Please enter banners and links.


“O Ministério Público do Trabalho é radicalmente contrário à reforma trabalhista”, disse a procuradora Ivana Santos

A procuradora Ivana Santos, em Caicó, se posiciona contrária à reforma trabalhista que tramita no Congresso – (Foto: Sidney Silva)

A subprocuradora-geral do Trabalho no Brasil, Ivana Auxiliadora Mendonça Santos, esteve em Caicó nesta quinta-feira (06), participando da inauguração da nova se da Procuradoria do Trabalho Municipal. Em entrevista ao Blog Sidney Silva, ela falou sobre diversos assuntos, inclusive sobre a reforma trabalhista que está tramitando no Congresso Nacional em Brasília.

A procuradora se posiciona contrária às mudanças afirmando que “o Ministério Público do Trabalho é radicalmente contrário à reforma trabalhista. Hoje, eu estou aqui em Caicó, representando do Procurador Geral do Trabalho, Ronaldo Curado Fleuri, que está em Brasília junto aos senadores e outros órgãos, participando de audiências públicas, lutando contra a reforma trabalhista. Apesar dela já ter sido aprovada em algumas etapas, nós não desanimamos. A nossa luta continua. Somos contra a reforma trabalhista e vamos lutar até o final“, disse.

Sobre o quanto danosa é a reforma trabalhista para os trabalhadores, a procuradora Ivana Santos, disse que ela (a reforma) tira dos trabalhadores, direitos que foram adquiridos com muita luta. “É uma ilusão quando se fala… não, mas, vai ter um número maior de emprego se a gente puder negociar, não. O trabalho do trabalhador está sendo precarizado. Os direitos estão sendo eliminados, direitos que foram conquistados e que estão estabelecidos na própria CLT, ou conquistados através de suas categorias“, relatou.