Secretário Francisco Oliveira na mira de vereadores que querem sua cabeça

Francisco não anunciou, mas comenta se que ele tem interesse em disputar a prefeitura de Caicó

O Secretário de Tributação e Finanças da Prefeitura de Caicó, Francisco de Assis Oliveira, o FAO, está na mira de dois vereadores que querem sua cabeça, ou seja, que o Prefeito Robson de Araújo Batata, demita-o do cargo. Eles já teriam começado o processo para “fritá-lo”. A informação foi confirmada por fonte próxima da situação.

O motivo é o fato de ele ter o nome contato para ser candidato a prefeito nas eleições de 2020, o que atrapalharia os planos dos Edis que também tem interesse na disputa eleitoral. Eles temem que Batata hipoteque apoio a uma eventual candidatura de Francisco.

Quem sairá mais “chamuscado” dessa disputa? Os vereadores e seus incendiários, ou o Secretário de Finanças, pretenso candidato?



Secretaria de Tributação de Caicó articula a implantação do Tribunal Administrativo de Tributos Municipais

Reunião aconteceu em Natal

Nesta sexta-feira (18) comparecerem ao Tribunal Administrativo de Tributos Municipais, em Natal, os auditores fiscais, procurador municipal Nicodemos Victor, o secretário de Finanças e Tributação, Francisco Oliveira e o assessor jurídico Arthur Augusto, todos representando a secretaria municipal de Tributação de Caicó.

Na ocasião, eles participaram de visita técnica, para conhecimento e esclarecimentos sobre fiscalização e julgamentos de processos fiscais administrativos.

Continue lendo



Secretário de Finanças explica pagamento das rescisões de servidores

Em entrevista à imprensa nesta segunda-feira (12), o secretário municipal de Tributação e Finanças, Francisco Oliveira, anunciou que em breve, o Município de Caicó vai efetuar o pagamento das rescisões dos servidores que foram exonerados nos meses de outubro e dezembro de 2017.

“A gente tinha falado que iria pagar após o dia 10 de março, mas infelizmente o nosso setor de Recursos Humanos está cheio agora com o informe da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) que é até o dia 23 de março. Assim que passar essa fase do PASEP e a folha de pagamento de março, nós começamos a pagar as rescisões de outubro e dezembro por secretaria”, explicou Francisco.



Secretário de Finanças profere palestra sobre ética na gestão pública para servidores do município

Secretário de Finanças profere palestra sobre ética na gestão pública para servidores do município

Nesta terça-feira (17), ao meio-dia, no Centro Administrativo, o secretário municipal de Tributação e Finanças, Francisco Oliveira, proferiu uma palestra sobre a Ética na Gestão Pública, para os servidores dos setores de Finanças, Controladoria e Administração.

O objetivo é mostrar ao servidor público, independente dele ser efetivo ou não, a ética dentro do serviço público. “Nós que trabalhamos com finanças e em todos os setores da administração pública, temos que trabalhar seguindo alguns princípios éticos que nos regem”, disse Francisco Oliveira.

O secretário apresentou algumas dinâmicas e fez uma explanação reivindicando que todos os setores da gestão pública estejam integrados neste momento, onde a crise é geral e atinge a todos os municípios.

Francisco Oliveira avaliou positivamente a participação dos servidores e anunciou que as palestras de formação terão continuidade e que também se configuram em momentos de confraternização entre os servidores.



Francisco Oliveira diz que não recebeu convite para assumir finanças da Prefeitura de Caicó

O professor e contador, Francisco de Assis Oliveira, dono de um dos maiores escritórios de contabilidade do Seridó, que está com o nome sendo cotado na imprensa para assumir a secretaria de finanças da gestão de Robson Araújo “Batata”, disse ao Blog Sidney Silva, que não recebeu convite. “Eu não recebi convite”, disse. O Blog perguntou ainda se for convidado, qual será a resposta. “Eu prefiro não comentar sobre isso agora”, afirmou.

Ele assumiria o posto deixado por Marcos Airton, que pediu exoneração nesta terça-feira (01). Marcos disse ao Blog de Marcos Dantas, que sai da pasta de cabeça erguida e que perdeu o brilho. “Achei melhor entregar”, declarou.

Essa não é a primeira baixa na gestão de Batata a frente da Prefeitura. O subcoordenador de meio ambiente, Renato Viola, também deixou a gestão.