Aumento: Preços da gasolina e do diesel sobem hoje nas refinarias

Os preços da gasolina e do diesel – comercializados nas refinarias – aumentaram hoje (12) 1,4% e 0,7% respectivamente, de acordo com informação da Petrobras.

Para este sábado (13), a empresa já anunciou nova variação nos preços dos dois combustíveis: a gasolina e o diesel terão redução de 0,7%.

As variações de preço fazem parte de reajustes frequentes praticados pela Petrobras, “em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional”, segundo a estatal.

O preço final ao consumidor, nas bombas, dependerá de cada empresa revendedora e dos próprios postos de combustíveis. O histórico das últimas variações praticadas pela Petrobras está disponível na página da estatal na internet.



Preço médio da gasolina sobe na primeira semana do ano

Aumento no preço da gasolina na primeira semana do ano
Aumento no preço da gasolina na primeira semana do ano

Do G1 – O preço médio da gasolina para o consumidor final subiu na primeira semana do ano, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (9) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).No ano passado, o preço subiu 9%. O valor médio subiu de R$ 4,099 na última semana de 2017 para R$ 4,151, no décimo aumento consecutivo.

Na mesma semana, a Petrobras diminuiu o preço da gasolina nas refinarias em 0,53%. A medida faz parte da política de preços da empresa, que reajusta os valores quase diariamente com o objetivo de acompanhar as cotações internacionais. O repasse ou não para o consumidor final depende dos postos.

A redução dos preços pela estatal na primeira semana do ano coincide com o recuo das cotações internacionais do petróleo, com redução de 0,5% do Brent, utilizado como referência internacional.



Petrobras anuncia reajuste de 1,7% no preço da gasolina nas refinarias

Preço da Gasolina e Diesel sob mais uma vez nas refinarias

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (28) mais um aumento nos preços dos combustíveis nas refinarias. A partir desta sexta (29), a gasolina ficará 1,7% mais cara. O diesel vai subir 1,1%.

Desde julho a companhia adotou uma nova política de reajuste de preços para, segundo a petroleira, acompanhar o mercado internacional.

O reajuste se refere aos preços para as refinarias. O repasse ou não do aumento para o consumidor final depende dos postos de combustíveis.

De acordo com o Conselho Nacional de Política Fazendária, a gasolina mais cara no Brasil é a do Acre, seguido de Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Até sexta (22) da última semana, o valor médio da gasolina chegou a R$ 4,089, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).



Petrobrás reduz nesta sexta, preço dos combustíveis nas refinarias

A Petrobras reduzirá nesta sexta-feira (17) os preços da gasolina e do diesel nas refinarias em todo o país. Segundo nota divulgada pela estatal, o diesel terá redução de 1,3%, enquanto a gasolina cairá 0,38%.

A decisão de acordo com a companhia é resultado da nova política da empresa que acompanha as oscilações dos preços das duas commodities no mercado internacional. De acordo com a estatal como a legislação brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas para as refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso, portanto, de acordo com a Petrobrás vai depender de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis, especialmente distribuidoras e postos revendedores.

Desde o último dia 1º, o diesel cobrado nas refinarias registra queda acumulada de preços de 1,3%, já a gasolina teve quatro reduções e sete altas neste mês, contabilizando uma alta acumulada de 3,7% nas refinarias.



Gasolina e diesel sofrrem novo reajuste e ficam ainda mais caros no país

Gasolina e Diesel sofrem novo reajuste

A partir da meia-noite desta quarta-feira, (08), a gasolina e o diesel ficaram ainda mais caros para os consumidores brasileiros. Desta vez, os reajustes serão de 2,5% para o diesel e 0,6% para a gasolina. Este é o segundo reajuste de preços dos combustíveis só nesta semana.

Segundo a Petrobras, “o reajuste foi causado principalmente pelo aumento das cotações dos produtos e do petróleo no mercado exterior, influenciado pela geopolítica internacional, assim como pela continuidade da política de contenção da oferta pela Organização dos Países Produtores de Petróleo, a Opep”.

Nesta terça-feira, o valor dos combustíveis já havia sofrido reajuste. Quem foi abastecer, encontrou a gasolina 2,3% mais cara e o diesel a 1,9% acima do preço em diversas cidades brasileiras.



Petrobras reduz preço da gasolina em 3,8% nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (6) a queda do preço da gasolina em 3,8%. Por outro lado, o preço do óleo diesel foi aumentado em 0,7%. A nova política da estatal prevê reajustes quase diários nos combustíveis.

Os reajustes são aplicados na saída das refinarias, ou seja, são calculados sobre o preço do combustível vendido aos distribuidores. O preço no posto de gasolina pode ser reajustado em valores acima ou abaixo desse.

A queda de 3,8% da gasolina ocorreu depois de quatro altas consecutivas, que resultaram num reajuste acumulado de 11,09%, entre 31 de agosto e 5 de setembro. Ontem (5) não houve reajuste.

Já o diesel teve a sétima alta de preços consecutiva e acumula aumento de preço de 9,71% desde 29 de agosto.



Petrobras reduz o preço da gasolina vendida à distribuidoras

A Petrobras reduziu o preço da gasolina vendida às distribuidoras em 1,4% e subiu o valor do diesel em 0,7%.

Os novos preços anunciados nesta segunda-feira valem a partir de hoje. A companhia não comentou quanto isso poderá incidir nas bombas ao consumidor, pois o mercado de combustível é regido pela livre concorrência entre os postos.

Segundo a empresa, a política de preços para a gasolina e o diesel vendidos nas suas refinarias às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, que representa a alternativa de suprimento oferecido pelos principais concorrentes para o mercado.

Também é levado em conta uma margem que considera os riscos inerentes à atividade de importação, como volatilidade da taxa de câmbio e dos preços, atrasos e perda da especificação de qualidade.



Gasolina tem aumento de 1,7% e diesel cai

Gasolina tem aumento de 1,7% e diesel cai

A Petrobras anunciou ontem mais um ajuste nos preços dos combustíveis. Desta vez, a gasolina subirá 1,7%, enquanto o óleo diesel cairá 0,9% na venda para as refinarias. Os novos preços valerão a partir de hoje, dia 14. A nova política de revisão de preços da companhia – que permite ajustes mais frequentes nos preços – foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho.

Desde então, os preços já  haviam sido reduzidos três vezes. A única mudança estava em vigor desde o dia 11 deste mês, quando a gasolina ficou 1,7% mais barata e o óleo diesel, 2%. Possíveis impactos para o consumidor não foram divulgados na ocasião, assim como não o foram ontem.



Petrobrás decide elevar o preço da gasolina em 1,8%

A Petrobrás decidiu aumentar o preço médio do diesel nas refinarias em 2,7% e elevar o da gasolina em 1,8%, a partir desta terça-feira. A empresa não detalhou os motivos para o movimento.

O ajuste é o primeiro após a revisão feita em sua política de preços na semana passada, que busca aumentar a frequência de reajustes em uma tentativa de retomar participação de mercado. A partir de agora, segundo a estatal, os preços dos combustíveis poderão cair ou subir diariamente.

Os ajustes de preços de combustíveis passarão a ser divulgados através do site www.petrobras.com.br/precosdistribuidoras e nos canais internos de comunicação aos clientes.