Justiça dá 48h para Governo do RN e Prefeitura de Natal se manifestarem sobre pedido de ‘lockdown’

O Tribunal de Justiça deu 48h para o Governo do Rio Grande do Norte e a Prefeitura de Natal se manifestem sobre a ação que pede o “lockdown” no estado e na capital potiguar. A ação civil pública foi movida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do RN (Sindsaúde-RN).

Na solicitação, o sindicato pede que governo e Município decretem o “lockdown” por, pelo menos, 15 dias. A intenção é conter a proliferação do novo coronavírus no estado.

O ‘lockdown’ é a maior restrição possível na atuação contra a Covid-19. Esse tipo de recurso já foi adotado em regiões da Itália, onde ainda vigora, Espanha e China, entre outros países. Trata-se de um bloqueio total da operação quaisquer de atividades, com exceção das essenciais.

Continue lendo

Lockdown em Fortaleza começa nesta sexta-feira; polícia pode levar para delegacia quem descumprir medidas

Capital cearense começa lockdown nesta sexta – (Foto: Halisson Ferreira/SVM)

Por ter a maior circulação viral do Sars-CoV-2, causador da Covid-19, Fortaleza passa a colocar em prática, nesta sexta-feira (8), medidas mais restritivas de tráfego na cidade, também conhecidas como “lockdown”.

Na prática, a estratégia impede a circulação de pessoas em espaços públicos, com exceção para os serviços essenciais.

Veja o que muda com a implementação das novas ações na Capital, que tem 9.692 casos e 696 óbitos pelo coronavírus.

O que pode funcionar?
  • Transporte público;
  • Transporte por aplicativo;
  • Mototáxi;
  • Farmácias;
  • Supermercados;
  • Farmácias
  • Padarias;
  • Mercadinhos;
  • Bancos;
  • Lotéricas;
  • Clínicas veterinárias;
  • Indústria química, farmacêutica, alimentícia e de produtos hospitalares

*Veja aqui a notícia completa do G1/CE