Lula é indiciado pela PF por corrupção passiva; defesa nega qualquer ato ilícito

Agência Brasil – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi indiciado hoje (15) pela Polícia federal pelo crime de corrupção passiva por suposta participação na venda de uma medida provisória em inquérito oriundo da Operação Zelotes. Em nota, a defesa de Lula repudiou “toda e qualquer ilação” do envolvimento de Lula com atos e ilícitos e considerou que o indiciamento faz parte da “perseguição política” sofrida pelo ex-presidente.

Para a PF, o ex-presidente e mais 12 pessoas, entre ex-ministros da gestão Lula e empresários, participaram de um esquema criminoso que resultou na edição da Medida Provisória 471, que estendeu incentivos fiscais a montadoras e fabricantes de veículos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

De acordo com o relatório da PF que segue para análise do Ministério Público, que pode ou não oferecer denúncia à Justiça, lobistas representando as montadoras teriam repassado ao PT de forma ilícita cerca de R$ 6 milhões para que a MP fosse publicada.

Continue lendo



Polícia indicia suspeito de participação em latrocínio contra empresário em Natal; Veja vídeo

Uma investigação conduzida pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) descobriu que um homem preso pela Polícia Militar, no último domingo (05), era a pessoa suspeita de ter dirigido o carro onde estavam os executores pela morte do empresário José Rosemberg Saldanha, 55 anos, assassinado no dia 29 de novembro de 2016, no conjunto Cidade Satélite, Zona Sul de Natal. Francisco Cledemilson do Nascimento Macedo, 36 anos, foi preso em flagrante, no domingo após a realização de um roubo e havia apresentado o nome falso de Marcos Antônio Pinheiro Machado.

Durante o seu interrogatório ele confessou que era o homem que dirigia o carro modelo Fluence, no qual estava mais dois comparsas. “Francisco Cledemilson foi autuado pelos crimes de latrocínio, associação criminosa e corrupção de menor”, afirmou o delegado Ernani Júnior, da DHPP.

O crime – De acordo com as investigações, três homens estavam em um carro modelo Fluence e “trancaram” o veículo do empresário, que estava saindo com a esposa de um condomínio no bairro Cidade Satélite. Dois homens teriam saído do carro e praticado o latrocínio, o terceiro homem que ficou no carro é Francisco Cledemilson. Um adolescente de 16, que também participou do crime, já havia sido apreendido no dia 29 de dezembro do ano passado.

Confira vídeo com a confissão do suspeito no canal oficial da Polícia Civil no Youtube: