Familiares de pacientes da UTI do Regional em Caicó compram medicações que faltam na unidade

Os familiares de pacientes que estão internados na Unidade de Terapia Intensiva – UTI do Hospital Regional de Caicó, estão precisando adquirir medicamentos que estão faltando ma referida casa de saúde. Mesmo depois de ter sido “reabastecido” pela Secretaria de Saúde do Estado – há menos de uma semana – o hospital ainda passa por necessidade de insumos.

Os pacientes estão fazendo verdadeira peregrinação nas farmácias e em outros Hospitais na Região para adquirir medicamentos como Nipride ou Tridil – de uso injetável, indicados para indivíduos que sofrem de pressão alta. São vasodilatadores –. Esses são apenas alguns dos medicamentos que estão em falta na Unidade.



Hospital Regional de Caicó foi reabastecido; Insumos são para 30 dias

O Hospital Regional de Caicó recebeu na última sexta-feira (03), medicamentos e outros insumos que estavam faltando na unidade. O problema provocou,  inclusive, o não recebimento de novos pacientes na Unidade de Terapia Intensiva – UTI. O repasse dos medicamentos foi feito pela Sesap do Governo do Estado. A informação que Blog Sidney Silva conseguiu saber é que os insumos chegados no Regional, são para o período de 30 dias.

Ainda na sexta-feira, o Conselho Regional de Medicina, realizou fiscalização no Hospital Regional. Depois das várias denúncias feitas por profissionais da unidade, o CRM, resolver ver de perto a situação. A previsão é que nesta segunda-feira (06), seja emitido um relatório apontando as irregularidades encontradas na fiscalização e pedido de providências urgentes.



Conselho Regional de Medicina fez fiscalização no Hospital Regional de Caicó; Veja fotos

Membros do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN estiveram nesta sexta-feira (03) fiscalizando o Hospital Regional de Caicó, principal hospital da região do Seridó, que assiste a cidade, além de 25 municípios da região. Além da falta de medicamentos e insumos básicos para a assistência, a fiscalização encontrou deficiência de equipamentos essenciais no ambiente de UTI e no Centro Cirúrgico.

As informações sobre a precária condição de abastecimento do Hospital Regional de Caicó chegaram ao CREMERN através da imprensa e das mídias sociais, motivando uma nova fiscalização por parte da instituição. As novas internações em UTI estão suspensas por decisão da equipe medica do hospital por falta de medicamentos essenciais.

Encontramos o hospital numa situação crônica de desabastecimento, tendo se agravado nos últimos 15 dias pela falta de medicamentos e insumos essenciais para a assistência à urgência e emergência, inviabilizando o funcionamento adequado da UTI e determinando o fechamento de leitos”, afirmou o presidente do CREMERN, Marcos Lima de Freitas.

O índice de abastecimento médio do hospital tem sido bem abaixo da necessidade, com um déficit mensal de aproximadamente 70% dos medicamentos e insumos. “Além da falta de medicamentos e insumos básicos para a assistência, encontramos deficiência de equipamentos essenciais no ambiente de UTI e no Centro Cirúrgico. O fechamento dos leitos de UTI num momento de necessidade de ampliação compromete ainda mais essa assistência”, acrescentou o Chefe de Fiscalização do CREMERN e vice-presidente, Francisco Braga.

A equipe do CREMERN, formada pelos conselheiros Dr. Marcos Lima de Freitas, Dr. Francisco Braga e Dra. Giana da Escóssia, encontrou as obras andamento para a construção de uma nova UTI em andamento e que ampliará de cinco para 10 leitos, viabilizada através de uma Ação Civil Pública do CREMERN contra o Estado para ampliação de leitos de UTI. A Ação culminou com sequestro em juízo dos valores da conta do Estado.  “Esperamos que essa ampliação solucione definitivamente o problema da assistência aos pacientes críticos da região”, disse Marcos Lima de Freitas.



Vivaldo Costa recebeu confirmação de que Sesap reabastece Hospital Regional nesta sexta

Hospital Regional será reabastecido nesta sexta-feira (03)

O deputado estadual Vivaldo Costa (PROS), informou ao Blog Sidney Silva que recebeu confirmação de que a Secretaria de Saúde do Estado, (atendendo a um pedido do Papa Jerimum), vai reabastecer com insumos, o Hospital Regional de Caicó. A previsão é que ocorra na tarde desta sexta-feira (03).

