Empresa multinacional pode se instalar em Caicó

O prefeito de Caicó, Batata Araújo, assinou protocolo de intenções com uma empresa multinacional, a fim de discutir a possibilidade de instalação no município.  Em agosto, está agendada audiência pública na Câmara Municipal para apresentação do projeto.

A multinacional tem atuação nos estados do Paraná e Rio Grande do Sul, além de outros países como Argentina. Técnicos da empresa vêm a Caicó para apresentar o projeto, que pretende gerar dezenas de empregos”, explicou o prefeito.



Vivaldo Costa solicita implantação de subestação elétrica no Hospital Regional do Seridó

Vivaldo Costa solicita instalação de subestação elétrica no Hospital Regional

O deputado Vivaldo Costa (PROS) encaminhou requerimento ao Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), solicitando a implantação de subestação elétrica para recepcionar os equipamentos de alta tecnologia do Hospital Regional do Seridó, em Caicó.

O pleito vai permitir que a população daquela região possa utilizar, de forma efetiva, os equipamentos de extrema relevância no âmbito hospitalar, como tomógrafo de alta tecnologia, raio-x digital, autoclave, entre outros”, justifica Vivaldo.

A subestação é uma instalação elétrica responsável por transmitir e distribuir a energia elétrica e conta com equipamentos capazes de realizar transformações em tensões e correntes para valores adequados de uso, manobras e proteção de linhas.



Sesed e Sejuc realizam operação em Alcaçuz e finalizam colocação de contêineres

As Forças de Segurança do Governo do Rio Grande do Norte realizaram, nesta terça-feira (24), mais uma operação na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta. O objetivo foi fazer a identificação e contagem de presos, a finalização da montagem dos contêineres e a retirada de entulhos de dentro da unidade. Participaram da ação o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), além do Grupo de Operações Especiais (GOE) e agentes penitenciários, da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc).

As equipes entraram na unidade às 10h10 e verbalizaram para os detentos os procedimentos que seriam adotados e não foi necessário o uso progressivo da força. O BOPE e BPCHoque foram os responsáveis pelo controle dos pavilhões 1, 2 e 3, enquanto o GOE, com apoio do BPChoque, ficou com o pavilhão 4 e com o presídio Rogério Coutinho Madruga (pavilhão 5). A ação foi finalizada às 17h30.

A instalação dos contêineres para a divisão dos pavilhões 1, 2 e 3 dos pavilhões 4 e 5 foi finalizada, inclusive com a colocação de concertinas nos perímetros. Os contendores são provisórios, uma vez que um muro de concreto de 90 metros de extensão será erguido no pátio do presídio. A construção do muro de concreto levará 15 dias, com a colocação de blocos de seis metros de altura que deixarão a estrutura no mesmo nível que o muro da penitenciária.

Um total de 17 detentos que se feriram durante as brigas entre as facções dentro da unidade prisional foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) e Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) e encaminhados para o hospital.