Prisões podem levar Polícia a descobrir motivação da morte do Sargento Cândido

Francisco Jadson (de camisa vermelha) e Jefersson (de camisa branca) foram presos em Currais Novos

A Polícia Civil investiga o fato de a arma tomada do policial militar, Antônio Cândido dos Santos, morto no dia 5 de junho em Natal, ter sido usada em assalto na zona rural de Lagoa Nova, na Serra de Santana, na madrugada de quarta-feira (21). A arma foi apreendida pela polícia de Currais Novos dentro da bolsa de uma das duas mulheres que estavam em motel escondidas. Elas são adolescentes.

Um dos homens que foi preso na mesma ação, foi identificado como, Jeferson Rodrigo do Nascimento, de 24 anos, conhecido por (Passarinho). Ele disse em entrevista à imprensa, que a pistola que foi tomada do Sargento Cândido, que estava em poder deles, estava na verdade com um homem identificado como “Buiú”, que está foragido. “A arma fica rodando de mão em mão. Ela estava com o Buiú”, disse.

A Polícia está apurando a informação de que um dos presos é natural de cidade da região Seridó, inclusive, se morou no Distrito de Laginhas, aonde também residiu o Sargento Cândido e sua família.

A prisão das quatro pessoas em Currais Novos portando a arma do policial, poderá levar a Polícia Civil para a possível motivação do crime que terminou com a morte do Sargento Cândido. Ou seja, se realmente foi um assalto, ou se foi um crime por encomenda.