Homem com mandado de prisão em Acari é preso em Caicó

João Maria foi preso no Centro de Caicó – (FOTO: Divulgação/PMRN)

Policiais militares prenderam na tarde desta quinta-feira (25), o homem identificado como João Maria dos Santos, de 45 anos, natural de Santa Cruz/RN. Ele foi abordado no Centro.

Quando os policiais checaram os dados pessoais, identificaram que existiam um mandado de prisão em aberto na comarca de Acari.

Detido, João Maria, foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, para em seguida ser recambiado para a Penitenciária Estadual do Seridó.

De acordo com informações apuradas pelo Blog Sidney Silva, junto a fontes policiais, o homem estava praticando furtos em Caicó.


Polícia Civil prende suspeito pelo latrocínio de agente penitenciário

Uma investigação conduzida pela Comissão Especial da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), criada para elucidar homicídios contra agentes de segurança, prendeu João Maria Gomes da Silva, 30 anos e apreendeu um adolescente de 17 anos, na manhã desta quinta-feira (10). A dupla é apontada como os responsáveis pelo latrocínio do agente penitenciário Paulo Roberto da Silva Rocha, de 38 anos, no dia 14 de dezembro de 2018.

Continue lendo


MP Eleitoral defende cassação de vereador de Jardim de Piranhas

O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer favorável à cassação do vereador João Maria Soares de Brito, conhecido como “João Maria de Valdemar Macaco”, eleito em 2016 para a Câmara Municipal de Jardim de Piranhas. Ele teve seu diploma cassado por arrecadação ilícita durante a campanha, mas recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e se mantém no cargo.

O vereador foi alvo de uma ação de investigação judicial eleitoral (Aije) – proposta pelo Ministério Público Eleitoral junto à 59ª Zona Eleitoral – por não ter esclarecido a origem de R$ 2 mil utilizados em sua campanha e que o candidato apontou como tendo sido doados por um beneficiário do programa Bolsa Família (João Maria de Araújo). Nem o doador, nem o candidato provaram como alguém que recebe tal benefício, em decorrência de sua condição de carência, teria condições de contribuir com R$ 2 mil para uma campanha eleitoral.

Continue lendo