PGJ anuncia hoje em Caicó, criação do GAECO/Seridó

O Procurador Geral de Justiça, Eudo Leite, estará em Caicó, nesta segunda-feira (20), para anunciar a criação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado – GAECO para atuação na região Seridó.

Ele concederá entrevista coletiva para a imprensa no início da tarde para dar detalhes.

No mesmo encontro, o chefe do Ministério Público fará avaliação dos dois anos iniciais de sua gestão a frente da PGJ e perspectivas para o próximo mandato.



Desembargador autoriza GAECO a aprofundar buscas em material apreendido na Operação Tubérculo

O Desembargador Gilson Barbosa, autorizou o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público, a fazer a “quebra de barreiras impostas nos arquivos eletrônicos ou equipamentos de TI encontrados com proteção de senha, criptografados ou outro, permitindo a visualização de seu conteúdo”.

O referido material consta no processo de “Lavagem” ou Ocultação de Bens, Direitos ou Valores Oriundos de Corrupção, que respondem, o prefeito de Caicó, Robson de Araújo, o vereador, Raimundo Inácio Filho e o empresário, Edvaldo Pessoa de Farias, presos na Operação Tubérculo, deflagrada em Caicó, em julho de 2018.

A decisão foi tomada depois que o Ministério Público informou que as técnicas usadas pelo ITEP do Rio Grande do Norte, não foram suficientes para extrair todos os conteúdos do que foi apreendido na operação. O órgão ministerial informou que dispõem de tecnologia mais avançada para aprofundar as buscas.



Operação do MPRN e da PM combate homicídios e tráfico de drogas em Baía Formosa

Operação do Gaeco

Ao todo, estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão. Número de assassinatos cresceu 66,7% na cidade em um ano

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), com apoio das Polícias Civil e Militar, deflagrou nesta sexta-feira (21) uma operação para combater os crimes de homicídio e tráfico de drogas em Baía Formosa. Ao todo, estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão na operação Agreste Seguro. Na ação, foram apreendidos maconha, crack, duas espingardas calibre 12, um revólver, munição e dinheiro.

O objetivo é levantar dados que auxiliem na redução da criminalidade no município. Segundo levantamento do MPRN e da Ong Observatório da Violência, a quantidade de assassinatos cresceu 66,7% na região entre 2017 e este ano, saltando de 21 para 35 registros até o momento.

Um dos principais responsáveis por esse aumento foi identificado nas investigações. Ele estava cumprindo pena em uma unidade prisional da Paraíba, de onde ordenava os crimes por telefone celular. O MPRN conseguiu que a Justiça o recambiasse para a penitenciária de Alcaçuz, onde não tem mais acesso à comunicação com por celular.

A operação Agreste Seguro conta com 100 homens da Polícia Militar e da Polícia Civil.



Caraúbas: Gaeco localiza condenado por homicídio que estava foragido desde 2009

O foragido da Justiça potiguar, Elailde Vieira de Souza, foi preso nesta terça-feira (12) na cidade de Garuva (SC). Ele foi condenado em 2009 a 14 anos de reclusão pelo crime de homicídio qualificado, em sentença proferida pelo Tribunal do Júri do município de Caraúbas. A prisão foi possível graças a informações repassadas ao Ministério Público do Rio Grande do Norte, por meio do Disque Denúncia 127 do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do MPRN (Gaeco).

O foragido estava residindo na cidade de Guaratuba (PR), onde trabalhou como comerciante e proprietário do “Bar do Ceará”. O Gaeco do RN encontrou fortes indícios de que o foragido estava mantendo movimentação entre as cidades de Guaratuba e Garuva, distantes 38 km, e acionou o Gaeco do Ministério Público do Paraná, que efetuou a captura e prisão do condenado.

Caso você saiba de alguma informação que possa levar à prisão de criminosos, colabore com as autoridades ligando para o Disque Denúncia do MPRN – 127. A identidade do informante será preservada.



GAECO acompanhou perícia do ITEP na Secretaria de Infraestrutura de Caicó

Técnicos do Instituto Técnico-Cientifico de Perícia – ITEP do RN, estiveram em Caicó no final de semana passado para realizar perícia na Secretaria de Infraestrutura da Prefeitura que foi arrombada na madrugada de sábado (16). De dentro do prédio, foi levado um computador com arquivos. Uma queixa foi prestada na Delegacia de Polícia Civil.

Os peritos do ITEP começaram os trabalhos no prédio para identificar digitais e outros vestígios que possam levar a polícia aos arrombadores, por volta das 22 horas da noite de sábado (16) e terminaram às 03hs da madrugada de domingo (17).

Um Promotor de Justiça do GAECO acompanhou por telefone o andamento da perícia no prédio da Secretaria de Infraestrutura que foi alvo da recentemente da Operação Blackout.

O prédio da referida secretaria, foi arrombado na madrugada de sábado por volta das 3hs20min. Imagens de uma câmera de segurança mostram um casal em uma moto na frente da secretaria.



Gaeco potiguar passa a contar com Disque Denúncia

Com a proposta de oferecer à população do Rio Grande do Norte um canal direto para denúncias de crimes em geral, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), agora conta com um Disque Denúncia. Basta o cidadão ligar gratuitamente para o número 127. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

O MPRN está determinado a reforçar a sua contribuição para a defesa do cidadão e da vida no nosso Estado, valores maiores de uma política de segurança pública, além da natural manutenção de um combate firme à corrupção em todos os municípios do RN. É mais uma iniciativa do MPRN buscando cada vez mais resolutividade“, declarou o procurador-geral de Justiça, Eudo Leite.

O promotor de Justiça Fausto França, coordenador do Gaeco, reforçou que a participação da população é fundamental para auxiliar nas investigações. “O serviço chega para funcionar como uma ponte entre o cidadão e o MPRN e esperamos que as denúncias possam facilitar as investigações como um todo“.

Serviço:
Disque Denúncia Gaeco
Telefone: 127  (ligação gratuita)
Whatsapp: (84) 98863-4585
E-mail: disque.denuncia@mprn.mp.br