O Hospital Regional de Caicó, está sem medicamentos básicos na Urgência, na UTI e no Centro Cirúrgico, o que provocou, inclusive, o não recebimento de novos pacientes na Unidade de Terapia Intensiva.

No início desta semana, os médicos e enfermeiros que trabalham no Hospital, se mobilizaram e na imprensa expuseram a situação de caos vivida no local.

A informação repassada ao deputado Vivaldo Costa, que tinha feito o apelo pelo reabastecimento do Hospital Regional, é que o Governador Robinson Faria, determinou ao Secretário George Antunes, o imediato envio de insumos para Caicó.



Enfermeira relata situação de calamidade no Hospital Regional de Caicó

A enfermeira Thalyne Dias escreveu em uma rede social sobre como terminou o plantão no Hospital Regional do Seridó em Caicó. A unidade está sem insumos para o atendimento de pacientes. Inclusive, por causa disso, a Unidade de Terapia Intensiva – UTI não recebe mais pacientes até que sejam adquiridos medicamentos sedativos entre outros.

Veja o que escreveu a enfermeira Tahalyne Dias:

Hospital Regional de Caicó
23:45 do dia 31/10/2017

Hoje cheguei mais uma vez à exaustão, por me sentir IMPOTENTE dentro de um ambiente onde eu deveria cuidar da saúde dos pacientes e ao invés disso estou assistindo a morte hora a hora. Ao chegar no plantão fui comunicada de que não tinham mais antibióticos para os pacientes continuar o tratamento das infecções, a UTI não estava mais com condições mínimas de abastecimento de medicamentos para receber pacientes. Dois dos pacientes internado com abdômen agudo (em urgência cirúrgica) tiveram suas cirurgias suspensas às 20h por falta de anestésico. Não tínhamos telefone para regular os pacientes para o hospital de referência, há dias está cortado por falta de pagamento, ao tentar ligar do meu celular descubro que os telefones do outro hospital também estão cortados. O que fazer? Uma vez que o estado geral dos pacientes se agravava a cada hora e o Estado nos manda “regular” o paciente antes de encaminhá-lo. Eu tinha uma escolha: ou assistia a mais duas mortes ou encaminhava os pacientes, correndo o risco do outro colega que estava em outra cidade não receber o paciente pelas mesmas “falta de tudo”.

Ouvi um médico hoje, que trabalha há 24 anos como servidor público no estado do Rio Grande do Norte,  dizer que nunca passou por situação tão caótica como esta. Imagino eu nos meus primeiros 4 anos como servidora da SESAP-RN onde iremos chegar? E sabem o que é pior? É o paciente, potencialmente, cada um de nós que dependemos do SUS, ficar dentro de um jogo de empurra empurra até o último minuto de vida. Ninguém assume a responsabilidade. Seríamos todos cúmplices ou vítimas da “falta de tudo”?

Enfa. Thalyne Dias




Começa reforma de espaço para instalação da nova UTI do Hospital Regional de Caicó

Na tarde desta quinta-feira (28), foi realizada a mudança do local para atendimento de urgência do Hospital Regional de Caicó. O motivo é a obra de reforma da unidade. Agora, as pessoas que precisarem devem ser atendidas aonde antes funcionava o setor administrativo. O local aonde estava a urgência, aonde antes era instalada a Clínica do Rim, dará espaço para a Unidade de Terapia Intensiva – UTI com 10 leitos e equipamentos novos.

A diretora do Hospital, Luciana Kadidja, disse ao Blog Sidney Silva que a previsão de conclusão da reforma e instalação da UTI é para dezembro deste ano. “A empresa que está fazendo a reforma nos garantiu que em dezembro deste ano nos entrega a obra. Nossa UTI terá 10 leitos e novos equipamentos, inclusive alguns que atualmente nós não temos“, disse.

No outro lado do Hospital, está em andamento a obra de reforma da Urgência. O espaço é o mesmo aonde antes era feito o atendimento de urgência e emergência. Os serviços devem ficar concluídos no mês de abril de 2018. Foi o que garantiu a direção do Hospital.



Vivaldo pede que governo instale com urgência tomógrafo no Hospital Regional em Caicó

Vivaldo pede que governo instale com urgência tomógrafo que se encontra no Hospital do Seridó em Caicó

O deputado Vivaldo Costa (PROS) cobrou, mais uma vez, que o Governo do Estado faça a imediata instalação do Tomógrafo do Hospital Regional do Seridó, em Caicó.

A solicitação do parlamentar foi encaminhada ao governador Robinson Faria (PSD) e ao secretário de saúde George Antunes. “O equipamento está disponível há aproximadamente 5 meses, faltando apenas a adaptação da rede elétrica”.

Vivaldo destacou que o equipamento já está no local e considera a necessidade urgente que o mesmo possa funcionar. “Peço que este apelo seja priorizado, pois o Hospital Regional do Seridó tem um trabalho que abrange além de Caicó, toda a região. É inadmissível o tomógrafo ainda não esteja em pleno funcionamento”, concluiu.



Sesap faz reunião sobre pagamento de profissionais do Hospital Regional de Caicó

Reunião na Sesap tratará sobre pagamentos de profissionais do Regional de Caicó

Os médicos e profissionais de saúde que trabalham no Hospital Regional de Caicó, tiveram o salário referente ao mês de abril deste ano, pago na última sexta-feira (23). Eles estavam ameaçando paralisar as atividades caso o pagamento não fosse realizado. Mas, a possibilidade ainda existe. É que o Município de Caicó está se recusando a fazer o repasse financeiro para a unidade hospitalar.

O Governo do Estado repassa cerca de 300 mil reais para a Prefeitura de Caicó para que o ente repasse para o Hospital Regional. Esse valor juntamente com o que é produzido pelo Hospital como AIHs e outros serviços, e, com uma pequena contrapartida do Município é feito o pagamento da folha da referida casa de saúde.

Diante da possibilidade de paralisação dos profissionais que atuam no Hospital, o secretário George Antunes, titular da Sesap, convocou uma reunião com a direção do Hospital, a Secretaria de Saúde de Caicó, representante dos médicos, do Município e outros técnicos para tratar sobre o repasse financeiro.



Médicos plantonistas do Hospital Regional podem suspender atendimentos

Médicos plantonistas do Hospital Regional poderão parar por atraso no pagamento

Médicos e enfermeiros que trabalham no Hospital Regional do Seridó, na condição de contratados estão sem receber os salários de abril e maio, e prestes a entrar para o terceiro mês. O pagamento é feito, graças a uma parceria antiga entre o Governo do Estado e o Município de Caicó.

A folha mensal gira em torno de 500 mil reais, e destes, 300 mil é garantido pelo Governo Estadual, o Hospital consegue produzir algo em torno de 150 mil com procedimentos ambulatoriais e AIHs, e ao Município cabe a menor parcela para completar a folha. Porém, todos os repasses são feitos para o Município, que é quem tem a competência de pagar a folha completa.

Em contato com o Blog do Marcos Dantas, profissionais confirmaram que muitos estão desestimulados em manter os seus plantões. “O transtorno não é nem pelos dois meses de atraso, porque quem trabalha no SUS já está acostumado a conviver com esse atraso. Desde a época quando Bibi era prefeito que a gente recebe assim. O que deixou a turma chateada foi o Município ter dito simplesmente que não tem dinheiro para fechar a folha, e não deu qualquer previsão de quando receberemos, pelo menos o mês de abril”, disse um interlocutor ouvido pelo Blog.

A direção do Hospital Regional, pelo que o Blog conseguiu apurar se reuniu com a secretária de Saúde, Sandra Brilhante, que se comprometeu em agilizar o repasse, porém a informação vinda da secretaria de Finanças, que tem como titular o auditor-fiscal Marcos Airton, era de que o município não dispõe de recursos e que o pagamento não seria feito.

É muito difícil convencer o pessoal a trabalhar sem receber.  Algumas cirurgias não conseguiram ser feitas hoje, e não sei quem vai querer trabalhar amanha, mesmo sabendo que não tem previsão para receber. Quem está no vinculo do Estado continuará trabalhando, mas como a grande maioria dos demais profissionais é por esta parceria, não sabemos como ficará a situação, enquanto o pagamento não for feito”, disse a fonte ao Blog.



Vivaldo pede celeridade na implantação de subestação elétrica no Hospital Regional de Caicó

Hospital Regional de Caicó deverá receber nova subestação para garantir funcionamento de novos equipamentos

O deputado Vivaldo Costa (PROS) pediu celeridade no Projeto de Implantação de uma subestação elétrica no Hospital Regional do Seridó, em Caicó. A ação servirá para recepcionar os equipamentos de alta tecnologia que serão implantados na unidade. A indicação do parlamentar foi encaminhada de forma urgente para o governador Robinson Faria (PSD) e ao secretário de saúde George Antunes.

