Novos indícios reforçam ligação entre Geddel e dinheiro achado em apartamento na Bahia

Do G1 – Novos indícios reforçam a ligação entre o ex-ministro de Temer, Geddel Viera Lima, do PMDB, com a fortuna escondida em um apartamento localizado no bairro da Graça, em Salvador. Segundo o Jornal O Globo, a Polícia Federal reuniu quatro provas novas.

As impressões digitais de Geddel foram econtradas no próprio dinheiro, uma outra testemunha confirmou que o espaço tinha sido cedido ao ex-ministro, e uma segunda pessoa é suspeita de ajudar Geddel na destinação das caixas e das malas de dinheiro. Além disso, a PF identificou risco de fuga, depois da divulgação da apreensão do dinheiro.

O G1 tentou falar com a defesa do ex-ministro, mas, até a publicação desta reportagem não conseguiu contato.

Na quarta-feira (6), a Polícia Federal informou que o dono do apartamento onde a fortuna foi encontrada se apresentou à PF e, em depoimento,afirmou que havia emprestado o imóvel a Geddel para que o ex-ministro guardasse pertences do pai, que morreu no ano passado.



PF diz ter encontrado indícios de crimes praticados pelo senador José Agripino; Ele nega

PF encontra indícios de crimes em investigação contra José Agripino

A Polícia Federal informou ter concluído o inquérito sobre o senador José Agripino Maia do DEM pelo Rio Grande do Norte e encontrado indícios dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A PF investiga supostas irregularidades na liberação de recursos pelo BNDES para a construção do estádio de futebol Arena das Dunas, em Natal.

Procurada, a assessoria de José Agripino enviou a seguinte resposta: “A acusação que me fazem é de ter exercido influência para que o BNDES efetuasse o pagamento de faturas decorrentes de um autofinanciamento contratado pela própria OAS junto ao banco. Tenho certeza de que as investigações vão terminar pela conclusão óbvia: que força teria eu, líder de oposição na época, para liberar dinheiro do BNDES, cidadela impenetrável do PT?