Técnico da IV URSAP confirma que Caicó terá prioridade no RN para uso do carro fumacê

Em entrevista à imprensa nesta terça-feira (28), o técnico responsável pelo controle vetorial na IV URSAP, Francisco Batista de Moura, explicou sobre a questão do carro fumacê que foi solicitado pela secretaria municipal de Saúde, para uma operação em Caicó, para combater o mosquito da dengue, mas que devido a algumas adequações do governo Federal, a operação ainda não começou.

Batista destacou que desde o início do ano houve um desabastecimento do produto inseticida usado carro fumacê em virtude de uma certa quantidade do produto que teve o prazo de validade expirado. Batista conversou com Walter, que é responsável pelo controle vetorial do Estado e pela base de UBV que fornece os carros para prestar o serviço e o mesmo confirmou que o produto vai chegar aos Estados dentro de 15 dias e a prioridade no momento no Rio Grande do Norte é a cidade de Caicó, para o início da operação carro fumacê.

Não vamos culpar Município nem Estado, ninguém teve culpa nisso, pois o próprio Ministério da Saúde recebeu as conseqüências do atraso do produto”, afirmou Batista. Ele confirmou que o trabalho dos Agentes de Endemias está sendo feito, sendo um trabalho relativamente bom, mas falta uma colaboração maior por parte da população, tanto na eliminação de criadouros em suas casas, quanto na facilitação da visita do agente a alguns imóveis fechados”, disse Francisco Batista.

Ele acrescenta que se a população não participar desse combate ao mosquito da dengue, com certeza vai continuar perdendo a guerra e estará sempre sob riscos de epidemias e surtos através dessa doença.