Caicó: Médico Judas Tadeu critica falta de apoio do Município ao Hospital Regional

Médico Judas Tadeu critica falta de apoio do Município ao Hospital Regional

O médico Judas Tadeu, criticou a Secretária de Saúde de Caicó, Sandra Brilhante, por não ajudar com insumos o Hospital Regional do Seridó. De acordo com ele, já que a cidade não dispõem de Unidade de Pronto-Atendimento, a gestão deveria abastecer sempre que possível, a unidade.

A cidade de Caicó, não tem uma unidade para atendimentos de urgência e emergência que possa atender a população que acaba tendo que procurar o Hospital Regional, que deveria fazer atendimentos mais complexos. A UPA que está sendo construída na zona norte, é uma obra que se arrasta há anos.

O Hospital Regional passa mais uma vez por dificuldade com a falta de medicamentos básicos para o funcionamento diário.

De acordo com Tadeu, os médicos do plantão estão levando medicamentos como dipirona entre outros. Citou exemplo de crianças que chegam com febre e que precisam de medicação. “Uma criança com febre, tem que fazer a medicação, vai deixar a criança com febre?“.

Em cada plantão no Regional, os médicos, atendem cerca de 300 pessoas com as mais diversas enfermidades como gripes, dores de cabeça, diarreias, entre outras.

Para o médico Judas Tadeu, a secretária não percebeu a importância do Hospital para o Município. A unidade faz o que é de responsabilidade da gestão. “Temos que relatar a falta de percepção da Secretária de Saúde de Caicó. A cidade não te um pronto-atendimento da Prefeitura. Então, o que ela deveria fazer? Ajudar o Hospital Regional. Porque é o único pronto-atendimento que funciona. A secretária precisa ir conhecer a realidade do Hospital. Os secretários das cidades vizinhas conhecem, mas, a de Caicó, não“, critica.



Com falta de insumos, Hospital Regional de Caicó pode parar atendimentos

Hospital Regional mais uma vez passa por falta de insumos

O Hospital Regional do Seridó em Caicó, poderá parar os atendimentos nos próximos dias por causa da falta de insumos básicos para que a unidade de saúde funcione.

De acordo com relatos de uma fonte que pediu anonimato, faltam medicamentos básicos e os mais complexos em todos os setores. Pra acabar de completar, além de o Estado não ter pago o décimo terceiro aos servidores, a Prefeitura de Caicó, não fez o repasse do pagamento dos plantões de Dezembro de 2017. A informação que chega é que houve um problema nas contas. “Inicialmente, era pra sair na segunda passada, depois na terça, na quarta e ainda hoje (sexta-feira) não houve o repasse“, relatou.

A fonte também diz que é possível que os médicos parem suas atividades. “A anestesia, se não parou deve parar nas próximas horas. Existem rumores de que os médicos da UTI, Centro Cirúrgico, Urgência, Enfermaria e de outros setores, também vão parar“, contou a fonte.



Hospital Regional de Caicó foi reabastecido; Insumos são para 30 dias

O Hospital Regional de Caicó recebeu na última sexta-feira (03), medicamentos e outros insumos que estavam faltando na unidade. O problema provocou,  inclusive, o não recebimento de novos pacientes na Unidade de Terapia Intensiva – UTI. O repasse dos medicamentos foi feito pela Sesap do Governo do Estado. A informação que Blog Sidney Silva conseguiu saber é que os insumos chegados no Regional, são para o período de 30 dias.

Ainda na sexta-feira, o Conselho Regional de Medicina, realizou fiscalização no Hospital Regional. Depois das várias denúncias feitas por profissionais da unidade, o CRM, resolver ver de perto a situação. A previsão é que nesta segunda-feira (06), seja emitido um relatório apontando as irregularidades encontradas na fiscalização e pedido de providências urgentes.



Vivaldo Costa recebeu confirmação de que Sesap reabastece Hospital Regional nesta sexta

Hospital Regional será reabastecido nesta sexta-feira (03)

O deputado estadual Vivaldo Costa (PROS), informou ao Blog Sidney Silva que recebeu confirmação de que a Secretaria de Saúde do Estado, (atendendo a um pedido do Papa Jerimum), vai reabastecer com insumos, o Hospital Regional de Caicó. A previsão é que ocorra na tarde desta sexta-feira (03).

O Hospital Regional de Caicó, está sem medicamentos básicos na Urgência, na UTI e no Centro Cirúrgico, o que provocou, inclusive, o não recebimento de novos pacientes na Unidade de Terapia Intensiva.

No início desta semana, os médicos e enfermeiros que trabalham no Hospital, se mobilizaram e na imprensa expuseram a situação de caos vivida no local.

A informação repassada ao deputado Vivaldo Costa, que tinha feito o apelo pelo reabastecimento do Hospital Regional, é que o Governador Robinson Faria, determinou ao Secretário George Antunes, o imediato envio de insumos para Caicó.