Please enter banners and links.


Juiz Luiz Cândido marca data para ouvir réus no processo da morte do Cabo Rangel

Cabo PM Rangel foi assassinado em Abril de 2016 na Zona Norte de Caicó

O juiz, Luiz Cândido de Andrade Villaça, titular da Vara Criminal da Comarca de Caicó, vai presidir no próximo dia 15 de março, às 13hs30min, no Fórum Municipal Amaro Cavalcante, a Audiência Instrução e Julgamento do processo da morte do policial militar, Edinaldo da Costa Rangel, que também era conhecido como “Boboca”. Nesse dia, réus e testemunhas, serão interrogados diante do juiz.

A morte do PM Rangel foi registrada na manhã do dia 19 de abril de 2016, por volta das 08hs, nas proximidades do Bar dos Plays, na Avenida Ruy Mariz, no Bairro Alto da Boa Vista, Zona Norte de Caicó. Um homem, na garupa de uma moto, efetuou disparos que lhe tiraram a vida no momento que conduzia seu carro que também era ocupado por sua esposa Rita de Cássia.

Estão presos, apontados pela Polícia Civil como partícipes do crime, Valdinez Fernandes dos Santos, autor material do crime; a viúva do policial morto, Rita de Cássia Medeiros Alves Rangel, (apontada como mandante); Thiago Medeiros Conforte (filho de Rita), que conduzia a moto usada para a prática do crime e Pablo Medeiros Conforte (primo/irmão) de Thiago.

O Ministério Público denunciou os suspeitos por homicídio duplamente qualificado – motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima.

A viúva, Rita de Cássia e Valdinez, estão detidos no Presídio de Caicó, enquanto Thiago e Godoi estão em Alcaçuz.