANA e ao Ministério da Integração Nacional o pedido formal de desassoreamento do rio Açu, iniciando pelo trecho entre Alto do Rodrigues e Pendências;

2.    Na próxima segunda-feira (11) serão reunidos os usuários de água produtores da região do Vale do Açu e representantes do Comitê da Bacia Hidrográfica para, juntos, encontrarmos a melhor alternativa para dar continuidade ao abastecimento dos municípios da região;

3.    Também serão reunidos os prefeitos das cidades atingidas pelo desabastecimento daquele sistema para iniciar as orientações a respeito da gestão da Operação Vertente (carros-pipa), que objetiva o abastecimento humano.



Ipem/RN fiscaliza mais de 600 cronotacógrafos em Operação

Ipem fiscaliza mais de 600 cronotacógrafos em Operação

O Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem/RN), realizou a fiscalização de cronotacógrafos nos dias 30 e 31 de agosto, simultaneamente nos postos operacionais da PRF São José Mipibu BR 101, São Gonçalo do Amarante BR 406 e Mossoró BR 304.

As equipes da fiscalização verificaram 608 veículos, sendo emitidos 65 autos de infração.

A operação tem a finalidade de identificar se os instrumentos estão de acordo com a legislação vigente e se há irregularidades como ausência de lacre e certificado de verificação emitido pelo Inmetro.

Além de registrar informações do percurso, como respeito aos limites de velocidade e distância percorrida, o tacógrafo também registra o tempo de condução e descanso do motorista.

 



Ipem-RN e Procon Estadual realizam Operação Dia das Mães

O Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem-RN) e a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-RN) iniciaram nesta segunda-feira (08) a Operação Especial Dia das Mães. Os órgãos vão percorrer e fiscalizar os estabelecimentos que comercializam produtos têxteis de moda feminina.

Durante a Operação, os fiscais do Ipem-RN irão fiscalizar o cumprimento da regulamentação, que exige que não só as roupas, mas quaisquer artigos têxteis, venham com um conjunto de informações obrigatórias, tais como dados do fabricante ou importador, CNPJ, país de origem, composição têxtil, cuidados de conservação e indicação de tamanho, todas em língua portuguesa.

Enquanto o Procon-RN observará o cumprimento do Código de Defesa do Consumidor. Eles irão vistoriar se há informação de preços dos produtos e serviços oferecidos, disponibilidade do Código de Defesa do Consumidor para consulta e se consta o telefone do Procon em local de fácil visualização. A operação segue até o dia 12 de maio em Natal e Mossoró.



Procon Estadual fiscaliza salões de beleza

Procon Estadual fiscaliza salões de beleza

Durante esse mês de abril, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/RN), percorrerá salões de beleza nas cidades de Natal, Mossoró e interior do estado. A operação visa retirar do mercado produtos vencidos que estejam sendo utilizados ou postos à venda nos estabelecimentos.

“Já nos dois primeiros salões de beleza visitados, apreendemos 161 produtos, alguns vencidos há mais de 10 anos”, conta o Coordenador Geral interino do órgão, Cyrus Benavides. Dentre os apreendidos estão esmaltes, pó de maquiagem, shampoos e sabonetes líquidos.

O objetivo será visitar cerca de 800 salões de beleza. A princípio a operação possui caráter educativo, mas em caso de irregularidade grave, os estabelecimentos sofrerão as penalidades legais.

Em caso de denúncias o consumidor deve se dirigir a uma unidade do Procon/RN.



Procon/RN encontra irregularidades em fiscalização no Seridó do Estado

Procon/RN encontra irregularidades em fiscalização no Seridó do Estado
Procon/RN encontra irregularidades em fiscalização no Seridó do Estado

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/RN) esteve na região do Seridó, entre os dias 28 e 31 de março, realizando procedimentos educativos em muitos estabelecimentos comerciais e tirando dúvidas dos consumidores.

Durante as fiscalizações o órgão constatou irregularidades em lojas de material de construção na cidade de Caicó, onde foram apreendidos e destruídos 74 itens expostos à venda, e que se encontravam fora do prazo de validade.

Na cidade de Santa Cruz, constatou-se em dois supermercados, a venda de produtos fora da validade e prática de publicidade enganosa. Sendo ao total, 26 produtos destruídos. Todos os estabelecimentos foram autuados, nos artigos do código de defesa do consumidor e sofrerão as penalidades legais.

O coordenador Geral interino do Procon/RN, Cyrus Benavides, afirma que o órgão aumentará as fiscalizações. “Intensificaremos as fiscalizações para preservamos o respeito ao consumidor e o combate à possíveis irregularidades que causem mal à saúde da nossa população”, explicou.

Para dúvidas e reclamações o consumidor deve se dirigir a uma unidade do Procon Estadual.



Operação Lei Seca reforça segurança no litoral e recupera moto roubada

O reforço na segurança do litoral do Rio Grande do Norte determinado pelo Governo do Estado levou a equipe da Operação Lei Seca do Detran/RN a ampliar o patrulhamento na faixa litorânea. Nesse sentido foi realizado na noite de ontem (10) e madrugada de hoje (11), ações de patrulhamento ostensivo e abordagens a suspeitos no litoral Sul, que resultaram na recuperação de uma motocicleta roubada, na autuação de 11 condutores por embriaguez ao volante, apreensão de um veículo e registro de cinco outras autuações por motivos diversos.

No caso do veículo roubado os policiais foram abordados pelo proprietário informando ter sido vítima de assalto e que a motocicleta tomada possuía GPS e poderia ser rastreada com a ajuda do aparelho. Os policiais da Operação Lei Seca saíram na perseguição e conseguiram localizar a moto roubada numa área de difícil acesso no meio de um matagal no bairro de Cajupiranga, em Parnamirim.

Procuramos a moto no matagal e a localizamos escondida no mato. Orientamos o proprietário a registrar o fato na delegacia, já que o registro foi feito somente no Copom, e os assaltantes podem ter feito outras vítimas utilizando a moto e ele ser acusado pelo fato”, contou o coordenador da Operação Lei Seca, capitão Isaac Paiva.

Já os 11 condutores flagrados na Operação Lei Seca dirigindo sob a influência de álcool cometeram uma infração gravíssima e devem ser punidos com sete pontos e retenção da CNH, multa no valor de R$2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por 12 meses. Na última blitz realizada no litoral Sul, a Operação Lei Seca conseguiu evitar que 42 motoristas circulassem sob efeito de álcool e apreendeu uma quantidade de maconha.