A Subestação é uma instalação elétrica responsável por transmitir e distribuir a energia elétrica e pode ser localizada próxima ao centro de geração, transmissão ou distribuição, dependendo de suas características e conta com equipamentos capazes de realizar transformações em tensões e correntes para valores adequados de uso, manobras e proteção de linhas. Por isso, é considerada parte fundamental para o funcionamento do sistema elétrico, em especial, a recepção de um tomógrafo de alta tecnologia, um Raio-X Digital, autoclave e as novas instalações elétricas da referida instituição hospitalar“, disse.



Vivaldo Costa vai requerer na ALRN recuperação da estrada de acesso ao Hospital Regional

Deputado Vivaldo Costa vai requer na ALRN que DER recupere acesso para o Hospital Regional – (FOTO: Google Maps)

O deputado estadual Vivaldo Costa (PROS) vai apresentar na ALRN, requerimento solicitando do Departamento Estadual de Estradas e Rodagens – DER, que seja feita a recuperação da via (Rua Chilon Heráclito) de acesso ao Hospital Regional de Caicó, localizada na Zona Oeste, que é de 1,3 quilômetros..

O médico Judas Tadeu, que atende na unidade relatou  na manhã desta quinta-feira (11) no programa de rádio do Papa Jerimum, que as viaturas do Samu e demais ambulâncias que conduzem pacientes para o referido hospital, estão tendo dificuldades no acesso.

A estrada desta rua que dá acesso ao Hospital Regional, está totalmente esburacada, portanto, sem condições de trafegabilidade. Ainda vai, mas, muito devagar e com cuidado. Os pacientes que estão sendo transportados com cuidado“, disse Tadeu.



Vivaldo acompanha visita dos secretários de saúde e gestão de projetos ao Hospital Regional de Caicó

Deputado Vivaldo Costa acompanhou visita de secretários George Antunes e Wagner Araújo em Caicó

O deputado Vivaldo Costa (PROS), acompanhou na última sexta-feira (24) visita a cidade de Caicó, dos secretários de estado Vagner Araújo (Segepro) e George Antunes (Saúde). Após receber a comitiva no aeródromo Rui Mariz, Vivaldo acompanhou a caravana que também era composta por técnicos das secretarias, juntos seguiram para o Hospital Regional de Caicó.

O governo está investindo o montante de R$ 3 milhões na estrutura de saúde em Caicó. A visita serviu para ver de perto o andamento das obras que visam melhorar o atendimento à população seridoense. Vivaldo disse que espera que na máxima brevidade possível os melhoramentos anunciados possam acontecer. Contou também que a população está aguardando a instalação do tomógrafo adquirido pelo governo que evitará, dos que precisam do serviço, se deslocarem a capital do estado.




Secretários Vagner Araújo e George Antunes visitam acompanhamento de investimentos em saúde em Caicó

Visita dos secretários George Antunes e Wagner Araújo ao Hospital de Caicó – (Foto: João Vital)

Os secretários Vagner Araújo (Segepro) e George Antunes (Saúde) visitaram na manhã desta sexta-feira (24), o Hospital Regional de Caicó.  O objetivo da visita foi acompanhar de perto os investimentos que o Governo do Estado vem realizando para melhorar o atendimento à população seridoense no setor da saúde. O deputado Estadual Vivaldo Costa acompanhou a visita.

O governador Robinson Faria quer que as obras da Rede de Urgência e Emergência e da instalação do tomógrafo sejam acompanhadas de perto, por isso, ele determinou que eu e o secretário de saúde viéssemos fazer essa visita técnica ao hospital”, declarou Vagner Araújo.

Vagner explicou que esses investimentos na área de saúde em Caicó correspondem ao montante de R$ 3 milhões. A fonte de recursos é do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial.

O secretário George Antunes afirmou as obras de reforma da urgência e emergência iniciarão na primeira quinzena do abril e que o tomógrafo vai beneficiar toda população seridoense que não precisará se deslocar para capital para realizar exames. “Vamos acompanhar toda reforma de melhoria neste hospital. O Governo tem pressa. O tomógrafo é de última geração possui 16 canais e realiza exames de alta complexidade. Quem sai ganhando é a população”, explicou o secretário estadual de saúde.

O Governo do Estado adquiriu dois tomógrafos, um para Mossoró e outro para Caicó, cada um custou R$ 1,4 milhão. O tomógrafo de Mossoró foi instalado no Hospital Tarcísio Maia e está em pleno funcionamento realizando uma média de 75 exames só nos finais de semana, entre tomografias e angiotomografias.