Deicor prende homem que roubou carro que pertencia a empresa de locação

Jeferson Carlos foi preso pela Deicor

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam em flagrante, na manhã desta quarta-feira (23), Jeferson Carlos Cardoso da Silva, vulgo “Jefinho”, de 23 anos. A ação ocorreu após uma denúncia anônima, informando que “Jefinho” estaria com um carro roubado, bem como com alguns baldes de grampos, material usado em uma possível ação criminosa na região do Trairí.

Policiais se deslocaram para a cidade de Tangará e após diligências, localizaram a residência do suspeito, que fica no bairro conhecido por “Bubu”.

No momento da abordagem policial, o homem tentou fugir pulando o muro mas logo foi capturado, confessando que estava com o veículo de modelo Fiat Toro. O carro pertencia a uma empresa de locação, o qual foi alugado na Paraíba desde de fevereiro. Na residência de Jeferson, foi encontrada uma barra de ferro, grampos, uma bigorna utilizada para dobrar os grampos e 5 baldes.

Diante do material apreendido, ele foi preso e conduzido até a delegacia municipal de Tangará para os procedimentos cabíveis.



Prisões podem levar Polícia a descobrir motivação da morte do Sargento Cândido

Francisco Jadson (de camisa vermelha) e Jefersson (de camisa branca) foram presos em Currais Novos

A Polícia Civil investiga o fato de a arma tomada do policial militar, Antônio Cândido dos Santos, morto no dia 5 de junho em Natal, ter sido usada em assalto na zona rural de Lagoa Nova, na Serra de Santana, na madrugada de quarta-feira (21). A arma foi apreendida pela polícia de Currais Novos dentro da bolsa de uma das duas mulheres que estavam em motel escondidas. Elas são adolescentes.

Um dos homens que foi preso na mesma ação, foi identificado como, Jeferson Rodrigo do Nascimento, de 24 anos, conhecido por (Passarinho). Ele disse em entrevista à imprensa, que a pistola que foi tomada do Sargento Cândido, que estava em poder deles, estava na verdade com um homem identificado como “Buiú”, que está foragido. “A arma fica rodando de mão em mão. Ela estava com o Buiú”, disse.

A Polícia está apurando a informação de que um dos presos é natural de cidade da região Seridó, inclusive, se morou no Distrito de Laginhas, aonde também residiu o Sargento Cândido e sua família.

A prisão das quatro pessoas em Currais Novos portando a arma do policial, poderá levar a Polícia Civil para a possível motivação do crime que terminou com a morte do Sargento Cândido. Ou seja, se realmente foi um assalto, ou se foi um crime por encomenda.