Associações aumentam recompensa por informações de envolvidos na morte de PM

Polícia procura por foragidos

As associações representativas de Praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte aumentaram para R$ 3 mil a recompensa para quem der informações que levem à prisão dos acusados pela morte do Cabo da Polícia Militar Ildônio José da Silva, no último dia 16 durante um assalto a um ônibus escolar entre Caraúbas e Governador Dix-Sept Rosado.

Inicialmente, as entidades ofereceram R$ 1 mil e elevaram esse valor para R$ 2 mil a recompensa para quem informar o paradeiro do grupo. Onze pessoas já foram presas e outras nove ainda são procuradas por participação na morte do cabo

Segundo as associações, são procurados Vantuir de Lima, Danilo da Silva Fernandes, Kauã Bruno Ferreira de Lima, o Cocada, Wilhiam Bezerra de Lima, vulgo Belo das Mirandas, Judson Rodrigues Vieira, conhecido como Juca Ladrão, Lucivan Dantas, o Rabicó, Antonio Alcivan Fernandes Júnior, o Juninho Mangueira, Obimael, o Bidi das Mirandas,  e um adolescente de 17 anos.

Continue lendo



Fugitivos do PEP são recapturados pela PM

Drogas, celular e outros objetos apreendidos dentro do PEP

Diligências da Polícia Militar resultaram na apreensão de três foragidos da Penitenciária Estadual de Parnamirim na tarde desta sexta-feira (26). Adriano Azevedo da Silva, Manoel batista da Silva Jr e Jonathan Ferreira da Silva haviam escapado ontem do presídio.

Além disso, uma operação realizada pelo Grupo de Operações Especiais (GOE) no início desta tarde culminou com a apreensão de drogas na PEP. A ação foi comandada pelo secretário-adjunto da pasta de Justiça e Cidadania do governo do Rio Grande do Norte, Michael Anderson.

Ao todo, foram revistados individualmente 500 internos, dos quais dois foram flagrados com entorpecentes e conduzidos à delegacia. Uma quantidade de droga foi abandonada tão logo a operação teve início.

Além disso, um celular, carregador, chips, fones de ouvido e cachimbos artesanais também foram recolhidos pelos policiais.



Polícia prende quatro em Santa Cruz; Grupo estevem Caicó para matar desafeto

Armas e munições apreendidas na abordagem em Santa Cruz – (FOTOS: Divulgação/PM de Santa Cruz)

A Polícia da cidade de Santa Cruz/RN, na região Trairi, após realizar abordagem, conseguiu prender por volta das 23hs da noite desta quarta-feira (25), quatro pessoas portando armada de fogo. Eles foram identificados inicialmente, como, Alam Carlos (Pepeu), morador de Caicó e fugitivo do Pereirão (responde por tráfico de drogas e roubo); Cláudio Clebeson, morador de Caicó e fugitivo do Pereirao (responde por roubo); Nalisson Caetano e Larissa Padilha, ambos moradores da comunidade da Pompéia na Zona Norte de Natal. A polícia encontrou com os quatro, dois revólveres e 23 munições.

De acordo com informações apuradas pelo Blog Sidney Silva, o grupo esteve em Caicó para praticar um crime de homicídio, que não foi realizado e voltavam para Natal quando foram presos em Santa Cruz.

Participaram da ação, policiais da Rádio Patrulha, Grupo Tático Operacional de Santa  Cruz, RP de Japi e RP de São Bento do Trairi. Todos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil para serem flagranteados e ficam à disposição da Justiça do Rio Grande do Norte.



Vídeo: Polícia Militar de São Bento/PB prende detentos que escaparam durante rebelião em Alcaçuz

Policiais militares da cidade de São Bento/PB, prenderam na manhã desta segunda-feira (16), dois detentos que escaparam da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta/RN, na tarde do último sábado. Eles foram identificados como Andrêi Silva Leão “Nêgo Pará” e João Bosco “Matuto”.

De acordo com o Capitão C. Lima, chegaram informações ao Copom da presença dos dois homens em uma casa. A informação também dava conta a dupla era assaltante de banco. Os policiais montam uma operação e conseguiram deter os dois.

Eles confirmaram aos policiais, que fugiram durante a rebelião que foi deflagrada na tarde de sábado. Também disseram que pertencem ao PCC e que dentro do presídio, morreram mais de cem presos.

Um dos presos, é identificado como Nêgo Pará. Ele participou do roubo aos Correios da cidade de Timbaúba dos Batistas no dia 3 de julho de 2013. Naquela data, morreu Douglas Alves de Oliveira, que participou da ação e trocou tiros com a polícia. O Nêgo Pará, foi preso em uma blitz na cidade de Jardim de Piranhas.